Esperando por Doggo Zzzzz...

| 29 abril 2016 | |
Recebi de cortesia da minha amiga Lilian, do blog Poesia na Alma o livro Esperando por Doggo, de Mark B. Mills, publicado recentemente pela Editora Novo Conceito. A princípio fiquei entusiasmada por se tratar de 'história com cachorro' [sim, sou dessas], mas no decorrer da leitura senti que não estava caminhando a lugar nenhum... 

Doggo é o cãozinho deixado com Daniel, após Clara ter ido embora depois de um relacionamento de quatro anos juntos, e ela parte sem explicação com destino ignorado. Agora, Daniel não sabe o que fazer com aquele cachorro 'feinho' e resolve levá-lo de volta ao abrigo onde Clara havia adotado o animal, mas acaba levando o pequeno para casa novamente... Ele enfim consegue um emprego mas tinha receio de deixar o cachorro sozinho em casa. Após alguns acontecimentos [forçosos, eu diria], o cachorro ganha o direito de frequentar o trabalho de seu dono, numa agência de publicidade, e logo cativa [quase] todos ao redor...

Lá, Daniel conhece uma garota chamada Eddie, e logo ficam amigos. E a história vai se perdendo nas [des]venturas de Daniel, tendo como coadjuvante Doggo. Eu pensei que o foco do livro seria o cachorro, mas ele fica relegado a segundo plano, enquanto a trama se concentra nas intrigas do trabalho de Daniel, numa busca por alguém que ele descobre fazer parte de sua vida a partir de uma visita ao avô, num asilo, à sua relação com a mãe, e depois numa busca pelo antigo dono de Doggo. Foram vários pontos que se entremearam de forma insípida, que não me causaram sentimento como leitora...

O processo de construção do relacionamento entre dono e cão não teve emoção, eu não consegui me conectar aos personagens, nem aos secundários, que pra mim, foram pouco explorados... Mas conto como ponto positivo o próprio animalzinho, eram as melhores partes do livro os momentos em que o holofote se virava pra ele, e era apenas por isso que eu insistia na leitura, a fim de estar próxima de Doggo e de seu jeitinho cativante... 



Com relação a diagramação, a editora fez um bom trabalho, praticamente não vi erros ao longo dos capítulos, e eu gostei dos ossinhos dividindo algumas passagens da história... Em suma, Esperando por Doggo é uma leitura a ser feita não se esperando muito em troca, pode até surpreender se o leitor não for exigente, mas comigo, infelizmente a conexão não existiu... 


5 Comentários:

Gabrielly Marques Says:
01 maio, 2016

Oii Val! Tudo bom?
Também não gostei do livro :/ Achei a história forçada, principalmente por terem colocado um cachorro no meio, sendo que ele não teve destaque algum durante a narrativa!! O livro se resumiu a um homem com a vida ferrada tentando se reerguer, e mais nada. Relação entre o Daniel e o Doggo não teve emoção alguma! concordo!

Beijos <3
http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

Raquel Cavasini Says:
01 maio, 2016

Oi Maria, que pena que a leitura não te cativou, fico chateada com essas situações...a gente espera algo e nos deparamos com uma coisa bem diferente. Já tinha ouvido falar dessa obra, visto outras poucas resenhas, mas o pessoal até que tinha curtido. Eu estava interessada, mas agora fiquei com um pé atrás.

Abraços

Déborah Says:
03 maio, 2016

Valéria, não li o livro, mas confesso que se o foco não é o Doggo, então a história realmente é sem graça.
Que bom que pelo menos as partes que tinha ele valeram a pena.
Não me interessei na leitura.

Lisossomos

Gabriela Erler Says:
03 maio, 2016

Eu não sou chegada a histórias em que envolvem protagonistas animais, não é algo que me chama atenção. Por isso não fiquei interessada nesse livro quando vi o lançamento. É uma pena que você não tenha curtido a leitura.


Beijos, Gabi
Reino da Loucura - Participe do top comentarista de maio, serão dois ganhadores.

Milla Alkimim Says:
04 maio, 2016

Oi Valéria!
Não costumo ler livros que tenha personagens animais com receio de algo ruim acontecer a eles (sou dessas) hahahaha. Achei uma pena a história ter se perdido do que parecia ser o propósito original. Analisando por sua resenha, que por sinal adorei, o título do livro não faz muito sentido.

http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...