A festa de Delirium...

E hoje trago para vocês, leitores do blog, a resenha de um livro super fofo [dependendo da sua perspectiva de fofura] contando a história dos Perpétuos, personagens do  aclamado Neil Gaiman, como se fossem crianças. Trata-se de a festa de Delirium.



Delirium faz parte d'Os Perpétuos, que seriam sete irmãos: Morte, Sandman [Sonho], Desespero, Delirium, Destino, Destruição e Desejo. Neil Gaiman é famoso no mundo dos quadrinhos e tem vários livros publicados aqui no Brasil, provavelmente você já ouviu falar de algum deles [ou você não é desse planeta *risos*]. Pois bem, voltando a história...



Sandman apresenta A festa de Delirium - Uma aventura dos pequenos Perpétuos é sobre uma festa que a pequena Delirium quer fazer e convida seus irmãos para participarem. Ela é uma linda princesa e vive acompanhada de seu cãozinho... Eles viviam no Reino Colorido. Delirium e Barnabás passam o tempo inteiro tornando o mundo das pessoas mais colorido e rodopiante. Ao fim do dia, ela sempre ligava para seus irmãos, entre eles, a serena Morte e o Desejo, que sempre cortava a ligação sem concluir a conversa... 

Quando ela terminava de falar com todos eles, ia dormir. Então, certa noite ela se recolhe à cama junto com Barnabás, e quando está quase pegando no sono, levanta-se, sobressaltada: sua irmã Desespero nunca sorri...  Ela põe seu chapéu pensante e pensa numa maneira de fazer sua irmã sorrir. Ela resolve dar uma Festa-surpresa para Desespero, e espera contar com a ajuda dos outros para seu plano dar certo... 

Coisas comuns como bolo, doces, música e decoração foram organizados, convites foram enviados e todo o Reino Colorido se encontrava em polvorosa. Quando os irmãos vão chegando, Delirium os esconde para que Desespero seja pega de surpresa. A reação de Desespero foi:

...

E não sorriu. 

Então, a pequena Delirium tenta de todas as formas fazer com que seu intento dê certo, e o leitor vai rir bastante da criatividade da menina... O livro é cheio de ilustrações maravilhosas e coloridas. Quem assina os desenhos é a ilustradora Jill Thompson, que já trabalhou com outras obras de Gaiman. Há também os trabalhos ilustrados e escritos por ela, como Morte: a Festa e Os pequenos Perpétuos, em parceria com Neil Gaiman. 

Seu traço é fantástico e cheio de efeitos enevoados, dando a impressão de que o leitor se encontra num sonho 'delirante' e mágico... A edição é uma publicação da Vertigo, lançada aqui no Brasil pela Panini Books. 

 A expressão nada feliz de Desespero... 

Para quem nunca leu nada sobre o universo de Sandman, A festa de Delirium é uma boa pedida. Trata-se de uma linda edição em capa-dura, que vai ficar uma maravilha em sua estante... É uma leitura leve e divertida, com elementos característicos do universo de Gaiman...

Bem, por hoje é só... Espero que tenham gostado da resenha... Até o próximo post... ^.~

12 comentários:

  1. Gostei pelo simples fato de ser leve. Ando com leituras ão pesadas que esse livro iria ser perfeito para descontrair.
    www.estudiodecriacaoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Delirium minha favorita com seus olhos desiguais 💟

    Você sabe em que conto Deleite se tornou Delirium?

    ResponderExcluir
  3. Oiiê
    devo dizer que esse livro é realmente muito fofo, kkk, mas eu ainda não o conhecia, espero poder compra-lo em breve
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Nunca li nada do Neil Gaiman, mas já ouvi muito falar dele e tenho curiosidade de conhecer a escrita do autor.
    O livro parece realmente ser bem fofinho e as ilustrações estão lindas.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  5. Muito fofo!
    É uma edição muito bonita.
    Nunca li nada de Neil, mas gostei deste livro!

    Beijinhoss...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Apesar de parecer ser uma graça, não seria algo que leria no momento.
    Ainda assim vou adicionar na minha lista de futuras leituras, porque depois de ter visto o discurso Faça boa arte, fiquei empolgada com o autor.

    ResponderExcluir
  7. Nossa que livro mais fofo! eu não fazia ideia da existência dele e que tinha a ver com Sandman, já estou curiosa!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Não conhecia o livro, mas as ilustrações são muito lindas, fora que a história me chamou a atenção. Nunca li nada sobre o Sandman e vou aceitar sua dica e começar por esse.
    Beijos

    Lumartinho.Blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Maria!
    Não conhecia o livro e também achei bem fofinho, mas não é o tipo de leitura que me atrai, mas adorei conhecer sua opinião! :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  10. Ooi,
    Tenho muita curiosidade sobre Sandman e acho que essa leitura vou ter que fazer!
    Vivi
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  11. Oi, flor. Acredita que ainda não li nada do autor? Bem, em minha defesa, tenho aqui quatro ou cinco obras dele que fui comprando ao longo de dois anos – porque sempre tive a intenção de conhecê-lo. Mas nenhuma dessas obras se refere ao famoso Sandman. E também nenhuma delas é HQ. Gostei muito de conhecer esse livro – e curti as ilustrações. São muito intrigantes, lembraram-me um pouco da Família Adams, haha.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Ainda não li nada do Neil Gaiman, mesmo os quadrinhos sendo tão famosos. Sei sobre Sandman e tudo o mais, mas confesso que o estilo não é muito minha praia. Mas as ilustrações de Jill Thompson estão realmente muito fofas, tanto que dá vontade de ler, ainda mais agora que você salientou que o livro serve como uma introdução ao universo d'Os Perpétuos.

    B-jusssss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Witches Hat
Tecnologia do Blogger.