Wall - E e a crítica por trás de um amor entre robôs...

| 13 junho 2016 | |
Certamente você já viu ou ao menos ouviu falar no Desenho animado da Pixar/Disney, de um robozinho fofinho que cata lixo e se apaixona por uma robozinha branca que guarda uma plantinha, não é? Mas, se por um acaso você não for do planeta Terra [acontece!] será a primeira vez que você verá uma menção sobre Wall - E. E ouso ir mais além mostrando a vocês que passam por aqui, que além da animação de sucesso, temos também uma HQ da história do filme. Ficou curioso[a]? Então continue lendo aqui...

Claro que - como fã da animação - não poderia deixar passar a chance de adquirir meu exemplar em mangá. Em 2105, os humanos foram viver no espaço, deixando o planeta Terra para trás, cheio de escombros, sujeira e ruínas. Milhares de robôs se encarregaram de fazer uma limpeza geral e só quando o planeta estivesse limpo novamente, os humanos retornariam ao planeta. Uma pena que a limpeza nunca acabou... Mais de 700 anos depois conhecemos um robô Wall-E [Waste Allocation Load Lifter - Earth Class, Transportador e Compactador de lixo terrestre, numa tradução livre], que passa seus dias a vagar pelas montanhas de lixo, sem plantas, sem água, sem vida. Ele funciona como uma espécie de catador, recolhe objetos que acha interessantes e os organiza em sua 'casa'. As demais coisas são compactadas e empilhadas. Além do lixo, ele tem uma pequena barata por companhia, Hal.

Ao contrário do que muitos podem pensar, Wall-e tem sentimentos e é muito fofo. Mas um belo dia, ele encontra uma plantinha e logo aparece uma nave pousando perto dele e dela sai uma robô branquinha e arrendondada, com um designer mais 'arrojado' do que nosso pequeno protagonista, feito de 'remendos de sucata'... Essa robô se chama Eve [Eva] e seu dever é encontrar vestígios de vida no planeta. Logo, ambos embarcam numa aventura regada a desafios, danças no espaço e uma importante crítica ao ser humano e sua imundície...


Os humanos que conhecemos não passam de parasitas que vivem às custas de robôs, entregues por completo ao consumismo e comodismo, chegando ao ponto de nem virarem a cabeça para se cumprimentar, vivendo numa nave onde um mecanismo tenta impedir que qualquer sinal de vida os leve de volta para a Terra. A história, seja no filme ou no quadrinho, nos coloca em reflexão acerca do quanto a modernidade e tecnologia nos torna estéreis e frios. As relações humanas há muito se perderam, bem como o contato com a natureza. Tudo é artificial, e quando surge a plantinha verde, uma esperança renasce junto com ela... Seria muito tarde para salvar o planeta? Serve como um verdadeiro alerta sobre o lixo que produzimos em nosso 'lar azul'... 


A trama funciona bem para adultos, crianças, pessoas de todas as idades. Por trás do 'romance' entre Eva e Wall-e, se desenvolve uma bonita história que nos faz refletir e repensar nossos hábitos e valores... Em suma, a novelização é bem fiel ao desenho animado, não trazendo nada de novo para quem viu o filme. Mas achei bem válido ter na estante... A obra é uma publicação da Editora Abril...

15 Comentários:

Morgana Brunner Says:
15 junho, 2016

Oiii Maria, tudo bem?
Menina fiquei chocada em saber que tem um livro desse filme, eu já assisti uma vez e estou procurando para assistir novamente <3 a história é fofa demais.
Beijinhos

Thatyane Says:
15 junho, 2016

Oi, não assisti esse filme por inteiro e fiquei surpresa ao saber que tem um livro desse filme, e já fiquei curiosa para ler e assistir o filme desde o começo, já que é muito elogiado. Amei a postagem e o modo reflexivo que você abordou sobre esse filme/livro.
bjus

Jess Leite Says:
16 junho, 2016

Olá!
Eu não assisti o filme, peguei só umas partes aleatórias e achei o robozinho uma graça.
Não sabia que existia uma novelização e achei legal que seja fiel ao filme. Vou contar pro meu namorado, ele que sempre me perturba pra assistir Wall-e, haha.
Vou ver se tiro um tempo para conferir o filme por completo, a trama parece bem legal e quero conferir os pontos abordados em relação a tecnologia, relações humanas e natureza.
Beijos!

Danielle Rodrigues Says:
16 junho, 2016

Oi Valéria tudo bem, eu quero muito essa edição em quadrinhos, onde achou? Esse filme Wall-E é muito lindo, ele transmite uma mensagem tão profunda em forma de desenho que fiquei admirada. Mostra como as pessoas ficam totalmente dependente de tecnologia e como nosso planeta padece. ADOREI!!!

Luan Sampaio Says:
16 junho, 2016

Oi, Valéria! Tudo bem?
Fiquei feliz em saber que não fui o único aqui dos comentários que não assistiu ainda está animação - mas calminha, eu gosto de ficção científica, então brevemente estarei vendo -, não sabia a existência dessa história em quadrinho, mas adorei, hein? Já quero! Nunca tive percepção a respeito como você comentou - pois para mim era apenas um robô que se apaixonava por outra, porém é muito mais do que isso, adorei -. Ótima postagem! <3

Beijos,
Luan | http://www.entreutopias.com/

carool santos. Says:
17 junho, 2016

Não acrediro que tem mangá de Wall-e <3 Amo o filme e sempre adorei o personagem e todo universo em volta. Acho que foi um doa filmes que fez miinha infância. Adorei conhecer esse informação nova.
Beijos;
https://diariasleituras.blogspot.com.br/

Francine Porfirio Says:
17 junho, 2016

Oi, flor!
Eu não sabia que havia o mangá de Wall-e! Eu fiquei muito interessada em ler e concordo com você que os humanos sejam mesmo parasitas nesse contexto. Tenho muito medo do que o futuro nos reserva considerando que provavelmente seremos cada vez mais dependentes da tecnologia. :/ Eu senti falta de ver ilustrações do mangá (rs). Poderia postar no Instagram algumas fotos? É só me marcar por lá (@francine.porfirio). Adoraria ver a beleza desse mangá.

Beijos!
www.myqueenside.com.br

Nuccia De Cicco Says:
18 junho, 2016

De fato, essa pra mim é uma das melhores animações da Disney, pois gosto muito quando elas transmitem esses ensinamentos, quando nos fazem pensar junto com a diversão. Wall-E mostra como os humanos são despreocupados com o futuro, que consomem e produzem em excesso, somos seres que não sabem lidar com seu lixo e pouco se importam com a vida que nos sustenta. Espero que as gerações futuras entendam 'a moral' da história e cuidem melhor do planetinha... ;)

Cia do Leitor Says:
18 junho, 2016

Au amei esse filme, me senti assistindo um filme de Chaplin da atualidade (por ser mudo) lindo demais e bem expressivo. Mangá de Wall-e Grande novidade!
Amei a postagem.
Bjocas
Ni
Cia do Leitor

Bárbara Prado Says:
18 junho, 2016

Esse filme é incrível, não sabia que tinha um livro. Adorei
Beijos

http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/?

Débora Costa Says:
19 junho, 2016

EU gosto muito da temática dessa animação e da forma leve como eles tratam esse tema. Eu não sabia que tinha um livro, mas com certeza eu vou comprar.

http://laoliphant.com.br/

Barbara Montechiare Says:
19 junho, 2016

Maria, também adoro o Wall-E, mas só sabia do filme! Não fazia ideia que existia uma HQ dele. Lembro que a primeira vez que eu vi o filme eu achei o roteiro sensacional, as críticas são bem construídas e pautadas. Mas mesmo tendo esse lado negativo e pesado - que tenta nos fazer abrir aos olhos quanto ao cuidado com o nosso planeta - o Wall-E deixa a história toda mais leve e divertida. Amo esse filme <3

Um Metro e Meio de Livros

Ju Says:
19 junho, 2016

Não sabia nada sobre Wall-E além da existência dele, nem dessa robozinha branca nunca tinha ouvido falar... rs... Não sabia da existência da novelização, mas não curto esse tipo de leitura. Mas o filme fiquei com vontade de ver, achei legal abordar o enorme problema do lixo.

Beijo.

Ju
Entre Palcos e Livros

Catharina M. Says:
19 junho, 2016

Oie
eu nunca assisti a animação mas tenho bastante curiosidade por só ver elogios e parece ser bem diferente do que as animações que estamos acostumados, muito legal sua critica

Beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Kátia Moura Says:
25 junho, 2016

Olá!
Flor, eu sou a louca dos filmes animados e eu amo de paixão esse ai. Eu não sabia que tinha o livro também, vou querer ler em breve!

Oxente,Leitora!

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...