Mestre Gil de Ham - J. R. R.Tolkien

| 22 dezembro 2016 | |
 

Finalizei mais uma leitura da Maratona de Natal que me propus participar. Mestre Gil de Ham foi escrito com o propósito de entreter os filhos de Tolkien, mas ele acabou dando um ar mais sofisticado ao que inicialmente começou de maneira simples, tornando-o uma trama divertida e com elementos que certamente agradam a leitores que prezam por uma boa aventura... 

Ambientada num passado distante, o livro fala sobre a história de um fazendeiro que acaba caindo nas graças do povo onde vivia porque enfrentou um dragão, com a ajuda de sua égua cinzenta e do cachorro falante Garm. Sem a típica pose de herói que comumente nos deparamos em aventuras de capa-e-espada, e munido da espada Caudimordax, ele consegue uma grande fortuna. Mas como se deu esse intento só lendo para descobrir... Até alcançar a prosperidade, ele percorre um difícil caminho,tendo que lidar com alguns perigos, mas sem perder o espírito bonachão.

O livro [edição da WMF Martins Fontes] conta com ilustrações de Alan Lee, foi publicado pela primeira vez em 1949. Trata-se de um livro infantil mas que contempla perfeitamente o público adulto, pela singeleza da narrativa e escrita fluída e atrativa de J. R. R. Tolkien. 

Interessante notar na figura do simples fazendeiro um ar característico da personalidade de outros personagens criados pelo autor. Gosta de comida, tem diálogos 'raivosos' com sua esposa, seu cão e até com o dragão que irá enfrentar, Chrysophylax. Quando um Gigante invade seus domínios trazendo caos a sua pacata ordem, Mestre Gil se transforma. Mesmo sem querer, sua vida acaba sendo conduzida a caçadas heroicas em busca de seres mágicos, que aterrorizam o reino onde vive... 

Não se trata de um primor mas cumpre bem seu papel de diversão que os leitores buscam em livros do gênero... 


6 Comentários:

Fabrica dos Convites Says:
28 dezembro, 2016

Oi Maria, não conhecia o livro, e achei estas características criadas pelo autor bem reais, dando um ar mais normal para sua fantasia.
Bjs

Stylist Online Says:
28 dezembro, 2016

Não conhecia este livro, parece ser bem legal mesmo. Super beijo da Luma

Livros da Beta Says:
28 dezembro, 2016

Olá, Maria!
Dessa vez vou passar a dica, ainda assim, adorei a resenha. Sempre é bom passar por aqui! Parabéns!

Bjs
www.livrosdabeta.blogspot.com.br

Lê e ler Says:
02 janeiro, 2017

Oiie!

Apesar de gostar bastante de Hobbit (filme), eu nunca consigo terminar de ler o livro. Sempre chego à metade. Mas como dizem, sempre tem o período certo para se ler um livro. E eu espero que o meu chegue logo, porque tenho certeza que se trata de um bom livro!

Beijos!

Maria Valéria Says:
02 janeiro, 2017

em momento algum falei de O hobbit na resenha... a resenha é do livro Mestre Gil de Ham...

Amanda Mello Says:
02 janeiro, 2017

Nunca havia escutado falar dessa história e ao ler sua resenha fiquei empolgada demais com a leitura e para conhecer o Mestre Gil, sua égua e o cachorro falante, parece ser muito divertido.
Já tentei ler outros livros do Tolkien, mas não estou acostumada com a forma como ele conta as histórias, porem acredito que irei gostar desse. :D
Obrigada pela dica! ;)

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...