Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...





"Deixai toda esperança, ó vós que entrais!" Inferno. A divina Comédia [Dante Alighieri]

Páginas

9

[Poema] Meu Destino - Cora Coralina

Nas palmas de tuas mãos
leio as linhas da minha vida.
Linhas cruzadas, sinuosas,
interferindo no teu destino.
Não te procurei, não me procurastes –
íamos sozinhos por estradas diferentes.
Indiferentes, cruzamos
Passavas com o fardo da vida…
Corri ao teu encontro.
Sorri. Falamos.
Esse dia foi marcado
com a pedra branca
da cabeça de um peixe.
E, desde então, caminhamos
juntos pela vida…

9 Comentários:

Morgana Brunner

Oiii Maria que poema maravilhoso menina, fiquei feliz de encontrar essa postagem aquui no seu blog, no qual eu pude me encantar.
Abraços

Porre de Leitura e Livros

Olá! tudo bom?
Achei muito fofo o seu blog, é bem dark gosto dessa pegada, não tenho muito costume de ler poesias, mas estou lutando para adentrar mais nesse gênero literário, achei bem bacana o poema.
Beijos.

Gleyse Vieira

Oiiii, lindo. Cora Coralina é a preferida da minha irmã, sempre que leio algo dela quero levar para ela. Amei! Bj

Fabrica dos Convites

Oi Maria, obrigada por trazer um poema da Cora Coralina, faz tanto tempo que não leio algo dela. Bateu saudades.
Bjs, rose.

Giovana Soares

Oi, tudo bem?
Eu adorei esse poema, a Cora realmente tem o dom com as palavras.

No Conforto dos Livros

Olá!! :)

Eu confesso que nunca tinha lido este poema, mas gostei de o fazer!!

Ainda bem que costumas trazer alguns. E sempre bom estar a ler io blog e depararmo-nos com um proporcionando-nos uma pausa!

Boas leituras!! ;)
no-conforto-dos-livros.webnode.com

Déborah

Oi, Val.
Acho que nunca li nada da Cora Coralina... Mas gostei muito do poema.
Quero ler mais dela.

Livreando

Que poema maravilhosos.
Há toda uma doçura e profundidade na expressão dos sentimentos. Encantador!
Bjim.
Tammy

Catharina M.

Oie
muito legal o poema, daqueles que conseguem tocar a alma e nos fazer parra e pensar, curti

beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...