A festa de Delirium...

| 23 setembro 2015 | |
E hoje trago para vocês, leitores do blog, a resenha de um livro super fofo [dependendo da sua perspectiva de fofura] contando a história dos Perpétuos, personagens do  aclamado Neil Gaiman, como se fossem crianças. Trata-se de a festa de Delirium.



Delirium faz parte d'Os Perpétuos, que seriam sete irmãos: Morte, Sandman [Sonho], Desespero, Delirium, Destino, Destruição e Desejo. Neil Gaiman é famoso no mundo dos quadrinhos e tem vários livros publicados aqui no Brasil, provavelmente você já ouviu falar de algum deles [ou você não é desse planeta *risos*]. Pois bem, voltando a história...



Sandman apresenta A festa de Delirium - Uma aventura dos pequenos Perpétuos é sobre uma festa que a pequena Delirium quer fazer e convida seus irmãos para participarem. Ela é uma linda princesa e vive acompanhada de seu cãozinho... Eles viviam no Reino Colorido. Delirium e Barnabás passam o tempo inteiro tornando o mundo das pessoas mais colorido e rodopiante. Ao fim do dia, ela sempre ligava para seus irmãos, entre eles, a serena Morte e o Desejo, que sempre cortava a ligação sem concluir a conversa... 

Quando ela terminava de falar com todos eles, ia dormir. Então, certa noite ela se recolhe à cama junto com Barnabás, e quando está quase pegando no sono, levanta-se, sobressaltada: sua irmã Desespero nunca sorri...  Ela põe seu chapéu pensante e pensa numa maneira de fazer sua irmã sorrir. Ela resolve dar uma Festa-surpresa para Desespero, e espera contar com a ajuda dos outros para seu plano dar certo... 

Coisas comuns como bolo, doces, música e decoração foram organizados, convites foram enviados e todo o Reino Colorido se encontrava em polvorosa. Quando os irmãos vão chegando, Delirium os esconde para que Desespero seja pega de surpresa. A reação de Desespero foi:

...

E não sorriu. 

Então, a pequena Delirium tenta de todas as formas fazer com que seu intento dê certo, e o leitor vai rir bastante da criatividade da menina... O livro é cheio de ilustrações maravilhosas e coloridas. Quem assina os desenhos é a ilustradora Jill Thompson, que já trabalhou com outras obras de Gaiman. Há também os trabalhos ilustrados e escritos por ela, como Morte: a Festa e Os pequenos Perpétuos, em parceria com Neil Gaiman. 

Seu traço é fantástico e cheio de efeitos enevoados, dando a impressão de que o leitor se encontra num sonho 'delirante' e mágico... A edição é uma publicação da Vertigo, lançada aqui no Brasil pela Panini Books. 

 A expressão nada feliz de Desespero... 

Para quem nunca leu nada sobre o universo de Sandman, A festa de Delirium é uma boa pedida. Trata-se de uma linda edição em capa-dura, que vai ficar uma maravilha em sua estante... É uma leitura leve e divertida, com elementos característicos do universo de Gaiman...

Bem, por hoje é só... Espero que tenham gostado da resenha... Até o próximo post... ^.~

12 Comentários:

Estúdio de Criação Says:
23 setembro, 2015

Gostei pelo simples fato de ser leve. Ando com leituras ão pesadas que esse livro iria ser perfeito para descontrair.
www.estudiodecriacaoblog.blogspot.com

luanebulosa Says:
23 setembro, 2015

Delirium minha favorita com seus olhos desiguais 💟

Você sabe em que conto Deleite se tornou Delirium?

Manoel Alves Says:
24 setembro, 2015

Oiiê
devo dizer que esse livro é realmente muito fofo, kkk, mas eu ainda não o conhecia, espero poder compra-lo em breve
Bjks
Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

Maiara Vieira Says:
24 setembro, 2015

Oi, tudo bem?
Nunca li nada do Neil Gaiman, mas já ouvi muito falar dele e tenho curiosidade de conhecer a escrita do autor.
O livro parece realmente ser bem fofinho e as ilustrações estão lindas.

Beijos :*
http://www.livrosesonhos.com/

Lullys Says:
25 setembro, 2015

Muito fofo!
É uma edição muito bonita.
Nunca li nada de Neil, mas gostei deste livro!

Beijinhoss...
http://estantedalullys.blogspot.com.br/

Jess Leite Says:
25 setembro, 2015

Apesar de parecer ser uma graça, não seria algo que leria no momento.
Ainda assim vou adicionar na minha lista de futuras leituras, porque depois de ter visto o discurso Faça boa arte, fiquei empolgada com o autor.

Kétrin Galvagni Says:
26 setembro, 2015

Nossa que livro mais fofo! eu não fazia ideia da existência dele e que tinha a ver com Sandman, já estou curiosa!

Beijos

http://www.oteoremadaleitura.com/

Lumartinho Says:
27 setembro, 2015

Oie!
Não conhecia o livro, mas as ilustrações são muito lindas, fora que a história me chamou a atenção. Nunca li nada sobre o Sandman e vou aceitar sua dica e começar por esse.
Beijos

Lumartinho.Blogspot.com.br

Rafaelle Vieira Says:
27 setembro, 2015

Oi, Maria!
Não conhecia o livro e também achei bem fofinho, mas não é o tipo de leitura que me atrai, mas adorei conhecer sua opinião! :)

Beijos,

Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

Vitória Vivi Says:
27 setembro, 2015

Ooi,
Tenho muita curiosidade sobre Sandman e acho que essa leitura vou ter que fazer!
Vivi
Corujas de Biblioteca

Francine Porfirio Says:
29 setembro, 2015

Oi, flor. Acredita que ainda não li nada do autor? Bem, em minha defesa, tenho aqui quatro ou cinco obras dele que fui comprando ao longo de dois anos – porque sempre tive a intenção de conhecê-lo. Mas nenhuma dessas obras se refere ao famoso Sandman. E também nenhuma delas é HQ. Gostei muito de conhecer esse livro – e curti as ilustrações. São muito intrigantes, lembraram-me um pouco da Família Adams, haha.

Beijos!
http://www.myqueenside.blogspot.com

Nina Tavares Says:
02 outubro, 2015

Oi!
Ainda não li nada do Neil Gaiman, mesmo os quadrinhos sendo tão famosos. Sei sobre Sandman e tudo o mais, mas confesso que o estilo não é muito minha praia. Mas as ilustrações de Jill Thompson estão realmente muito fofas, tanto que dá vontade de ler, ainda mais agora que você salientou que o livro serve como uma introdução ao universo d'Os Perpétuos.

B-jusssss!
http://www.quemlesabeporque.com/

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...