Resenha dupla - a saga do Monstro do Pântano [2 volumes]

| 11 julho 2015 | |

Cumprindo a terceira meta da Maratona Literária de Inverno 2015, li A saga do Monstro do Pântano Livro 02, produzido por Alan Moore, Stephen Bissette e John Totleben, publicado pela Panini Comics, como cumprimento do Desafio de ler uma obra com imagens ou ilustrações. Já havia lido o primeiro volume uns meses atrás e resolvi ler a segunda parte antes de correr atrás dos livros 03 e 04 e não ficar encalhando HQ na estante sem ler... Sábia escolha minha...

Ainda estou me perguntando porque diabos não tinha lido o volume dois ainda, pois a história é maravilhosa, além de possuir um traço maravilhoso. Então resolvi dar uma relida na outra edição e trazer uma resenha dupla para vocês... 

O primeiro volume reúne as edições 20 a 27 da Saga do Monstro do Pântano, contando algumas histórias de Alec Holland, mas não do início, como pensei que fosse, embora tenha - ao longo da leitura - me familiarizado com a origem de sua existência, desde o acidente em seus laboratório até seu ressurgimento como uma criatura feita de plantas e raízes, que habita um pântano perigoso... A HQ aborda também seu relacionamento com Abby Cable, a bela garota de cabelos brancos, que tem um marido em coma e, se aproximando cada vez mais da criatura, acaba por se apaixonar por ele.


Abby e Alec


Alan Moore é o roteirista da obra e junto com os outros dois, que assinam a arte da revista, assumiram um arco incompleto da história dando uma nova forma aos personagens. Pontas Soltas está inserida nesse encadernado justamente para fechar um 'ciclo' e dar continuidade à obra... Em seguida temos A Lição de Anatomia,  onde o protagonista sofre uma autópsia, mostrando o surgimento de um antigo vilão da DC. e nessa autópsia é revelado que a criatura não é alguém que morreu e sofreu uma transformação e sim, trata-se de uma planta que adquiriu consciência e memória de um morto, se tornando um ser Elemental. 

Apesar de ser considerada uma obra de Terror, o Monstro não assusta ou causa repulsa - ao contrário - ele nos cativa - por sua humanidade perdida/escondida num corpo de monstro. Moore conseguiu salvar a revista dando início a um arco de histórias muito bem construído e que alavancou a venda nos Estados Unidos, criando uma nova linha de histórias em quadrinhos para o público adulto, que viria a se tornar o Selo Vertigo. Com relação à arte, o traço de Bissette é impressionante, dando um ar de rusticidade e dramatização à história, trazendo profundidade aos personagens... 

Para mais detalhes da obra, visite o site da Panini.



No segundo volume da série, que reúne as edições 28 a 34 da Saga, nos deparamos com o monstro enterrando a memória de Alec Holland, numa espécie de despedida às histórias criadas originalmente por Len wein e Bernie Wrightson. 

Na sequência, Amor e Morte nos brinda sendo o primeiro episódio da trilogia Arcane. Abigail Cable é o tema central da história, onde o cheiro dos seus pesadelos impregna sua pele e ela não consegue se desvencilhar dele. Nesse momento da HQ percebemos o porquê dela ser considerada um quadrinho de Horror/Terror. Abby é conduzida à níveis extremos de loucura e sofrimento, e cabe à Alec resgatá-la desse mundo tenebroso de sonhos... Dando continuidade temos os episódios Auréola de Moscas e Balé de enxofre, encerrando essa trilogia.  

Descida entre os mortos é uma descida ao inferno de Dante, descrito em A divina Comédia. Moore caracteriza o inferno como um local de tédio e dor. O Monstro do Pântano é conduzido por esses caminhos tortuosos pro quatro espíritos deslocados: o Desafiador, o Vingador Fantasma, o Espectro e Etrigan, o demônio. 

A parte final do segundo volume dá um enfoque maior à relação de Abby com Alec,inclusive uma cena fantástica de comunhão entre os dois, beirando o transcendental, com um traço incrível aos nossos olhos dando vida ao roteiro de Moore. Seria a consumação do amor entre a garota de cabelos brancos e uma criatura feita de mato, medindo mais de dois metros de altura. E, acreditem, o desabrochar do romance passa longe do mau-gosto, soando até poético... 




Em suma, a Saga do Monstro do Pântano é leitura obrigatória para aqueles que apreciam o trabalho de Alan Moore, bem como os admiradores da DC Comics e Selo Vertigo. Aos que não são familiarizados com esse tipo de história, é uma ótima sugestão para conhecer o vasto mundo de quadrinhos adultos, com pitadas de terror gótico com ambientação nos anos 80. Um deleite aos fãs de quadrinhos... 


Para acompanhar as resenhas da Maratona Literária de Inverno 2015:


Próximo livro da #MLI2015 a ser lido e resenhado, adiantando a segunda semana temática da maratona, será The Walking Dead - A queda do Governador Parte 2. aguardem que haverá resenha... Até mais... 

13 Comentários:

Netinho Alves Says:
12 julho, 2015

Olá
eu não conhecia a serie, rsrs, ma sachei bem interessante, estou precisando de ler mais livros nesse gênero, acho que eu li bem pouquinho, pouquinho mesmo kkk, adorei a foto segurando o livro, a modelo é muito linda kkk
Bjks
Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

Dryh Meira Says:
12 julho, 2015

Oiee ^^
Eu também não conhecia a série, mas já fiquei um pouco receosa por conta da capa. Eu sou bem medrosa, sabe?? haha'
Não sou muito de ler HQ's, mas fiquei curiosa depois de ler a sua resenha. Ver que você gostou tanto da Saga e os personagens são cativantes me deixou animada. Anotei os nomes aqui na wishlist :)
MilkMilks
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

bruna lombardi Says:
12 julho, 2015

Ooi,
Quero esse HQs *---* Amo terror, e apesar de não conhecer esses antes, fiquei com vontade de ter e ler!
Eles tem uma premissa muito boa. Já coloquei na lista de leituras *u*
Beijos
Cantinho da Bruna

Gabrielly Marques Says:
12 julho, 2015

Amo quando o monstro/assassino/vilão acaba por cativar o leitor por mais que cometa atrocidades nos faz simpatizar com eles <3 Não conheço a história do monstro do pântano e fiquei curiosa apesar de não ler HQ. Achei as ilustrações incríveis. Você está com tudo nessa maratona hein? Estou com medo de flopar. Hoje posto no blog o resumo da semana.
Seu texto ficou ótimo!

Beijos
http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

Lumartinho Says:
12 julho, 2015

Oie, tudo bem!?
Não conhecia essa HQ e adorei o fato da garota ter cabelos brancos, não sei por que, mas gostei ahahha
Só não sei se eu leria, gosto que é ambientada nos anos 80, mas o tema em si não me agrada muito. É uma HQ pra colocar na lista e experimentar coisa nova.
Você tá indo bem na maratona, até agora só li um livro e meio!!
Beijos

LuMartinho | Face

Jess Leite Says:
12 julho, 2015

Olá!
Não conhecia essa HQ e confesso que não faz meu estilo esse tipo de leitura, então eu passo.
Porém, é a cara do meu namorado, vou mandar o link para ele hahaha!
Adorei a resenha!
Beijos e foco na maratona! xD

www.livrosdajess.com

Marijleite Says:
13 julho, 2015

Olá; estou bem por fora do mundo dos quadrinhos e HQs, achei bem interessante a premissa de O monstro do pântano.

Alice Aguiar Says:
13 julho, 2015

eu estou lendo diversos quadrinhos esse ano pra tirar o atraso. acho que vou colocar esse a minha ista, gosto muito das leituras do selo da vertido e o fato da história ser bem construída me anima. esse lance de monstro que cativa os outros por causa da sua humanidade é bem a minha cara xp
vou marcar pra leitura *--*
Seguindo o Coelho Branco

Silvana Sartori Says:
13 julho, 2015

Olha eu não sou muito chegada em ler HQ, mas achei bastante interessante essa sua resenha DUPLA, porque deu para saber um pouco mais sobre ambas as histórias. Está de parabéns, porque fazer resenha de um livro já é bem cansativo, imagina dois né? Mas tipo, achei super legal e acho que quem vai gostar mesmo é minha colaboradora Agatha que adora esses tipos de leitura. Eu sou mais chegada nas leituras de livros normais mesmo. HQ não sou muito fan. Mas mesmo assim não tenho preconceito, porque eu preciso começar a ler algo sobre. Enfim...

http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/demi-lovato-edicao-especial-para-fas.html

Déborah Says:
13 julho, 2015

Valéria, não sou muito de Hq que tem uma pegada de terror, mas como você disse que não causa repulsa e nem assusta.
Acho que daria uma chance porque afinal de contas é do Alan Moore.
E é necessário na vida de quem gosta de quadrinhos. ^^

Lisossomos

Débora Costa Says:
13 julho, 2015

Não sou de ler HQ's mas eu gosto muito de explorar esses novos conteúdos. Vou dar uma pesquisada sobre essa saga pra ver se gosto.

http://laoliphant.com.br/

Rafaella Lima Says:
17 julho, 2015

Oi Maria, tudo bem? Não tenho o costume de ler HQ, mas parece ser interessante. Os traços são meio rústicos, mas parece que combinam com o teor da história e achei legal o que você sobre o monstro não causar repulsa, mas nos cativa. Eu também estou participando da Maratona, mas essa semana fiquei sem ler, e vou acabar trocando alguns livros da minha TBR original.

Beijinhos,

Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

Luan Jonathan Says:
18 julho, 2015

Não leio muitas Hq's mais fiquei bastante interessado nessa HQ que você desenhou, a história parece ser bastante interessante e me lembrou Homem Aranha, bom gostei bastante e procurarei saber mais sobre ela! :))

Abraços e até!

lendoferozmente.blogspot.com.br

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...