Tiro de Misericórdia, um compilado metafórico de Ensaios...

| 21 fevereiro 2016 | |


Recebi de cortesia da Editora NVersos o livro Tiro de Misericórdia, de Flávio Ricardo Vassoler e a princípio achei tratar-se de uma coletânea de contos e aforismos de cunho existencial... Não deixa de ser, mas a proposta do autor vai além do imaginado por mim...

Tiro de Misericórdia traz inúmeros textos, alguns curtos outros mais longos sobre a política de Capitalismo vs Socialismo, sobre o consumismo, sobre o totalitarismo, sobre o fato de ser humano num mundo consumista e egoísta... Usando de referências de livros e filmes, o autor vai construindo uma teia perturbadora que vai causar um impacto de reflexão no leitor, numa linguagem densa e ao mesmo tempo fluída...

Ao longo de suas pouco mais de 250 páginas, o leitor vai identificando poesia dando voz à críticas sociais. Como dito no prefácio da obra, Tiro de Misericórdia é um sol de agonias: aflora sentimentos dúbios num leitor por vezes habituado a certezas inalteráveis. Prepare-se para ter suas convicções alteradas ou - no mínimo - reavaliadas...

Flávio Ricardo discorre sobre como o consumismo pode ser motivo de status para a aceitação do indivíduo no meio em que vive. Funciona como uma válvula de escape para uma possível depressão ou descontentamento com o mundo, quando na verdade por até agravar o fato... O consumismo seria uma espécie de simulacro, danoso a longo prazo com uma falsa promessa de solução...

O autor ainda critica a falsa solidariedade, a lei do mais forte, imposta ao Homem desde cedo, quando na mamadeira de sua existência o egoísmo e individualismo são reforçados. A violência é banalizada, Somos alheios ao sofrimento do 'outro', matamos de forma indireta. Vivemos numa guerra de valores e aceitação, onde o materialismo separa o mais forte do mais fraco, numa selva cinzenta de altos arranha-céus...

"Estamos em Londres. Não há guerra na City londrina - ao menos declaradamente. O capitalismo veste os soldados com armas civis. Os batalhões são arregimentados pelos vagões de metrô. Na guerra do capital, as mulheres também lutam."

Tiro de Misericórdia faz despontar no horizonte do raciocínio uma fagulha de incerteza, faz [re]pensar... 

16 Comentários:

Andréa Fundo Falso Says:
21 fevereiro, 2016

Olá!

Essa capa de deixou louca para ler essa obra, e não é de hoje!
Visto a sua resenha, confirmei que quero ler! Gosto desse tipo de livro e a capa me lembrou capas japonesas! Sei lá, mas gostei dela mesmo!

Bjus
Blog Fundo Falso

Fabrica dos Convites Says:
22 fevereiro, 2016

Oi Maria, o livro parece ser muito bom ainda mais por nos fazermos refletir. Vou anotar a dica.
Bjs, Rose

Morgana Brunner Says:
22 fevereiro, 2016

Oiii flor <3
u já vi as fotos que havia no seu instagram sobre este livro, e fiquei com bastante curiosidade em conhecer, acho que leu meu pensamento kkkkkkkkkk leria com toda certeza, gosto de livros que nos fazem pensar.
Beijão

Raquel Cavasini Says:
23 fevereiro, 2016

Olá, ainda não conhecia a obra e achei a temática interessante.


Beijokas da Quel ¬¬
Literaleitura

Pensamento Literario Says:
23 fevereiro, 2016

Oi!!

Esse tipo de livro me atraí, que leva o leitor a refletir o impacto do governo na sociedade, como as massas podem ser facilmente dominadas, que ações são realizadas sem o cidadão nem se dar conta. Enfim, a capa é assustadora, mas o enredo encantador.


Beijos!

Andrea Galvão Says:
23 fevereiro, 2016

Oi!
Eu não conhecia a obra, mas esse não é o tiop de livro que mais me interessa. A capa já me chocou, não sei o que acharia dos textos. Que bom que a leitura foi interessante pra você!
Beijos,
Déia
Own Mine

Kamila Villarreal Says:
23 fevereiro, 2016

Olá!

To chocada com esse livro! Não o conhecia, mas adorei a premissa, foge bem do comum. Foge mesmo. Achei maravilhoso, pena que os livros dessa editora não são tão fáceis de achar aqui onde moro...

resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

Camila Coelho Says:
23 fevereiro, 2016

Eu gostei mais da Nutella do que da capa do livro. A premissa mão chamou minha atenção pois eu não sou muito ligada em política e isso de capitalismo, consumismo e etc dá um nó na minha cabeça danado.
Fica para uma próxima dica.
Bj
Camila Bernardini Coelho

Catharina M. Says:
23 fevereiro, 2016

Oiiie
uau, que diferente a premissa, muito diferente do que costumo ler pois não costumo ler sobre politica e afins mas parece ser uma ótima leitura

Beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Carolinavga Says:
23 fevereiro, 2016

Olá Maria.
Ótima resenha.
Essa nutela me deu agua na boca haha
O livro parece ser interessante apesar do assunto não me atrair tanto. Mas as reflexões que ele pode vir a trazer me fascinaram.

Beijos
http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

Catrine Vieira Says:
24 fevereiro, 2016

Ooi
Confesso que To sentindo uma agonia com essa capa kkkk
Não é bem o gênero que gosto, mas para tem gosta deve ser bem interessante. :)
Beijoos!
www.estantemineira.blogspot.com

Nuccia De Cicco Says:
24 fevereiro, 2016

Com uma capa forte e um tema interessantíssimo, é um livro que tem tudo para instigar minha curiosidade de boas leituras. Seu texto só reforça essa impressão. Ficou show!
Até + ver! Nu.
As 1001 Nuccias | Curtiu?

Livros & Tal Says:
24 fevereiro, 2016

Oii não conhecia a historia e confesso pra vc que ela não me chamou muito a atenção por nao se enquadrar no meu estilo :/

beijos
Livros & Tal

PorredeLivros Says:
24 fevereiro, 2016

Oi, não imaginava que o livro tratava-se de temas tão sérios, digamos. Acho que pra agora não seria a leitura ideal pra mim, por motivos obvios: de assuntos sérios, ja basta a faculdade. Quem sabe depois, né?

HTTP://PORREDELIVROS.BLOGSPOT.COM

Saga Literaria Says:
25 fevereiro, 2016

Olá,
gostei da sua resenha, já tinha visto essa obra em algum blog, adorei a premissa e achei a capa muito forte mesmo. No momento não pretendo ler, mas é um obra que certamente ainda vou ler. www.sagaliteraria.com.br

Lumartinho Says:
26 fevereiro, 2016

Oie Val!
Confesso que os títulos da NVersos não me chamam muito a atenção e só descobri isso depois que fui ao evento deles no ano passado e pude conhecer melhor as obras publicadas pela editora. Apesar de adorar livros que trazem críticas sociais, esse não me chamou muito a atenção.
Beijos


LuMartinho | Face

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...