"Deixai toda esperança, ó vós que entrais!" Inferno. A divina Comédia [Dante Alighieri]

Páginas

5

A face sombria da beleza - uma biografia de Marlon Brando

François Forrestier revela um mito desnudo e sem o glamour que seu nome evoca no imaginário dos apreciadores de Cinema: a figura arrogante, conturbada e repleta de tragédias de Marlon Brando, considerado um dos nomes mais famosos da história da Sétima Arte.

Nascido nos Estados Unidos na década de 1920, desde a pequena infância teve uma vida tumultuada, pais que viviam brigando, num ambiente familiar beirando o claustrofóbico... O autor narra os primeiros anos em películas que se tornaram um grande sucesso e elevaram o nome do artista a altos patamares do Cinema americano. 

Mas fala também sobre o grande número de mulheres que frequentaram a cama do ator, bem como os homens que também passaram... Marilyn Monroe, Vivien Leigh [a famosa Scarlet O'hara de ...E o vento levou], Rita Moreno, Gia Scala, entre várias outras. Muitas chegaram a tentar o suicidio, algumas conseguiram... várias brigas e atrasos nos sets de filmagem, pois Brando se julgava o Rei, e o estúdio e diretores sempre se rendiam ao seu magnetismo e satisfaziam todos os seus caprichos...


Por vezes, haviam momentos de seriedade, no trabalho, em causas sociais ou até mesmo com algumas companheiras. Chegou a casar, teve filhos inúmeros, alguns sequer reconhecidos... Ao mesmo tempo que amava ser o centro dos holofotes se queixava da profissão que escolhera... Viajou à França, financiou projetos financeiros malucos de seu pai e tinha uma relação profunda com sua mãe [as más línguas sugeriam um possível incesto...]... 

"Dormiu com centenas de mulheres e dezenas de homens, amou por breve tempo alguns amantes ou noivas e depois acabou com tudo, arrasou com tudo. Chegou a seduzir a mulher de Laurence Olivier, a louca Vivien Leigh. Desa época distante, da qual nada resta senão títulos de filmes - Um bonde chamado desejo, Viva Zapata!, O selvagem, Sindicato de ladrões - , Marlon Brando não fala mais. Sua luta em favor dos indígenas, dos negros, dos direitos humanos? Esquecida. Seus projetos de paraíso ecológico, de filmes com mensagem, de hotéis de alto luxo, de reciclagem de algas Enterrados. Suas esposas? Espalhadas. Seus filhos? Nem ele mesmo sabe quantos são - oficiais ou não. OS boatos lhe atribuem uma dezena de herdeiros conhecidos e uma quinzena de filhos ilegítimos.
Ele já não passa de um homem corroído pela noite, a noite interior, a noite terrível."

São relatos depreciativos como esses que encontramos no decorrer do livro. O porquê de um homem de extrema beleza, charme e carisma agir de maneira tão egoísta com as pessoas ao seu redor nunca saberemos, mas é fato que tais acontecimentos contribuíram para a construção da imagem de um mito rebelde, sexy e completamente fora do comum, de olhar hipnotizante e temperamento imprevisível. 



Um ponto negativo que me irritou ao longo da leitura foi ter sentido uma leve pitada de 'tentativa de ser mordaz' por parte do autor... Não sei se de forma intencional ou por ele escrever assim. Em várias passagens há certa nuance de 'humor barato' que não me passou despercebida e me incomodou um pouco durante a leitura, algo como 'alfinetadas sugeridas' ou um certo prazer em desconstruir a 'beleza' de Brando... Ao menos comigo essa dramaticidade não me surpreendeu, devido ao fato de eu conhecer boa parte da vida de Brando, por ser admiradora de sua obra. Mas aos olhos de um leigo, é possível ocorrer uma formação de opinião a partir do que foi lido devido a parcialidade do autor da biografia com relação ao biografado...

Ademais, é uma leitura interessante... 

5 Comentários:

Samy

Esse tipo de comportamento dele não é nem um pouco sexy para mim. Não sabia que o ator era tão babaca assim. Eu gosto dele, principalmente, por ser o Don. Acho que era um ator fenomenal. Nem tudo é perfeito... Mas que ele era maravilhoso, não há como negar! hahaha

Infinitos Livros

Gustavo Mendes

Olá!
Não me interessei pelo livro. Não gosto nem um pouco deste tipo de personagem, e seus comentários no último paragrafo só me deram a certeza de que não iria gostar do livro.

Beijos
http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

Kátia Moura

Olá!
Histórias assim por mas negativas que sejam eu tenho uma certa curiosidade ler para saber o que como você se sentiu (Preciso ler). Por mas babaca que eu achei o personagem quero matar essa minha curiosidade. Mas sinceramente, concordo com seu ultimo paragrafo pelo pouco que li do Quote, conseguir ver isso!

http://garotinhaadolescentea.blogspot.com.br/

Gabrielly Marques

Não conhecia o ator, confesso. Maior vergonha alheia. E, se conheci, não consegui ligar o nome à pessoa. Mas enfim. Adorei sua resenha e saber sobre a vida do Brando. Realmente regada a polêmicas, mitos e fofocas, super interessante. Gosto de biografias, então faria a leitura :) Pena que o autor quis ser o que não é...

Beijos

Blog Resenhando

Oii,

Não sou muito fã de biografias, mas acho que essa seria uma das que eu leria. A história de Marlon Brando parece ser bem intensa e envolvente também!! Fiquei curiosa para saber.

Beijos

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...