"Deixai toda esperança, ó vós que entrais!" Inferno. A divina Comédia [Dante Alighieri]

Páginas

9

O mestre do Horror e A hora do Lobisomem...

Stephen King é um dos nomes que mais influenciaram meus gostos desde a mais tenra infância... Vi várias adaptações de seus inúmeros livros, repetidas vezes ao longo dos anos... Um dos filmes mais marcantes é Bala de Prata, ou A hora do lobisomem... E foi com agradável surpresa que encontrei o livro entre uma pilha de um amigo que estava se desfazendo dele...

De narrativa ágil e ritmo alucinante, conhecemos alguns personagens que morrem pelas mãos de uma Besta assassina, que só ataca em noites de lua cheia, numa cidadezinha do Maine, Tarker's Mills... A narrativa de King é de uma riqueza de detalhes, a ponto de fazer o leitor visualizar as cenas como se ocorressem em sua presença... E é de forma aterradora que pessoas como Arnie Westrum, Stella Randolph ou o garoto Brady Kincaid são despedaçadas ante nossos olhos, um a cada mês...

No feriado de 4 de julho, a população da cidade está apavorada. Ninguém sabe quem pode ser a próxima vítima do misterioso assassino e os festejos com fogos acabam sendo suspensos, devido ao toque de recolher de Tarker's Mills. Marty Coslaw está arrasado. As pessoas não compreendem o quanto aquela celebração é importante pra ele, o quanto as luzes explodindo no céu lhe deixam feliz, enquanto as observa queimar sentado em sua cadeira de rodas. Ele tem apenas dez anos mas já aceitou suas condições limitadas... É um pequeno prazer quando seu tio Al lhe presenteia com uma caixa cheia de  fogos e lhe orienta a não explodir os que fazem barulho... Sendo assim, ele terá seu 4 de julho particular, quando toda a família se recolhe naquela noite... Mas ele não esperava que algo espreitava em seu jardim, e o atacasse... Mas com uma coragem aliada ao pavor, ele fere a criatura bestial... 


Os meses se passam e os ataques continuam. As pessoas decidem fazer uma caçada na cidade. O lobo precisa descobrir quem o feriu, mas ele não lembra nada daquela noite. O ataque lhe custou o olho esquerdo... Em contrapartida, o depoimento do menino não serviu de muito, mas ele sabe que o assassino está na cidade, pertence a ela e logo ele terá a prova de que necessita para enfrentar o monstro... O desfecho dessa [des]ventura pode não impressionar pela previsibilidade, mas não há como negar que o autor o descreve de forma a prender o leitor, que não vai abandonar a leitura antes de descobrir como tudo termina...

A hora do lobisomem possui poucas páginas e pode ser lido em poucas horas. Apesar de ter lido alguns títulos do mestre, nunca tinha tido a chance de trazer alguma resenha aqui para o blog... Aproveitando o mês de Halloween, inseri essa [re]leitura em minha meta... Já leram? Já viram o filme? Ficaram curiosos? Me contem nos comentários... Vou adorar interagir com vocês...

Beijos e até logo...

9 Comentários:

Carol Valeriano

Estou com O Iluminado e acabei deixando a leitura pro mês de finados hahahahah. Instigou minha curiosidade, apesar dos licantropos não serem meus seres favoritos!

Beijos :)

Morgana Brunner

Oii querida, como vai?
Realmente nunca li esse livro e só conhecia diante de algumas postagens nas redes sociais, fiquei bastante interessada, ainda mais por ser um livro do mestre <3
Beijinhos

Fabrica dos Convites

Eu vi os dois filmes, mas não ligava o título ao autor. E que presentão este seu, achar na pilha que ele estava se desfazendo. Se eu gostei do filme, provavelmente gostarei do livro.
Bjs

Gleyse Vieira

Oi Val, menina vc me trouxe a memória agora esses filmes... Caramba!!! Amei sua resenha e fiquei curiosa para ler o livro, pois o filme em si já é bem assustador. Bjs

Fernanda Yano

Olá!!

Stephen King é um dos meus favoritos, adoro o gênero!!!
O último que li foi A maldição do Cigano, esse ainda não li, apesar do nome chamar muito minha atenção.
É a primeira resenha que eu leio e já fiquei morta de vontade de ler. Não sabia que tinha o filme também, vou procurar pra assistir.

bjs
Fernanda
http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

Anna Caroline

Oi! Tudo bem?
Ainda não li A hora do lobisomem, mas adorei a premissa dele, aliás é muito difícil o Stephen King decepcionar em seus livros, mesmo as histórias mais fracas ainda são boas. Fiquei bem curiosa para saber quem realiza os ataques. Já adicionei na minha lista de leituras e de filmes que pretendo ver. Obrigada pela dica!
Beijos

Carolinavga

Oi Val!
Eu ainda não li nada do autor, mas está na minha lista para o próximo ano.
Esse particularmente, eu nunca tinha ouvido falar. Mas achei a história interessante.

Beijos
http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

Lorena Caribé

Gosto bastante dos livros de Stephen King. Da atmosfera de suspense e mistério que ele sempre adota em suas histórias. Achei ótima sua indicação, já está na lista das minhas próximas leituras. Muito sucesso, bjo
http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

carool santos.

Olá, confesso que terror passo longe hehe Sei que o King é um PUTA autor mas falar de terror, thriller não é comigo. Deixarei a dica passar por esse motivo, mas sei que será um prato cheio para quem é fã do gênero!
Beijos,
diariasleituras.blogspot.com.br

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...