[Semana Especial Claudio Duffrayer] Poema - Queda

| 18 fevereiro 2016 | |
Olá, pessoal! Dando continuidade a Semana Especial Claudio Duffrayer, trago para vocês mais um texto inédito escrito pelo autor... Espero que apreciem...


Queda

É preciso um único passo para que retornem aqueles que conheço tão 
intimamente; não os ardentes lábios do inferno, mas os frios braços do limbo.
É preciso um único passo para que elas retornem, ardilosas, mutáveis e 
pacientes; ondas paralisadas em seu ápice, as cristas afiadas como guilhotinas cuja 
descida é inevitável.

O passo é dado sem dor, e quando tragam-me as ondas, quando as lâminas 
descendem, encontro aqueles que não podem ser meus semelhantes, escarnecendo 
de mim com suas asas, cascos e chifres.
Filhos de Ahriman.
Filhos de Baphomet.
Filhos de Alastor.
Trazidos à tona pelo meu sopro hesitante.
A queda é lenta, fazendo-me ver as ondas como elas sempre foram, 
campânula não vítrea ou aquosa, mas sangrenta; esquife onde aprisionei-me... para 
sempre?

A queda é lenta, e quando alcança-me o sangue ainda quente, memória 
saudosa do que poderia ter sido, pergunto-me se recebo um batismo ou uma extrema-
unção.
Talvez nenhum dos dois.
Só os mortos podem saber.

Quisera eu poder ignorar os espectros que me acompanham, mas eles 
meramente ecoam meu desespero.
Quisera eu poder não enxerga-los, mas minas pálpebras foram arrancadas.

A queda é lenta.
Não me importa.
A queda é lenta.
Não infinita.
Atinjo o solo.
Ileso?
Levanto-me.
Ergo as mãos.
Sei onde estou.
Ouço os uivos...

Fito o escuro.
Toco o escuro.
Sinto o escuro.
Ouço os uivos.
Redescubro a dor.


Aguardem que logo tem mais novidades sobre o autor... Beijos ;)



4 Comentários:

Nerd Book Says:
18 fevereiro, 2016

O texto digamos que é bem profundo e ao mesmo tempo algo bem "dark", eu diria, mas algo bem verdadeiro.
www.nerdbookblog.wordpress.com

Raquel Cavasini Says:
18 fevereiro, 2016

Gostei do texto, é bem profundo e cheio de sentimentos.

Beijokas da Quel ¬¬
Literaleitura

Leituras Compartilhadas Says:
19 fevereiro, 2016

Que texto maravilhoso! É bem reflexivo e ao mesmo tempo tem algo de melancólico. Não conhecia o autor, mas adorei e já estou aguardando por novas postagens com os seus textos.

Tatiana

Livros da Beta Says:
19 fevereiro, 2016

Que texto maravilhoso e intenso, adorei! Parabéns ao autor!

Bjs
www.livrosdabeta.blogspot.com.br

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...