"Deixai toda esperança, ó vós que entrais!" Inferno. A divina Comédia [Dante Alighieri]

Páginas

9

O Clic - A rendição do Sexo

 Recentemente ganhei de uma amiga a edição O Clic - A rendição do Sexo, do conhecido autor do gênero erótico italiano, Milo Manara. Essa edição pocket é uma publicação da Ed. Martins Fontes. Já tinha lido há uns anos a série completa, mas em pdf. Foi com grande deleite que revisitei a história segurando o quadrinho em mãos, e resolvi apresentar O Clic a vocês... 

A história se passa em torno de Claudia, uma senhora bem casada com um milionário, linda, fria e reservada. Um cientista bola um aparelho capaz de tratar a impotência sexual, mas um voyeur acaba roubando a invenção e por meio de um sequestro, implanta um chip em Claudia, e ela passa a 'obedecer' aos comandos do voyeur, que manipula a máquina conectada ao chip na cabeça dela. Agora, Claudia se vê como escrava dos fetiches insanos do inescrupuloso ladrão, e pode protagonizar escândalos sem precedentes...  A cada Clic que a máquina dá, algo violentamente voraz acende na mente de Claudia...

Dono de um traço marcante e único, Manara nos apresenta uma história que - acima do apelo sexual - pode render altas risadas com as confusões em que Claudia se mete devido a 'manipulação' do aparelho nas mãos do controlador. De frígida, ela passa a ninfomaníaca incontrolável e está disposta a pagar qualquer preço para tomar posse do aparelho, mas a cada investida, o problema só aumenta, e mais pessoas se envolvem no problema, inclusive seu marido que - tonto - não se dá conta da real situação... 

Interessante frisar que o tal aparelho tem voltagem, e quando ligado ao máximo, maior é o prazer sexual de Claudia... Apesar do conteúdo soar machista a princípio, acredito que existe uma crítica a liberdade sexual da mulher, que mascara seus desejos perante a sociedade, em nome dos 'bons costumes' e a máquina sexual funcionaria como uma espécie de 'justificativa' para liberar Claudia dessas falsas convenções...



Não preciso ressaltar [mas já fazendo] que a obra é apenas para maiores de 18 anos, e se você gosta de uma história erótica com bom conteúdo, além de um traço maravilhoso, O clic certamente vai agradar você... 

Postagem relacionada:

9 Comentários:

Kris Oliveira - Conversas de Alcova

Val, não conhecia a obra, adorei.
Inclusive me lembrou um pouco o livro Clímax do Chuck Palahniuk que eu li recentemente. Acho que tu iria adorar.
Beijoos

Gleyse Vieira

Oi Val, já achei divertido o livro quando comecei a ler sua resenha. E como vc mesma disse, uma boa obra que apesar do teor erótico, traz um conteúdo que enriquece. Bjs

Raquel Cavasini

Olá Maria, não conhecia esse livro, achei bacana a resenha, mas como não curto livros eróticos, acho que vou deixar essa dica passar...

Abraços

Déborah

Valéria, eu não conhecia o quadrinho, mas já adorei.
Caramba! Parece ser genial e fiquei louca para ler.
Deve ser mesmo uma maneira de justificar o fato de algumas mulheres não deixarem seus instintos as levarem por causa da sociedade.

Lisossomos

Leitora Compulsiva

Adorei! Vou colocar na minha lista! Nunca tinha ouvido falar desse autor, Val, acredita? Muito bom saber que além do erotismo o livro aborda a liberdade sexual feminina. Lerei! =)

Gabriela Cerqueira

Olha, eu não gosto de nada com conteudo de sexo mas eu não sei porque esse livro chamou minha atenção, kkk , parece ser diferente dos outros livros que contém hot, e parece trabalhar o tema de um jeito sedutor e com muitas cenas mas não muito vulgar, com certeza irei conferir, beijos

Leituras Compartilhadas

Parece ser bem divertido mesmo. Fico imaginando a situação da Cláudia com esse chip, se poder se controlar, ainda mais sendo uma mulher fria. Não li a obra, mas acho que a sua observação sobre a crítica à repressão sexual feminina faz sentido.

Tatiana

Maria Valéria

Bem, primeiramente não é um livro, e sim uma HQ. Quanto a questão de
ser vulgar ou não, há que se saber o que você rotula como vulgar...até onde vai o 'limite'...
Vai por mim,O Clic não tem NADA desses livros hot que estamos habituados[as] a ver resenhados na blogosfera...

Bruna Souza

oi, tudo bem?
não conhecia o livro, mas achei muito interessante e diferente. E gostei da sua analogia a máquina com a quebra de barreiras repressivas sexuais sobre as mulheres
beijos
http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...