Canção de Amor - Rainer Maria Rilke

| 07 julho 2017 | |
"Como hei-de segurar a minha alma
para que não toque na tua? Como hei-de
elevá-la acima de ti, até outras coisas?
Ah, como gostaria de levá-la
até um sítio perdido na escuridão
até um lugar estranho e silencioso
que não se agita, quando o teu coração treme.
Pois o que nos toca, a ti e a mim,
isso nos une, como um arco de violino
que de duas cordas solta uma só nota.
A que instrumento estamos atados?
E que violinista nos tem em suas mãos?
Oh, doce canção."

11 Comentários:

Morgana Brunner Says:
11 julho, 2017

Ah que postagem maravilhosa Maria, eu não conhecia essa belezinha e fiquei surpreendida, linda postagem!
Beijinhos

Giovana Soares Says:
11 julho, 2017

Oii, tudo bem?
Eu ainda não conhecia esse poema, mas achei ele maravilhoso. Parabéns pela postagem.

Fabrica dos Convites Says:
12 julho, 2017

Encantada pela beleza das palavras, ainda mais porque não as conhecia. Obrigada por me apresentá-las.
Bjs Rose

Gleyse Vieira Says:
12 julho, 2017

Olá, olha gostei, usar a música como metáfora é sempre lindo. A junção dos elementos deixa tudo tão profundo. Amei. Bjs

Mari Says:
12 julho, 2017

Amei conhecer essas palavras! Obrigada por trazê-las para nós.
Beijos
Mari
Pequenos Retalhos

Leituras Compartilhadas Says:
12 julho, 2017

Rilke está, sem nenhuma dúvida, entre os melhores da literatura universal. Que poema encantador! Adorei o post.

Tatiana

Maria Luíza Lelis Says:
12 julho, 2017

Oi, tudo bem?
Eu confesso que não sou muito de ler poemas, mas esse eu achei muito bonito. É daqueles que conseguem realmente tocar a alma.
Beijos!

Yara Guez Says:
12 julho, 2017

Oi Vall!
Adorei esse poema, eu amo poemas, apesar de ler pouco. :)

No Conforto dos Livros Says:
13 julho, 2017

Olá!! :)

Eu confesso que não conhecia este poema ainda, mas e bom quando estamos na internet e nos deparamos com este tipo de produções artísticas! :) Da-se uma pausa! ahah Parabéns pelo trabalho de nos trazeres momentos assim!

Boas leituras!! ;)
no-conforto-dos-livros.webnode.com

Catharina M. Says:
13 julho, 2017

Oie
nossa, que tocante e adorei a imagem, combinou perfeitamente, essa foto é maravilhosa, muito bom

beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Lorena Caribé Says:
16 julho, 2017

Que lindo post e mensagem, parabéns. Muito bom você compartilhar aqui no blog para seus leitores. Muito sucesso, bjo

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...