12 meses de Poe: Metzengerstein

| 29 janeiro 2016 | |
Dando início as resenhas do Desafio 12 meses de Poe, trago para vocês as impressões do primeiro conto lido do desafio, Metzengerstein, que faz parte da minha edição de Histórias Extraordinárias, da Editora Abril Cultural...


A história se passa na Hungria, onde há muitos séculos as famílias Metzengerstein e Berliftizing são rivais. As duas casas são extremamente hostis uma com a outra, sem motivo aparente, mas muitos atribuem a inimizade a uma antiga profecia que dizia o seguinte:

"Um nome ilustre sofrerá terrível queda quando, como o cavaleiro sobre o seu cavalo, a mortalidade de Metzengerstein triunfar sobre a mortalidade de Berliftizing." 

Havia o Conde de Berliftizing, Wilhelm, que se encontrava velho e enfermo, apaixonado por cavalos e caçadas, e que mesmo em idade avançada não deixava de lado essa atividade tão perigosa... Havia também o Barão de Metzengerstein, o jovem Frederick, que contava apenas 18 anos, e que teve que assumir as propriedades da família após a morte de seu pai. Sua conduta poderia ser considerada libertina e inescrupulosa. 



Em dado momento houve um incêndio nos estábulos da família Berliftizing, e no quarto dia após esse acontecimento, o jovem barão se achava mergulhado em meditação admirando a tapeçaria de um de seus aposentos. Foi com surpresa e certo pavor no desconhecido que ele observou atentamente um detalhe da tapeçaria, onde um cavalo que pertencia a família de seu rival, aparecia em primeiro plano, onde ao fundo, seu cavaleiro era derrotado sob a adaga de um Metzengerstein...

Com o tumulto nos arredores de sua mansão, surge um cavalo de origem desconhecida, muito semelhante ao cavalo demoníaco da tapeçaria [e que Frederick jurava ter visto se mexer], e logo o jovem barão se vê como proprietário do animal, já que ninguém na vizinhança o reclamou... Coincidentemente, um dos criados o informa que o pedaço de uma tapeçaria desapareceu... 

No decorrer do conto, percebemos os acontecimentos se interligando, contados de maneira frenética e assombrosa. É impossível ao leitor desatentar-se da história, se inserindo avidamente a narrativa até seu desfecho misterioso e assustador... A escrita de Poe extravasa o limite do criativo mórbido, proporcionando a quem o lê uma sensação de urgência e temor por algo que não se vê, mas está ali, como uma força pulsante, nos fazendo companhia... 



É um conto curto e seu desfecho é satisfatório, bem escrito e com uma linguagem de fácil compreensão dos fatos... Ideal para ser lido num fim de tarde chuvosa, como nesse momento em que revisitei suas páginas... 



20 Comentários:

Tisa Says:
29 janeiro, 2016

Que linda a sua edição! A minha desse livro é da saraiva de bolso, ou seja, é bastante sem graça, hahah
Eu já terminei de lê-lo, foi quase tudo de uma vez, já que é bem curtinho, mas acho que não curti muito o autor. Gostei mesmo foram de poucos contos. Quem sabe se um dia eu ler algo maior e mais aprofundado dele eu curta mais, né? rs

Abraço,
Mago e Vidro

Giovana Soares Says:
30 janeiro, 2016

Oi, tudo bem?
Ultimamente eu tenho visto muitas coisas a respeito do Poe, e isso só me deixa com mais vontade de ler algo dele. Eu gostei muito da premissa desse conto, quero muito saber a origem desse cavalo e a importância dele na historia.

Silvana Sartori Says:
30 janeiro, 2016

Olha eu também vejo umas pessoas falando desse Poe, mas eu não conhecia não.
Fiquei sabendo pelas postagens ai que fizeram. Mas eu nunca tive muito interesse de ler uma obra dele não, até porque não me chamou atenção. Não me cativou sabe? Mas mesmo assim quem sabe eu venha a ler alguma coisa assim que puder. Não sei...Mas mesmo assim gostei muito do conto da sua postagem, mas não sei se seria um gênero que me agrada.

http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-flor-da-pele.html

Bruna Costabeber Says:
30 janeiro, 2016

Olá!
Como disse, eu não consigo ler Poe. Parece que sempre tem algo que me trava :(
Gostei muito da sua postagem que está incrível, mas, mesmo as pessoas amando a escrita do autor e sempre falando bem dela, não consigo me envolver :(
Beijos,
http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

Kétrin Galvagni Says:
30 janeiro, 2016

Olá, eu tenho muita vontade de ler algo do Poe, eu li um livro que era tipo uma biografia dele e gostei muito, por isso acredito que iria adorar ler um dos seus contos tão aclamados, amei a resenha!

Beijos

http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-sombras-do-medo.html

Anelise Besson Says:
30 janeiro, 2016

Casais rivais, ai que delícia <3
Eu já alguns contos do Poe e gostei muito. Eu ia participar do projeto, mas não estava muito afim de ler poe nesse ano, pelo menos não por agora. Esse conto tem sido bem elogiado e não tem como não ficar com aquela vontadezinha de ler. Eu sempre achei a escrita do Poe gostosa, quero muito ler na lingua original pra saber se é mesmo Não duvido, mas haha. Parabéns pelo post. :)

Livros Românticos Says:
30 janeiro, 2016

Gosto muito de Poe, mas conheço pouco o seu trabalho. Achei incrivel essa ideia do projeto e fico feliz de ver que alguém, pela primeira vez falou alguma coisa positiva do conto. Já vi gente falando que nem entendeu... vou confessar que esses nomes aí dão um nó no cérebro, mas o que eu conheço do Poe não é assim tãooo assustador, na questão de escrita.espero poder ler esse conto em breve, pois realmente gosto de Poe, talvez faça uma maratona no dia das bruxas... será que rola?


Raíssa Nantes

Bia Caroline Says:
30 janeiro, 2016

Hello :)

Ouvi falar muito desse desafio do Poe e até me interessei porque não conheço nada dele, mas li uma outra resenha que mostrou que esse livro tem uma leitura mais puxada e isso é algo que eu to correndo agora. Mas aguardo ansiosamente a resenha de algum outro título dele (afinal, ainda faltam 11 meses), vai que algum me anima, né?

Beijinhos e que a Força esteja com você!
www.cantinhocult.com
www.galerageek.com.br

Gisele Santos Says:
31 janeiro, 2016

Olá =D
Já conheci esse desafio por meio de outra colega blogueira, parece interessante.
Ainda não li nenhum conto dele, tive algumas indicações que pretendo ler assim que possível.
Esse conto em particular me intrigou por conta do mistério do cavalo e da tapeçaria, mas também já li opiniões de que ele tinha uma leitura mais pesada, acho que agora só eu lendo mesmo pra saber rs.
Beijinhos!

babimontec Says:
31 janeiro, 2016

Acredita que nunca li nada do Paul? Sempre tive curiosidade, mas... ainda não rolou a chance. Adoro os livros dessas edições, tenho alguns aqui. MAs tem certeza que é Abril Cultural o seu? Porque os meus são da Nova Cultura, uma editora que faliu tem bastante tempo, e são bem nesse estilo. Os que eu tenho da Abril, as capas são em tecido e não em couro. Vou procurar essa edição em um sebo pra me aventurar na escrita do Paul :)

Beijinhos
Um Metro e Meio de Livros

Ana Paula Lima Miranda Says:
31 janeiro, 2016

Oiii!!!

Estou adorando ver esse projeto fluindo. Como já disse, não li nada do autor e fiquei curiosa com a forma como tudo foi bem amarrado fazendo com que se sentisse na história.
Outra coisa ótima é que a escrita é de fácil entendimento. Gostei disso!

beijinhos

Sabrina Finoti Says:
31 janeiro, 2016

Oi!
Estou participando desse desafio também, e adorei conhecer a escrita do autor.
Esse conto é bem macabro, quando o cavalo da tela aparece na vida real eu falei: fodeo hahahaha....
Estou louca pra ler o de fevereiro já ^^

www.gordinhaassumida.com.br

Gabrielly Marques Says:
31 janeiro, 2016

Heey Val, tudo bem?
Gostei muito da sua resenha!! Confesso que Poe está longe de ser um dos meus autores favoritos, rsrsrs. Já li uns 11 contos dele, mas só gosto mesmo de três: O Gato Preto, O Retrato Oval e O Coração Denunciador.
Infelizmente não me interessei por Metzengerstein. Acho que não iria gostar...

Beijos!!

Rízia Castro Says:
01 fevereiro, 2016

Poe é um clássico. Achei esse um dos desafios mais legais, pois são muitos contos e livros incríveis.
Não sei se você gostou muito ou acho apenas legal, mas acho que só a escrita maravihosa já vale a pena.
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Livros Encantos Says:
01 fevereiro, 2016

Ola Val lindona achei super interessante esse Desafio, uma ótima escolha para começar gostei muito da premissa do conto, regado ao suspense. Ainda não li nada do autor, espero ler em breve, não entrei no Desafio devido a já estar participando de dois no momento. Boas leituras. beijos

Joyce
www.livrosencantos.com

Mariana Baptista Says:
01 fevereiro, 2016

Quando comecei a ler pensei em Romeu e Julieta, ok, já percebi que não tem muito a ver!

O conto parece incrível e não lembro de ter visto nada parecido. Em relação a tapeçaria, meu pai costumava a fazer, meu pai, olha que incrível?! Digo isso, porque ele é todo machãozinho e tal, mas fazia tapeçarias super delicadas de paisagens lindas. Por isso acho que me interessei tanto pelo conto.

Beijos,
Mariana Baptista
umavidaporlivro.wordpress.com

Daniela Souza Says:
01 fevereiro, 2016

Oi.
Desde que li o seu post falando sobre o desafio, eu fiquei super animada, até pensei em participar, mas não foi possível. Eu fiquei muito empolgada e curiosa com esse conto, e esse livro que está na foto, eu vi uma vez no Sebo que eu sempre visito e fiquei muito tentada a comprar uma vez, mas levei outro livro no lugar. Adorei!!

Beijos.

D e s s a Says:
01 fevereiro, 2016

Li diversas resenhas desse conto, e fico cada vez mais envergonhada de ainda não ter lido nada do autor. Gostei de saber que a linguagem é de fácil acesso, fico mais animada ainda para ler, pois adoro enredos sombrios/de terror.
beijos
www.apenasumvicio.com

Cássia Maffei Says:
01 fevereiro, 2016

Acho super legal que você tá fazendo esse desafio, mas Poe é um cara que eu não consigo gostar... Volto pra ler outros, vai que alguma das histórias do teu desafio me conquistam?

www.livroseoutrascoisas.com.br

Mari Ramos Says:
01 fevereiro, 2016

Tenho começado a apreciar mais os contos. Gostei dessa coisa do cavalo que sai do tapeta para tornar-se real e do estilo de narrativa usada. Talvez eu até dê uma chance para ele e inclua na imensa lista de leituras deste ano.rs.

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...