O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares

| 13 outubro 2016 | |
Raramente me rendo a leituras que andam a toda, fervilhando na blogosfera... Mas devido a estreia da versão cinematográfica assinada por Tim Burton, um de meus diretores preferidos, resolvi adiantar a leitura de O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares, escrito por Ransom Riggs e publicado pela Editora Leya, a fim de ver o filme sem medos...

Há muito sei que se trata de uma história que não é de horror, como a principio pensei que fosse... Coloquei algumas expectativas, confesso, mas ainda bem que foram todas alcançadas, e diria até superadas... Jacob é um rapaz que vai até uma ilha remota no País de Gales a fim de descobrir mais sobre o passado de seu avô, com quem possui um laço afetivo muito forte e por saber que ele vivenciou os horrores da Segunda Guerra.


 Mas muito do que houve em sua vida foi mantido em segredo... As histórias que ele contava durante a infância de  Jacob beiravam o absurdo, e logo o rapaz desacredita de tudo. Porém, algo aterrorizante acontece e é em busca de respostas que ele e seu pai vão até a ilha a fim de encontrar a diretora do orfanato onde vovô Portman viveu, que provavelmente está muito velha ou já pode ter falecido...

Ao chegar lá, eles percebem que será difícil encontrar alguma pista do local exato. A ilha é isolada, vivem poucas pessoas por lá...um local que sobrevive basicamente da pesca... Quando finalmente encontra o orfanato [em ruínas] suas esperanças vão abaixo, mas algo estranho acontece, e ele se depara com pessoas incomuns... E logo um universo se abre diante de si, envolvendo o protagonista numa grande e perigosa aventura, com seres etéreos e peculiares...

A escrita de Ransom Riggs é envolvente e nos prende  até o fim... Foi difícil largar o livro em alguns momentos mas eu precisava comer, tomar banho, e afins... Desde as primeiras páginas já me senti sugada pelo livro... O desfecho deixa um gancho para a continuação: Cidade dos Etéreos... 

Outro ponto que acho importante falar a respeito são sobre as fotografias que ilustram o livro... Foram elas que me despertaram curiosidade pela história, devido a sua morbidez... A edição está fantástica e recomendo a leitores que amam uma fantasia repleta de elementos misteriosos, de narrativa ágil e em primeira pessoa... É uma verdadeira viagem que transporta o leitor ao ambiente que permeia a trama...



17 Comentários:

Lilian Farias Says:
18 outubro, 2016

Oi, Val. Esse livro é realmente peculiar, de fato, pensei que se tratasse de Terror, mas longe disso, ele nos engana de forma graciosa, mantendo o mistério e o suspense até o final.

Morgana Brunner Says:
18 outubro, 2016

Oiii Maria, tudo bem?
Menina eu tenho tanto interesse em ler esse livro que você nem imagina, gostei de vê-lo em seu blog.
Abraços

Marcia Lopes Says:
18 outubro, 2016

Olá!
Eu também pensei que fosse de terror, com amo, peguei emprestado da filha.
Ainda não li. Esperando uma oportunidade pra começar.
Bjs

Lorena Caribé Says:
20 outubro, 2016

Olá !!! Esse é um dos meus livros favoritos, aliás amei toda a trilogia. Recentemente adquiri também "Contos peculiares" e assisti a versão para o cinema. Vale muito a pena. Em breve estarei compartilhando a resenha deles no blog também. Sucesso !!! bjo
http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

Gislaine Oliveira Says:
20 outubro, 2016

Oiii, Maria. Tudo bem?
Eu li esse livro um pouco antes de ver o filme hahahha
Curti bastante, embora ele não tenha sido exatamente o que eu esperava. Mas curti sim. E essas fotos são sinistras hahahha. Agora quero muito ler o segundo livro :)
E sobre o filme...
Você viu?
Eu curti muito, apesar de todas as mudanças. Só fiquei em dúvida se haverá continuação, já que termina de forma tão diferente do livro :3
Beijooos
http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

Aline Furtado Says:
20 outubro, 2016

Olá!
A primeira vez que vi o livro, também achei que fosse de terror, mas após ler algumas resenhas, vi que não é. Mas ainda assim é de um gênero que eu gosto muito.
Tenho bastante curiosidade para conhecer a história. Pretendo lê-lo em breve. Muita curiosidade para saber como a história se desenrola. Espero que supere as minhas expectativas também.
Beijos.

Li
Literalizando Sonhos

Anna Caroline Says:
20 outubro, 2016

Oi Maria, tudo bem?
Eu também gostei bastante do Orfanato da Srta. Peregrine, a princípio achei o título grande demais e acabou não prendendo a minha atenção, mas quando me rendi a leitura de fato eu pude me surpreender com o teor. Eu também achei que se tratava de uma história de horror.
Eu acabei desanimando de assistir o filme no cinema, alguns amigos meus falaram que não gostaram e acho que vou esperar ser lançado em DVD, pois também gosto bastante das adaptações de Tim Burton para o cinema.
Beijos

Fábrica dos Convites Says:
20 outubro, 2016

Oi Maria, este livro combina com seu estilo, sempre que o vejo lembro de você. Em relação a mim, confesso que me interessei mais pela parte gráfica da obra do que pelo enredo em si, tanto que acabei dando de presente o volume que eu tinha. Nem o filme me interessou muito.
Bjs!

Gleyse Vieira Says:
20 outubro, 2016

Oi Val, menina comprei esse livro e estou louca para ler. Infelizmente não consegui ler antes do filme e por isso, acabei não indo ver o filme no cinema =/. Mas pela sua resenha, já imagino que vou amar essa história. Estou muito ansiosa!!! Bjs

Leituras Compartilhadas Says:
20 outubro, 2016

Amei esse livro! As fotos são incríveis. Já estou com o segundo livro, para continuar a leitura, mas ainda não consegui. Não tinha como não achar que era terror, tive uma surpresa ao ler a obra. Mas foi uma boa surpresa.

Tatiana

Carolinavga Says:
21 outubro, 2016

Oi Val.
Ótima resenha.
Comecei a ler esse livro no último dia de setembro, mas parei em outubro para ler os livros de terror que eu tinha separado ^^
Vou ver se retomo a leitura assim que acabar esse mês.

Beijos
http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

Viviana Mendonça Silva Says:
22 outubro, 2016

Fiquei meia receosa em ler sua resenha, pois tambem gostaria de ler o livro antes de assistir o filme, porém anda um pouco dificil antecipar, mas ainda este mes quero começar e sua resenha nao deu spoilers, graças, mas me deixou mais a fim de conhecer.

Beijos

Viviana

Rodrigo Costa Says:
22 outubro, 2016

Assisti o filme e era tudo o que eu esperava. Uma obra diferente e encantadora. Quero muito os livros. Adorei a resenha e só me instigou mais ainda a adquiri-los logo.

Abraço;

http://estantelivrainos.blogspot.com.br

Blog Resenhando Says:
22 outubro, 2016

Oii,

Estou beeeeem interessada em ler esse livro. Mas confesso que com o filme, que aliás ouvi muitos comentários negativos sobre, virou modinha e parece que todo mundo está lendo..hahaha. Mas quero lê-lo em breve.

beijos

Déborah Says:
23 outubro, 2016

Val, acho que definitivamente livros do gênero não são pra mim.
Todo mundo que leu esse livro curtiu e do meio para o final eu fiquei meio blergh com ele.
Confesso que as fotos me davam alguns sustos porque como li em e-book não fazia ideia de quando elas apareceriam.
Que bom que você curtiu, espero que você leia os outros e continue gostando.

Ludimila Silva Says:
23 outubro, 2016

Quero muito ler esse livro, antes também de ver o filme, e sua resenha me deixou com mais vontade ainda!

Boutique de Clichês

Grazi Souza Says:
24 outubro, 2016

As fotos inspiraram o autor a escrever a história. Quero muito ler! Ainda não tive como comprar :/


www.cantaremverso.blogspot.com.br

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...