12 Meses de Poe - Poemas [O palácio assombrado - The Haunted Palace]

| 28 janeiro 2017 | |
O palácio assombrado

No mais verde de nossos vales,
habitado por anjos bons,
antigamente um belo e imponente palácio
– um palácio radiante – se erguia.
Nos domínios do rei Pensamento,
lá se achava ele!
Jamais um serafim espalmou a asa
sobre um edifício só metade tão belo.

II

Estandartes amarelos, gloriosos, dourados,
sobre o seu telhado ondulavam, flutuavam.
(Isso, tudo isso, aconteceu há muito,
muitíssimo tempo.)
E em cada brisa suave que soprava,
naqueles doces dias,
ao longo do muros pálidos e empenachados,
se elevava um aroma alado.

III

Caminhantes que passavam por esse vale feliz
viam, através de duas janelas iluminadas,
espíritos que se moviam musicalmente
ao som de um alaúde bem afinado,
em torno de um trono onde, sentado,
(Porfirogênito!)
com majestade digna de sua glória,
aparecia o senhor do reino.

IV

E toda refulgente de pérolas e rubis
era a linda porta do palácio,
através da qual passava, passava e passava,
a refulgir sem cessar,
uma turba de ecos cuja grata missão
era apenas cantar,
com vozes de inexcedível beleza,
o talento e o saber de seu rei.

V

Mas seres maus, trajados de luto,
assaltaram o alto trono do monarca;
(ah, lamentemo-nos, visto que nunca mais a alvorada
despontará sobre ele, o desolado!)
e, em torno de sua mansão, a glória,
que, rubra florescia,
não passa agora, de uma história quase esquecida
dos velhos tempos já sepultados.

VI

E agora os caminhantes, nesse vale,
através das janelas de luz avermelhada, vêem
grandes vultos que se movem fantasticamente
ao som de desafinada melodia;
enquanto isso, qual rio rápido e medonho,
através da porta descorada,
odiosa turba se precipita sem cessar,
rindo – mas sem sorrir nunca mais.


9 Comentários:

Meu cantinho literário Says:
29 janeiro, 2017

Que lindo!
Sou suspeita em falar de pesias, pois amo muito.
Gosto de poesias,poemas, frases...essas coisas que nos fazem refletir.
Parabéns e muito sucesso!

Déborah Says:
29 janeiro, 2017

Não sou adepta de poesia, mas não sei porque essa é do Poe eu simplesmente amei.
Maravilhoso!

Kerolayne Silveira Says:
29 janeiro, 2017

Não conhecia esse poema ainda, mas que lindo hein...
Beijos

Karine Fernandes Says:
29 janeiro, 2017

Claro que conheço o autor, mas confesso que poesia e similares não são em nada meu gênero, mas achei legal esse, parabéns.

Beijos

Carla Vieira Says:
30 janeiro, 2017

Nossa, adorei o post apesar de não curtir muito poemas!
Beijos

Gleyse Vieira Says:
31 janeiro, 2017

Oi Val, adoro o Poe e sua forma de escrever. Já consegui até vislumbrar o palácio em minha imaginação, descrição brilhante! Bjs

Fabrica dos Convites Says:
01 fevereiro, 2017

Oi Maria, nova temporada do projeto, que legal! Não tinha lido este poema inteiro ainda, conhecia apenas um trecho dele, na verdade o quinto, que nem lembro onde li.
Bjs.

Jéssica Melo Says:
01 fevereiro, 2017

Olá Maria, esse projeto é bem bacana *-* Não conhecia esse poema dele, mas curti *-*

http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/

Alexia Oliveira Macêdo Says:
05 fevereiro, 2017

Eu adoro ver posts nos blogs sobre esse projeto. Sempre tenho vontade de ler Poe, mas sou muito assustada com as as e fico com medo de sentir medo kkkkk

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...