Elevador 16 - As crônicas dos mortos [Semana Especial Halloween]

| 27 outubro 2015 | |
Dando continuidade a essa semana especial de Halloween, resolvi trazer uma resenha do livro Elevador 16, do autor Rodrigo de Oliveira, publicado pela Faro Editorial. Trata-se de um conto 'spin-off' da série As crônicas dos mortos, que ainda não tive a oportunidade de ler e graças a Elevador, já coloquei em minha lista e próximas leituras...

A escrita de Rodrigo é instigante e a cada página, eu me senti aflita querendo descobrir o próximo passo do que acontecia na empresa onde Mariana trabalhava... Um ano antes, um planeta havia sido descoberto pelos cientistas, em rota de colisão com a Terra. Depois do pânico geral, descobriram que ele não iria se chocar com o planeta, e no ano seguinte à sua aparição, naquele sábado de julho de 2018, toda a vida na Terra iria mudar... 

Mariana se descobre grávida de seu namorado Raul, mas o relacionamento de ambos está aos trancos e barrancos. Eles trabalham na mesma empresa e se encontram no momento pagando hora extra num sábado, junto com o resto da equipe de trabalho. Depois de discutirem, ao descobrir a gravidez da namorada, Raul resolve ir almoçar com alguns funcionários. Se encontram novamente no elevador, que vai em direção ao térreo com 16 pessoas, incluindo duas amigas de Mariana - Joana e Mayara... De repente, as luzes se apagam, pessoas desmaiam [10 delas], inclusive Raul... Ao despertarem, o caos se instaura e é preciso lutar por suas vidas... 

Num ritmo frenético, Rodrigo consegue inserir o leitor dentro da história. As descrições são bem realistas, e é praticamente um filme que passa em sua cabeça ao ler as 60 páginas que compõem a obra... Me senti com o coração aos pulos durante a breve e alucinante leitura... Algumas coisas não ficam muito explicadas, mas tratando-se de um cenário apocalíptico zumbi, não há muita coisa a ser compreendida quando se precisa unicamente sobreviver... Acredito que mais da situação pode ser explicada nos demais livros da série. E pelo que me informei, não há problemas em ler esse conto sem ter lido os volumes anteriores, dá pra se situar tranquilamente no enredo... 

Com relação à diagramação, foi minha estreia com a Faro Editorial e certamente vou querer conhecer outros títulos de seu catálogo. Houve todo um cuidado com a estética do livro, que já surpreende pela capa. Em suma, é uma leitura para aqueles apaixonados por histórias de zumbis, e para aqueles que nunca leram nada do gênero, é uma excelente maneira de adentrar nesse universo...


10 Comentários:

Helana Ohara Says:
28 outubro, 2015

Gente! Se fosse pela capa eu não iria ler, sério ahsuahsuahsuas
Mas a história é boa.

Beijinhos, Helana ♥
In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

Déborah Says:
28 outubro, 2015

Valéria, toda vez que vejo essa capa me dá um leve embrulho no estômago.
É uma leitura que sei que não faria, mas até acho a história bem elaborada.

Lisossomos

Nilda de Souza Says:
28 outubro, 2015

Eu já tinha visto a capa desse livro por aí, mas não tinha prestado atenção na história. Pela sua resenha, o livro é do jeito que eu gosto.
Também ainda não li nada da Faro Editorial. Acho que vou iniciar por esse.

Beijos!

Francine Porfirio Says:
29 outubro, 2015

AMEI sua resenha, flor! Eu quero muito ler essa série e, claro, vou começar por Elevador 16 para ter uma noção da narrativa do autor e também porque já possuo o e-book. Tenho certeza de que vou amar, porque curto muito o tema apocalipse zumbi.

Beijos!
http://www.myqueenside.blogspot.com

Bárbara Prado Says:
29 outubro, 2015

Se fosse pela capa eu acho que nao iria ler mas depois da sua resenha eu fiquei muito interessada nesse livro

Beijos

http://myself-here1.blogspot.com.br/?m=1

Fabiana Strehlow Says:
29 outubro, 2015

Oi, Maria Valéria!
Embora, eu até leia o gênero, com todo o respeito, este é um livro que não me interessou.
Acho que esta capa me perturbou...

Beijos!

Kelly Alves Says:
30 outubro, 2015

Oi Maria
Nunca li livros de terror, acredito que minha imaginação é muito fértil pra isso, mas vou anotar a dica, vai que um dia crio coragem!

Beijokas

Juliana Garcez Says:
31 outubro, 2015

Oie! Tudo bem?!

Eu sempre via esse livro na livraria e NUNCA tive vontade de lê-lo. Julguei pela capa, sabe?! Depois da resenha, fiquei curiosa para ver de perto como a narrativa do autor é. Dica anotada! Não sabia que se tratava de um spin off...

Beijos,

Juliana Garcez | Livros e Flores

Lumartinho Says:
03 novembro, 2015

OIe!!
Bom, já vi várias resenhas sobre esse livro e é sempre amor e ódio. Eu sou doida pra ler o livro mesmo assim, então sou suspeita pra falar hahahaha Quero muito conhecer a história e a escrita do autor.
Beijos

LuMartinho | Face

Sabrina Finoti Says:
16 novembro, 2015

Oi!
Estou com o livro 1 e 2 na lista de compras, porque já tenho esse e o 3, e estou morrendo de vontade de começar porque muitos indicam a série como uma das melhores de terror nacional.
Espero que eu possa gostar dessa série ^^

www.gordinhaassumida.com.br

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...