† Nos bastidores da franquia O massacre da Serra Elétrica †

| 27 outubro 2016 | |

E então, pessoal. Cá estou voltando com mais DarkSide Books para vocês... Hoje estou trazendo a resenha de O massacre da serra elétrica, de Stefan Jaworzyn. A princípio achei que se tratava da novelização desse clássico de horror mas descobri posteriormente que a obra se tratava de um compilado sobre os bastidores da franquia, dando ênfase maior ao primeiro filme, mas que ao longo de suas 320 páginas traz informações de todo material lançado com a assinatura de Leatherface, incluindo a versão cinematográfica em 3D que saiu há poucos anos...


Repleto de imagens sobre os filmes, O massacre faz parte da Coleção Dissecando da editora e divide-se em vários capítulos, que falam sobre o roteiro, depoimentos e entrevistas de quem atuou, comercializou e idealizou as histórias, como se deu o processo comercial da franquia, bem como a recepção do público perante os lançamentos... 

O livro fala um pouco da carreira de Tobe Hooper, diretor d'O massacre... Além dele, ele fez produções igualmente conhecidas como Força sinistra, Os vampiros de Salem, Contos da Cripta e Trilogia do Terror. Chegou a produzir até um clipe do ícone do rock Billy Idol - Dancing with Myself.

A franquia passou por inúmeras dificuldades até chegar a nós, telespectadores. Problemas na divulgação, direitos autorais, troca de elenco, sets de filmagem em ambientes quentes, que faziam a produção passar mal com insolação e contratos quebrados que renderam processos... Cortes na montagem pela violência exacerbada também foi outro dos vários empecilhos. Mas depois de mais de 40 anos de seu lançamento, o primeiro filme - bem como o primeiro [original] Leatherface ainda impacta quem o vê pela visceralidade que carrega em suas cenas... 

Grotesco e ao mesmo tempo apaixonante, The Texas Chainsaw Massacre vai além de um homem deformado perseguindo vítimas desesperadas em lugares inóspitos, trazendo uma serra na mão. Há uma aura de mistério pela origem do personagem, que - mesmo na tentativa de explicar sua história nas películas seguintes - não tira de quem o vê na tela certo fascínio por tanta brutalidade... Certamente é um título que merece  estar na coleção de qualquer apaixonado pelo Cinema clássico de Terror, e que vale muito a pena ser dissecado... 






12 Comentários:

Fernanda Yano Says:
29 outubro, 2016

Oie

Bem diferente essa Coleção Dissecando da editora, acho um prato cheio para os fãs.
Esse eu ainda não tiver a oportunidade de ler mas está na minha lista, é um clássico que vale muito a pena!
Adorei seu post!

bjs
Fernanda
http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

Isabela Castro Says:
29 outubro, 2016

Olá! Esse não é meu tipo preferido de filme e, na verdade, eu nunca nem assisti a essa franquia. Então, não compraria um material desse tipo, mas tenho certeza que a coleção irá fazer muito sucesso entre os admiradores do filme.
Beijos,
sigolendo.com.br

Marcia Lopes Says:
29 outubro, 2016

Caramba que bom saber disso.
Quando li o títulos achei que se tratava do filme do qual não gostei nem um pouco. Mas agora a coisa muda de figura e já me interessa a leitura.
E sem comentários sobre a editora, pois ela arrasa sempre.
Bjs

Faby Souza Says:
29 outubro, 2016

Oi Valéria, eu assisti os filmes e não curti, mas amei saber sobre o livro vou ler sim e ver se me agradam. Amei o post <3

Livros da Beta Says:
30 outubro, 2016

Olá!

Não conhecia essa Coleção da Darkside, parece ótima!
Adorei o post, vou buscar saber mais.

Bjs
www.livrosdabeta.blogspot.com.br

Catrine Vieira Says:
30 outubro, 2016

OOi!
Desse mês focado no horror não tenho tirado muitas dicas. haha. O gênero não é para mim!
Mas para os fãs com certeza deve ser uma boa. :)

Viviana Mendonça Silva Says:
30 outubro, 2016

Ja assisti uma vez o filme, e mesmo gostando de filmes do tipo, só conseguir assisti uma vez, mas se tratando desse material eu nao iria adquirir, pois pelo fato de não ser ligada tanto nessa historia, o livro talvez poderia tentar, para conhecer mais detalhes, mas mesmo assim não seria algo tão pra agora.

Beijos

Viviana

Ana Caroline Says:
31 outubro, 2016

Olá, Val. Vejo muitos admiradores dessa franquia, que bom que tem um livro explicativo.
Com certeza eu leria ele, mas antes quero ver todos os livros da série. Já vi um e gostei bastante, espero gostar dos outros. Adorei o post!

Nilda de Souza Says:
31 outubro, 2016

Eu tenho Sexta-Feira 13 que é no mesmo estilo desse. Eu gosto porque a gente fica meio que por dentro dos bastidores do filme. Esse é dos livros da Dark que eu quero ainda comprar.

beijos!

Ana Lícia Says:
03 novembro, 2016

Olááá!

Eu gosto muito de livros que falam de filmes. Roteiros, bastidores e etc. Principalmente quando é de um filme que gostamos muito. Eu até tinhas dois livros do Dissecando, mas confesso que não sentir vontade de ler, pelos filmes não serem meus favoritos, então acabei passando adiante. Mas acho super válido este tipo de obra. Eu tenho o roteiro de Donnie Darko e é meu xodó. <3

beijos

Livros & Tal Says:
03 novembro, 2016

Olá Maria...
Nossa acredita que eu também pensava que se tratava de uma romatização do filme e não que seria informações sobre os bastidores.
Achei interessante essa proposta da Dark de fazer isso com vários clássicos. Ainda assim, eu não leria não porque sou bem medrosa, sabe

beijos
Mayara
Livros & Tal

Mylena Oliveira Says:
10 novembro, 2016

Olá!
Lembro de ter assistido ao filme e morri de medo. Não sou chegada ao gênero terror. Mas para os fãs é um prato cheio.

www.umdejulho.com

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...