A sombra de Innsmouth, de H. P. Lovecraft [MLI2016]

| 06 julho 2016 | |
Geralmente costumo escolher para leituras noturnas e chuvosas algum exemplar de suspense ou terror de meu acervo... Aproveitando a Maratona Literária de Inverno, onde acrescentei o livro A sombra de Innsmouth a minha TBR, achei pertinente iniciar sua leitura aproveitando a noite fria e soturna do dia anterior ao qual escrevo essa resenha... E me entreguei a leitura, ficando absorta por boas horas...



Recebi esse exemplar da Editora Hedra em parceria com eles. De autoria do aclamado mestre do horror e do Mito de Cthulhu - H. P. Lovecraft -  trata-se de uma novela escrita em 1931 e única obra publicada em vida do escritor... Lovecraft andava frustrado depois de inúmeras recusas de seu trabalho no mercado editorial, que desejava aparar-lhe a liberdade de escrita, e acabou escrevendo o texto sem pretensões de publicá-lo, era apenas para satisfazer seus critério de escrever ficção. O que resultou desse trabalho foi uma obra marcante, perturbadora e cheia de detalhes que fascinam e horrorizam o leitor, como se o narrador contasse algo que aconteceu a nós mesmos...

Numa viagem a Nova Inglaterra, Robert [o narrador] resolve fazer uma parada numa cidade/vilarejo há muito abandonada pelo tempo... Além de não aparecer nos mapas, tem em suas sombras um mistério envolvendo seres estranhos, bizarros e que fogem à compreensão humana... O protagonista se vê obrigado a passar uma noite em Innsmouth, e esta acaba sendo a noite mais alucinante de sua vida... Em algumas passagens dessa noite infernal, fica a dúvida se o que o narrador nos revela é algo real ou se a loucura se apossou de sua mente e toda aquela paranóia tenha ocorrido apenas dentro de sua cabeça... Seriam delírios ou um perigo real e milenar?

Ele havia conversado com um homem da cidade que todos julgam como louco, e este lhe contou vários fatos ocorridos ali, envolvendo rituais e sacrifícios, entre outras bizarrices. A própria população do local se revela pouco amistosa com seu visitante e a todo momento, Robert se sente observado por aquelas figuras que o deixavam inquieto e apreensivo... 
"as pessoas eram ainda mais repugnantes e disformes  [...] que inúmeras vezes vi-me assolado por impressões ameaçadoras de algo absolutamente fantástico que eu não conseguia definir."

Dividida em poucos capítulos, a narrativa se encaminha para um final que deixa o leitor surpreso, e é necessário se atentar a um ou outro detalhe se quiser descobrir esse fator 'surpresa' antes que a história chegue ao fim... Nessa edição há uma carta do autor onde ele fala sobre as recusas das revistas que cercearam suas publicações, e uma árvore genealógica do protagonista da história...



Sobre a introdução, sugiro que leiam após concluir a leitura da obra. Ela traz informações importantes sobre a trama, bem como referências ocultas sobre as ideologias racistas do autor, como se numa espécie de alegoria escrita ele pudesse canalizar seus sentimentos simpatizantes a 'superioridade ariana' e 'miscigenação racial'... Em A sombra de Innsmouth, a miscigenação da população nativa com Criaturas Abissais seria uma espécie de aberração e degeneração da Humanidade, sendo este o motivo de serem repulsivos a habitantes de cidades vizinhas dali, onde só viviam homens que nunca 'se misturaram'... 

Afora esse pensamento [infeliz] do autor, o livro é uma pequena raridade, que possui peculiaridades típicas de seus escritos, o que o difere de outros autores do gênero por trazer a questão do contato do Homem com algo aterrorizante, vindos de outro planeta, de outra dimensão ou da própria mente do personagem... É uma leitura que recomendo aos fãs e aos que desejam começar mas não fazem ideia de como imergir em sua escrita...

Caso queira adquirir um exemplar, é só visitar esse link... 

A sombra de Innsmouth
H. P. Lovecraft
132 páginas
Preço: 29,90
Editora Hedra

14 Comentários:

Ana Luiza Ferreira Says:
07 julho, 2016

Oi Val,

sou louca para ler as obras do autor, já ouvi falar muito bem delas. Uma pena realmente que o autor era racista e tenha tentando colocar esse sentimento em suas obras, mas se você fala que mesmo assim o livro vale a pena, claro que quero lê-lo! Ótima resenha!

Beijos!
Visite o Mademoiselle Loves Books
http://www.mademoisellelovesbooks.com/

Literaliza Says:
07 julho, 2016

Que legal! As edições da Hedra para o Lovecraft são bem caprichadas e eu gosto muito dele! Seguindo o blog, beijos

literalizza.blogspot.com

Gleyse Vieira Says:
07 julho, 2016

Oi Val, adoro quando vc traz resenhas de livros que não são best-sellers, mas que são riquíssimos em enredo e qualidade. Achei a história um tanto esquisita, mas como gosto do gênero, adoraria conhecer mais da obra desse autor. Bjs

Priscila Soares Says:
07 julho, 2016

Olá! Não tenho o costume de ler livros desse gênero, por isso não sei se leria. Apesar disso, a história me pareceu interessante, mesmo com esse deslize do autor sobre a "miscigenação racial". Se decidir ler um livro desse estilo um dia, vou lembrar desse.
Beijos!

Felipe Dieperd Says:
08 julho, 2016

Assim como Edgar Allan Poe, o H. P. Lovecraft é um autor que eu queria muito ler as obras. Até comprei na Amazon um ebook da obra completa dele... só que é em inglês, e tipo é um inglês bem requintado pro meu paladar linguístico. Vou esperar amadurecer o meu idioma e tudo mais, mas de qualquer for, achei muito interessante a premissa do livro. Aliás, odeio essas introduções que contam tudo por trás do livro. Eu não sabia que elas davam spoiler e fui ler a de Peter Pan, e sério, contou até o final do livro. Custa colocar no final? </3 Mesmo assim, beijos e até mais.

Déborah Says:
08 julho, 2016

Valéria, morro de curiosidade para ler algo do Lovecraft, parece ser uma leitura maravilhosa.
É uma pena o comentário infeliz do autor.

Lisossomos

Roberta Gouvêa Says:
08 julho, 2016

Oi Val, tudo bem?
Eu não curto terror, na verdade até curto, mas sou muito medrosa e durmo sozinha rs, então leituras do gênero acabam não entrando na minha lista. Mas, tem uma colaboradora no blog, a Tamara, que AMA terror, com certeza vou indicar A Sombra de Innsmouth pra ela e passar a dica de ler a introdução só depois. Realmente, muito infeliz o pensamento desse autor :(
Beijos <3

Morgana Brunner Says:
08 julho, 2016

Oiii Maria, como vai?
Eu fiquei louquinha pela obra que escolheste para a sua maratona, ótima escolha hein <3 quero saber logo o resultado disso e em relação da obra quero realmente ler, amo gêneros de terror despertam muito meu interesse.
Beijinhos

Thatyane Says:
08 julho, 2016

Oi, já ouvi falar nesse autor, mas não sabia que ele escrevia terror, e eu não curto livros de terror, por isso, não leria esse ou outros livros do autor, mas para quem curte, como por exemplo, quem é fã de Edgar Allan Poe é uma ótima pedida. Ótima maratona para você (também estou participando)
bjus

Leituras Compartilhadas Says:
09 julho, 2016

Já tem algum tempo que quero ler essa obra, mas não sabia que era melhor ler a introdução por último, valeu pelo toque. Nada melhor do que criar um clima para uma leitura de terror e suspense. Uma noite chuvosa é perfeita.

Tatiana

Fabrica dos Convites Says:
10 julho, 2016

Poucas pessoas escolheriam um livro como este para tempos assim, mas não vejo problema algum, e pelo visto é um bom livro para o gênero. Obrigada pela dica da introdução, pois não sabia disso.
Bjs!

Brubs. Says:
10 julho, 2016

Não conhecia o livro e confesso que não pegaria para ler, não faz muito meu tipo de leitura, mas vc deixou claro o quanto é rico o livro quase um classico né?! Obrigada pela dica e se um dia eu for começar a ler algo assim lembrarei com certeza de vc ;D

Bruna Souza Says:
17 julho, 2016

oi, tudo bem?
gostei da premissa e fiquei curiosa com o livro. Adoro tramas bem conduzidas e que surpreendem. E obrigada pela dica da introdução.
beijos
http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

Viviana Mendonça Silva Says:
20 julho, 2016

Não sei se é forma que tu resenha, mas sempre fico curiosa com os livros resenhados, sempre anoto um ou outro e com esse não foi diferente. Até mesmo para poder compreender o que de fato o autor quis passar.

Beijos

Viviana

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...