O 14º Dalai Lama - Uma biografia em mangá

| 12 fevereiro 2016 | |

"Porque a violência só pode ensejar mais violência e sofrimento, nossa luta deve manter-se não violenta e livre de ódio."




Trago a resenha de mais um quadrinho da Case Editorial, de autoria de Tetsu Saiwai e que conta a história de Llhamo Döndru, o 14º Dalai Lama, autoridade religiosa de grande importância na cultura tibetana... 

A biografia em estilo mangá aborda desde a morte do 13º Dalai Lama e de quando encontraram seu sucessor, até a invasão do governo de Mao Tse-Tung no Tibete, fazendo com que a cultura dos tibetanos fosse substituida pela cultura chinesa, não sem ocorrerem muitas mortes durante o processo... 

É necessário entender um pouco do contexto a fim de apreciar melhor a obra, apesar dela possuir uma linguagem de simples compreensão e um traço limpo e bonito... A tradição budista tibetana afirma que quando um Lama morre, outro é colocado em seu lugar, porém é o mesmo, reencarnado em algum menino. Quando o encontram, ele é treinado por anos até assumir as responsabilidades de seu povo. Os Dalai seriam emanações de Boddhisattva Chenrezing, uma santidade budista, que para chegar a um estado de iluminação suprema, faz um voto de só alcança-la quando todos os seres viventes também o fizerem.

Somos levados ao Tibete do século XX, ao ano de 1933, quando um novo sucessor deveria ser encontrado... Durante o processo para se transformar num dirigente religioso e político, o 14º na linha sucessória passou por várias provações e obstáculos, quase sendo assassinado em determinado período de sua vida...

A invasão militar chinesa e anexação territorial do Tibete à China se deu durante seu período de atividades'. Lama teve que tomar várias decisões que não trouxessem a extinção dos costumes de seu povo, bem como fugir do país a fim de não ser morto, sendo acolhido na Índia... O princípio de não-violência é pregado até hoje, pois apenas com a paz pode haver a iluminação de todas as criaturas... 

A filosofia budista tem inúmeros adeptos, e tem na figura do 14º Dalai Lama um exemplo a ser seguido em busca do conhecimento, não-violência e iluminação espiritual... Os primeiros anos dele foram de compreensão de sua real condição perante o futuro do Tibete. Mas como qualquer criança em sua idade, ele queria brincar e trazia a inocência peralta de um menino de 5, 7 anos... A medida em que os anos passam, amadurece e toma real noção de sua importância e causa no mundo...

É interessante ao leitor observar essa evolução no indivíduo. O mangá se torna uma leitura essencial a quem deseja conhecer um pouco sobre a situação em que vivem os tibetanos hoje, e as causas que os colocaram nessa situação, devido aos conflitos com os chineses ainda na época do comunismo de Tung. Além da insatisfação que havia entre seu povo, Llhamo teve que lidar com um grande fardo, de conduzir o Tibete a um estado de paz, negociando com quem se mostrava disposto a assassinar quem se opusesse às suas normas. Paz essa que até hoje não existe por aquelas bandas... 

Em suma, um quadrinho que cumpre seu papel de fazer o leitor conhecer uma das personalidades religiosas mais importantes do mundo e que de forma simples emociona aquele que ousar adentrar em sua narrativa...

Postagem relacionada

11 Comentários:

HONORATO, Sandro Says:
12 fevereiro, 2016

Boa tarde,
Como vai?
Em estilo mangá?
Adorei *-----*
Adorei pela ideia de conhecer mais sobre o Tibet e o Lama mesmo, que confesso, sei pouco.

Beijos e bom final de semana
www.rimasdopreto.com

Mad Girl 1.0 Says:
14 fevereiro, 2016

Muito interessante, ainda estou pegando o estilo de leitura do Mangá. Mas achei muito boa a história.

Um Reino Muito Distante Says:
15 fevereiro, 2016

Acredita que eu quase trouxe esse mangá para casa semana passada. Acho muito interessante a filosofia budista e os ensinamentos de Dalai Lama.

http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

Juliana Garcez Says:
16 fevereiro, 2016

Oi! Tudo bem?

Comecei a me interessar pela cultura tibetada após um seminário que tive que fazer na faculdade. É muito interessante o processo de 'descoberta' do 'novo' Dalai Lama. Pela premissa, acho que vou curtir ler esse quadrinho. Gosto do seu blog, pois sempre tem dicas diversificadas por aqui. Eu, por exemplo, nuca tinha ouvido falar nesse quadrinho.

Beijos,

Juliana Garcez | Livros e Flores

Gleyse Vieira Says:
16 fevereiro, 2016

Oi Val, sou apaixonada por história daquela região e adorei saber que existe um mangá contando a história e filosofia budista, do Dalai-Lama e do Tibet. Senti falta de imagens das ilustrações, mas fiquei encantada com sua leitura. Bjs

Catharina M. Says:
16 fevereiro, 2016

Oie
parece ser realmente uma leitura interessante, acho que vou anotar a dica para tentar mais pra frente

Beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Camila Coelho Says:
16 fevereiro, 2016

Onde posso comprar?! Eu não gosto de leitura tipo Mangá, mas meu noivo ama e também gosta muito de budismos e de cultura oriental. Quero comprar para presenteá-lo, tenho certeza que vai amar.
Me responde tá.
Bj
Camila Bernardini Coelho

Jéss Winchester Says:
16 fevereiro, 2016

Oii, tudo bem?
Eu não leio mangás, e esse também não chamou minha atenção, não curto muito coisas históricas, mas para quem curte é uma boa dica.

Beijos

Confraria Cultural Says:
17 fevereiro, 2016

Oi ^^

Adorei a proposta deste mangá e me interessei bastante.
Não costumo ler mangás, mas este me deixou bem curiosa :D

Leituras Compartilhadas Says:
17 fevereiro, 2016

Achei muito interessante um livro que conte a história do Dalai Lama e, de lambuja, nos leve em uma viagem ao Tibete de 1933. Sou fascinada por essas histórias e, além disso, curto muito quadrinhos. Não conhecia a obra, mas já anotei para adquirir e, futuramente, fazer a leitura. Adorei a dica!

Tatiana

Blog Leituraterapia Says:
21 fevereiro, 2016

Olá.... este mangá está na minha fila de leitura, comprei ele no começo do mês, mas não consegui ler ainda! Fico feliz que o mangá tenha conseguido cumprir o papel a qual se dispôs, em breve vou ler e fazer minha resenha no meu blog!!

Bj
Keyla - http://blogleituraterapia.blogspot.com.br/

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...