O Flautista Misterioso e os Ratos de Hamelin [em cordel]

| 06 março 2016 | |


Fiz uma troca de liros e recebi essa linda edição da Editora 34, que consiste numa adaptação da história d'O flautista de Hamelin escrita no formato de Cordel. Foi uma leitura rápida e deliciosa, foram minutos válidos gastos com um livro infanto-juvenil...

"Contam relatos antigos
que muitos anos atrás
Hamelin era tranquila,
tudo ali vivia em paz.
Os seus habitantes eram
felizes e cordiais.

Mas um dia, de repente,
algo incrível aconteceu.
Como um castigo medonho
que lá do céu se abateu,
veio uma praga de ratos
que ninguém compreendeu."

A lenda do flautista de Hamelin foi contada pelos irmãos Grimm e por Robert Browning, um poeta inglês. Essa história oral de origem alemã supostamente surgiu em meados de 1376, mas o relato que os Irmãos Grimm colheram data de antes, 1284. A lenda fala sobre um flautista que chega a cidade de Hamelin, que estava acometida de uma enorme praga de ratos. Ao som de sua flauta, ele se ofereceu como 'pegador de ratos', uma profissão comum na época e prometeu dizimar a praga. Ele atrai os animais até o rio, afogando-os. Quando vai receber sua recompensa, o prefeito da cidade se recusou a pagar o que foi prometido. Então o flautista toca e as crianças da cidade o seguem, como que hipnotizadas...  Sobre o final do conto, não direi - embora muita gente conheça a história original - pois seria um spoiler desse livrinho que tenho em mãos... 

Até hoje a cidade de Hamelin vive dessa lenda, há até uma peça de teatro encenada ao ar livre para os turistas. Não só lá, mas em outras cidades alemãs a lenda se relata, com algumas variações, claro, mas a essência está presente... Os versos do cordel são encantadores e a leitura flui muito bem. Ao fim do livro, temos uma pequena explicação sobre o formato cordel, bem como sobre a lenda original. 

Contamos também com ilustrações belíssimas feitas por Mario Bag, dando um toque gracioso à obra. Com relação a diagramação, a Editora 34 não peca, é um excelente exemplar que tive o prazer de chamar de meu... 

O trecho abaixo pode conter spoiler. Se não quiserem arriscar, ignorem... 

"Mais de setecentos anos
já são hoje transcorridos
e os meninos continuam
todos desaparecidos,
mas, como existe a história,
nunca foram esquecidos."

Em suma, é uma leitura para todos os tipos de amantes de livros. Você vai se encantar com o belo texto de Braulio Tavares.


O flautista Misterioso e os Ratos de Hamelin
Cordel
Braulio Tavares
Ilustrações: Mario Bag
Editora 34
71 páginas
5 estrelas

5 Comentários:

Morgana Brunner Says:
07 março, 2016

Oiii
Que coisinha mais linda e amável este livro guria, fez uma ótima troca hein? Não resisti e li a parte que você disse que contém spoiler, fiquei de cara, de tanta vontade. Quem sabe eu encontre para realizar a troca também.
Beijão

Literaleitura Says:
08 março, 2016

Olá, gosto bastante da história d'O flautista de Hamelin, desde pequena sou encantada por esse tipo de literatura <3

Beijokas da Quel ¬¬
Literaleitura

Gleyse Vieira Says:
08 março, 2016

Oi Val, essa é a primeira resenha de cordel que vejo. Achei bacana da sua parte trazer isso pro blog, já que o cordel é um trabalho rico, encantador e bem nordestino. Essa história é bem conhecida e se o final for igual ao da lenda original já sei o que acontece hehe. Bjs

Suzzy Chiu Says:
08 março, 2016

Hello!

Que resenha bacana do Flautista Misterioso e os Ratos de Hamelin.
Acho que não li nada em cordel ainda e foi bem interessante conhecer mais atraves da sua resenha.
Fiquei curiosa para ver as ilustrações feitas por Mario Bag.
.
Beijos.

Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

Elileudo Júnior Says:
08 março, 2016

Olá :)
Que fantástico esse livro em cordel :D Conheço a história escrita de maneira "normal" e de cordel deve ser maravilhoso.
Abraço
http://interessantedeler.blogspot.com.br/

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...