12 meses de Poe: Revelação Mesmeriana

| 31 maio 2016 | |
Estamos no quinto mês do Desafio 12 meses de Poe e o conto da vez é o Revelação Mesmeriana. Foi publicado pela primeira vez em 1845 e logo no início temos uma pequena descrição do termo Mesmeriano. Seria algo parecido com a hipnose que conhecemos nos dias atuais... 

Mais uma vez o narrador [de nome desconhecido] nos apresenta o Mesmerismo e o Sr. Vankirk, que é um de seus pacientes em que ele usa a técnica já há um bom tempo... Então somos presenteados com um diálogo entre o Sr. Vankirk e nosso narrador, em que este questiona o paciente sobre temas como Morte, Deus e a vida...


O diálogo entre os personagens é denso e certamente a leitura deste conto levanta várias reflexões ao leitor, principalmente no que compete ao que sabemos ou ousamos conjecturar sobre a espiritualidade e a morte... Por vezes, o Sr. Vanvirk se perde em seus pensamentos e não é apenas o narrador que nos passa a sensação de falar sozinho... É como se o paciente falasse consigo mesmo durante a conversa com o outro personagem...

Confesso que nunca tinha lido esse conto antes, e ele me foi o mais complexo até o momento. Não espere terror ou suspense, embora ainda possua um leve teor soturno, típico da escrita de Edgar Allan Poe... O final é impactante e certamente irá surpreender o leitor...

Enfim, espero que tenham curtido a postagem... O conto de junho é O enterro Prematuro, e trata-se de uma releitura para mim... Beijos e até a próxima... 


14 Comentários:

Cristina Deutsch Says:
01 junho, 2016

Oi, como vai?
Conheço as obras de Edgar Allan Poe, e muitos acreditam encontrar nelas, terror, e nem sempre é assim, existe quase sempre suspense, porém, aquele pavor, isso nem sempre ocorre. Já li contos muitos mais assombrosos que os Poe. Ainda assim a leitura vale a pena, sempre muito bem escrita. Gostei do seu post, parabéns!
http://www.cristinadeutsch.org/
Saudações literárias.
Beijos no ♥

Morgana Brunner Says:
01 junho, 2016

Oiii Maria, como vai?
Realmente eu adorei as postagens e acho incrível esse projeto de 12 meses lendo as obras desse autor, como já sabe, ainda não tive oportunidade de ler nenhum e adorei esse que escolheste da vez.
Beijinhos

Sarah Nascimento Says:
01 junho, 2016

É a segunda vez que vejo alguém indicando o Poe só hoje e tô começando a me sentir mal por nunca ter lido nada dele rsrs
Vou procurar agora mesmo o Revelação Mesmeriana para ler.

Beijos,
S de Sarah

Thatyane Says:
01 junho, 2016

Oi, você acredita que nunca li nada do Poe? Sinto até vergonha disso, mas nunca li nem um conto dele, mas espero mudar isso em breve. Gostei da proposta de ler um conto dele por mês e vou se ainda leio esse ano, quem sabe no mês do horror. Gostei do conto e sempre que puder, vou visitar o blog para conhecer seus contos e sua escrita.
bjus

Bruna Souza Says:
01 junho, 2016

oi, tudo bem?
gosto muito dos escritos de Poe, e geralmente nos chocam no final,rs. Eu não conhecia esse, mas só pelo tom das reflexões entre paciente e narrador, já dá pra perceber que não precisa do terror e suspense para ser denso e complexo. Fiquei curiosa agora
beijos
http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

Milena Lais Says:
02 junho, 2016

Olá.
Adoro vir ao seu blog, sempre leio algo de um livro interessante e cheio do que eu mais gosto.
Eu não li nenhum livro completo do Poe, mas estou lendo o Histórias Extraordinárias e ele está me cativando muito com tudo o que eu estava esperando ao iniciar a leitura.
Gostei muito deste projeto de 12 meses de um escrito, vou ver se ano que vem eu adoto isso também, se me permitir (:
Abraço e bons contos!

Leituras Compartilhadas Says:
03 junho, 2016

Adoro Poe, é um dos meus autores preferidos. Acho esse desafio o máximo porque, embora Poe seja um dos maiores autores da literatura universal, nem todos o conhecem, e essa é uma oportunidade para que mais pessoas se interessem por suas obras. Os textos dele são fantásticos, com o perdão do trocadilho.

Tatiana

Débora Costa Says:
03 junho, 2016

Eu quero muito ler o trabalho do Poe. Estou vendo umas séries na internet sobre ele e é realmente bom.


http://laoliphant.com.br/

Gustavo Mendes Says:
03 junho, 2016

Olá!
Nunca li nada do Poe, mas tenho vontade de fazê-lo, e esse livro me despertou curiosidade, quero saber qual é esse final impactante, haha!

Beijos
http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

Jéssica Melo Says:
04 junho, 2016

Olá Maria, eu quero em breve fazer algum projeto de leitura do autor também, apesar deste ter sido dos que você resenho o conto que menos chamou minha atenção ainda sim curti a proposta do enredo.

Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

Raquel Cavasini Says:
04 junho, 2016

Manina, percebi que essa leitura não foi fácil, isso não quer dizer que você não tenha gostado ou aproveitados, mas que a leitura requereu mais atenção e reflexão. Adoro quando isso acontece.

Abraços

Catharina M. Says:
05 junho, 2016

Oie
muito legal o post, nunca li nada do autor ainda mas a curiosidade é bem grande, espero conseguir em breve

Beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Anna Costa Says:
05 junho, 2016

Estou super ansiosa com o conto de junho, Val! Vou postar sua resenha no blog/página. Beijos!

Meu blog
Desafio de leitura #12mesesdepoe

Andréa Fundo Falso Says:
09 junho, 2016

Olá!

Eu tenho certeza que não li esse conto, mas a história dele não me é estranha... Será que tem algum filme, ou um daqueles estilo "contos da cripta" dele? Fiquei encafifada que já vi em algum lugar...

Bjus
Blog Fundo Falso

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...