"Deixai toda esperança, ó vós que entrais!" Inferno. A divina Comédia [Dante Alighieri]

Páginas

5

The Return of the Thin White Duke, por Neil Gaiman

No dia 11 de janeiro o mundo da música perdia um grande artista, David Bowie, aos 69 anos, vítima de um câncer. A notícia chocou os fãs e a imprensa, ainda mais porque dias antes, no dia de seu aniversário, o cantor lançou um álbum, que soa como uma despedida para aqueles que acompanharam sua trajetória artística. Além de cantor, Bowie era um performer, artista completo, e certamente sua morte deixou uma lacuna que jamais virá a ser preenchida no mundo musical...

Entre várias homenagens e cover's realizados por artistas de todo o planeta, Neil Gaiman, aclamado autor de livros de fantasia e quadrinhos prestou uma pequena ode ao cantor, lançando o conto The Return of the Thin White Duke... Você pode ler na íntegra clicando no nome do conto, em inglês. Como meu inglês é sofrível, encontrei uma tradução no site Retalho Club e você pode ler aqui.

O retorno do Duque Branco e Magro, em português...


As ilustrações do conto são do artista Yoshitaka Amano e a história é baseada numa letra de David Bowie... 

Em suma, espero que a postagem seja interessante a vocês, e fica aqui minha singela homenagem a esse grande homem, que eu tanto admirei desde minha adolescência... meu eterno Ziggy Stardust... 

5 Comentários:

Nádya Macário

Uma perda imensa! Esse ano começou bem complicado! Que ele fique com Deus! Linda homenagem!
http://www.lostgirlygirl.com

Mila Cris

Somente vi esse cantor em aparições quando era adolescente. A dor humana é sempre tocante, com toda fragilidade da idade do cantor. Muita gente pode dizer que isso é indiferente, mas quando vi a simulação da idade foi que me dei conta do quanto é importante o cuidado interior também. Há que se pensar em tudo, mesmo quando a gente pensa que o que tem que acontecer acontece, porém será que podemos evitar oque está para acontecer? A vida é realmente algo curioso além da nossa vã imaginação. Gostei da homenagem. Até mais!

Cassia Caetano

Com certeza um artista completo e insubstituível. Vou ler o conto e achei linda a ilustração.
Beijos!
http://caindonacultura.com

Raquel Cavasini

Oi, nossa que legal, uma super notícia.
Fiquei chateada com a morte do artista, gostava muito dele.

Beijokas da Quel ¬¬
Literaleitura

Déborah

Valéria, não era fã do Bowie, mas admiro a trajetória dele e achei incrível a homenagem do Gaiman, com certeza irei conferir o conto.

Lisossomos

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...