Mostra de Cinema SESC - Expressionismo Alemão em Sombras que assombram

| 07 março 2017 | |


O Expressionismo alemão alcançou o ápice na década de 1920, tendo como característica principal os  cenários e personagens distorcidos, numa nova maneira demostrar o mundo naquele período, de uma Alemanha devastada pela Guerra... O expressionismo, nas palavras de alguns estudiosos funciona como  uma negação a burguesia, indo contra o pensamento  racionalista moderno e a mecanização do indivíduo, alimentado pela revolução industrial do século XIX. 

Na pintura e literatura, a arte expressionista teve suas representações, como o quadro O grito, do artista holandês Edward Munch e Franz Kafka e Thomas Mann na literatura [entre muitos outros]. Mas a Mostra de Cinema organizada pelo SESC em 2013 tem como abordagem o gênero no cinema. 

O grito [Edward Munch]


O encarte Sombras que assombram - o Expressionismo no Cinema Alemão nos apresenta as principais obras do gênero, bem como uma introdução às mentes que criaram tais filmes. Nomes como F. W. Murnau, Fritz Lang e Paul Leni podem passar despercebidos por alguns, mas certamente O gabinete das figuras de cera, Fausto, O homem que ri e Metrópolis não são desconhecidos daqueles que apreciam a 7ª arte...

Faust, 1926 [ALE] F. W. Murnau


Repleto de imagens que só  enriquecem o conteúdo da Mostra, Sombras que assombram pode servir como  uma ponte para aqueles que ainda não tem familiaridade com o Expressionismo, além de agregar mais conhecimento aos fãs do gênero... Os textos ainda trazem a filmografia dos principais diretores do Expressionismo alemão, curiosidades sobre os filmes e aspectos sociais contextualizados nas histórias... Aspectos psicológicos somam-se aos fatores sociais, contribuindo para a construção de personagens bizarros, insanos, grotescos e perturbados, e os diretores acrescentam a tais indivíduos a técnica de luz e sombra do cinema expressionista, dando ao espectador uma visão mais sombria das histórias... 

Nosferatu, 1922 [ALE] F.W. Murnau

Sombras que assombram traça de maneira interessante os pormenores de seu tempo e abre uma brecha para a curiosidade em enxergar as distorções na Fantasia que tão bem representam os problemas da sociedade, criticando e desmascarando ideologias de 'falsa ordem, moral  e progresso'...



p.s: Gostaria de agradecer a Anna Costa pelo envio do encarte. Meu muito obrigada, Anna

12 Comentários:

Lilian Farias Says:
09 março, 2017

O período pós guerra e o terror espalhado pela Alemanha Nazista pedia o expressionismo. Percebe-se esse terror em o Grito. Os personagens bizarros, como você bem cita, são uma excelente reflexão sobre um mergulho na sombra, entender aquilo que tentamos esconder e faz parte de nossa essência, nossos arquétipos. Essa, sem sombra de dúvidas, foi uma excelente indicação de leitura.

Morgana Brunner Says:
09 março, 2017

Que surpresa uma postagem dessas, é de abrir e emocionar qualquer leitor que curte essa época, com toda certeza pretendo ler a obra, o Grito é fascinante e sou encantada por esses personagens um tanto bizarros.
Abraços querida

Book Obsession Resenhas Says:
10 março, 2017

Olá!
Confesso que apesar de conhecer O grito, essas obras não fazem muito meu estilo.
Mas há de concordar com você que essas obras merecem destaque e principalmente pelo tempo em que já foram realizadas e que serve de base pra estudo de muitos amantes do gênero.
Pelo post!
Beijos!

Camila de Moraes.

Ana Paula Medeiros Says:
10 março, 2017

Que mostra maravilhosa. Gostaria de conhecer um pouco mais sobre as obras puramente expressionistas, porque apesar de adorar qualquer forma de expressão artística, peço bastante na parte histórico-cultural. Como faço para conseguir o encarte? Também quero rsrs
Beijos!

Beatriz Andrade Says:
10 março, 2017

Fiquei interessada em conhecer mais sobre a obra, não conheço muito sobre o expressionismo, na verdade, conheço bem pouco, e achei essa Mostra completamente interessante.

Vida Lida Says:
10 março, 2017

Oi Maria,
Adorei seu post, não conhecia ainda o expressionismo, embora já tivesse ouvido o nome de diversas das obras citadas. Conhecer o movimento aumentou muito meu interesse em vê-los, ainda mais agora tendo noção do contexto social e histórico,

Atenciosamente,

Tiago Valente

http://avidalida.blogspot.com

Jéssica Anjos Says:
11 março, 2017

Maria, que mostra interessante apresentada pelo SESC! O Expressionismo Alemão foi uma necessidade do pós-guerra e deve ser propagado, pois é perceptível a não contemplação por maioria das pessoas.
Abraço.

StrawK Says:
12 março, 2017

Olá!
Que interessante! Sou muito ligada ao expressionismo e viajei total nessa postagem.
Conheço todas as obras e artistas citados.

Inclusive, devo confessar que até hoje sinto um medo inexplicável do Nosferatu. haha

Beijos!

Angélica Lima Says:
13 março, 2017

Oi, tudo bem?
O post é bem interessante, eu conhecia o quadro O Grito das aulas de educação artística quando ainda estava no fundamental, mas outras obras expressionistas eu desconhecia completamente.
Bjs

Janiele Silva Says:
13 março, 2017

Oiee tudo bem? nunca tinha ouvido falar dessa obra, e parece ser bem interessante por envolver a arte, e olha que eu nem lembrava mais o termo certo, gostei bastante da ideia!

Bjs jany

www.leituraentreamigas.com.br

Paac Rodrigues Says:
16 março, 2017

A Alemanha infelizmente foi o pais que portou um dos maiores massacres do mundo e isso perpetua até hoje, com um peso gigantesco. Acho curioso a ideia do livro e realmente ele tem um que bem sombrio, eu gosto.

Grazi Souza Says:
16 março, 2017

Então o livro é tipo um guia, né? Adoro estruturas assim. São super divertidas de passar o tempo. Não sei se tenho vontade de ver muito sobre o assunto em questão, mas vou dar uma chance para ver se me conecto.

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...