Vovó tem Alzha... o quê?

| 04 fevereiro 2015 | |


Hoje trago para vocês a resenha de um livrinho infantil que li esses dias, e que, apesar de ser voltado para crianças, traz uma temática triste, contada por uma perspectiva que emociona e atenta para uma doença que tem destruído cada vez mais momentos felizes em família... Trata-se do Mal de Alzheimer...

Escrito por Verónique Van den Abeele, uma escritora belga, e publicado pela Editora FTD, em apenas 32 páginas, Vovó tem Alzha... O quê? conta a história de Camila e sua avó. A menina fala sobre as coisas que mais gostava de fazer em companhia de sua querida vovó, e de como elas eram felizes, até o momento em que algo acontece com os pensamentos de vovó e ela começa a esquecer de nomes, afazeres, entre outras coisas, deixando Camila muito preocupada e confusa. É uma leitura curta, repleta de ilustrações, mas confesso que cheguei às lágrimas, pois esse assunto me dá certo temor por alguns motivos pessoais... 

Em suma, é um livrinho tocante, para crianças, mas que pode emocionar um adulto ao ler... Camila precisa entender o que acontece com sua avó, e aprendeu também que hoje, é a avó quem precisa dos cuidados que antes ela dedicava à própria neta... Mas entre tanta tristeza pelo esquecimento que a doença provoca, há algo que a vovó nunca deixa de realizar junto a sua netinha... E isso deixa Camila feliz... 

É preciso que Camila preserve as fotografias, os bolos de chocolate e passeios pelo campo... Reunindo tudo o que aprendeu com sua amada avó, ela põe em prática os melhores momentos da vida ao lado de quem ela ama... Leitura super recomendada, para todas as idades... Uma obra profunda, muito bem ilustrada, que vai arrancar lágrimas dos leitores mais sensíveis...



7 Comentários:

Gil Evans Says:
04 fevereiro, 2015

oi maria, parece ser bem inocente e fofo, amei conhecer um pouco, amei a resenha amiga s2
maria me visite tambem:
gilvaniaevans.com

Renata. Says:
05 fevereiro, 2015

Poxa, que bacana esse livro Maria! Tem alguns assuntos bem complicados de abordar com as pessoas, crianças em especial, e as vezes uma boa literatura pode ajudar e muito nessa hora. Gostei bastante da dica, afinal o Mal de Alzheimer não é tão falado quanto deveria ser. E sobre a história contada, achei bem emocionante, especialmente a parte em que a personagem precisa guardar todas essas lembranças.

Super beijo;*
Renata,
psychoreader.wordpress.com

Amoras Com Pimenta Says:
05 fevereiro, 2015

Oi Amora! O mal de alzheimer, no meu ver, é uma das doenças mais ingratas que tem, porque ela nos tira a pessoa que amamos em vida. O físico é o mesmo, mas a pessoa não está mais lá. Minha vó morreu com as conseqüências do mal de azheimer, e foi muito triste ve-la definhando e cada vez que eu ia ve-la, ela não era mais a mesma. egal ter u m livro que trata do assunto com os pequeninos, é um assunto pesado, uma tema pesado, e ter uma abordagem infantil é uma excelente saída para explicarmos aos pequenos. bjs
Eykler
www.amorascompimenta.com

POESIA NA ALMA. Says:
05 fevereiro, 2015

Ownnnnnnnnnn... eu amodoro livros infantis. Bem como filmes. Este eu não conhecia.
eu não duvido que seja um livro tocante e que nos faça chorar, do jeito que gosto. De uns tempos pra cá, tenho refletido o quanto livros infantis e filmes também são, por vezes, melhores.

Barbara Sathler Says:
06 fevereiro, 2015

Alguns livros infantis tocam a gente, né? Deve ser bem triste esse, mas é uma realidade que deve ser passada para as crianças também. A mãe do meu antigo chefe tem alzheimer e ela sempre ligava lá pra livraria perguntando se eu tinha visto duas crianças passando por ali, que no caso seriam os filhos dela já adultos :(

Blog: Café Com Babis (:

Caroline Porto Says:
06 fevereiro, 2015

Então.. já senti vontade de chorar só pelo seu post porque já convivi com uma pessoa com alzheimer e é muito triste.. no meu caso era uma senhora que todo santo dia eu tinha que falar quem eu era, o que eu tava fazendo ali (era meu emprego na época) e diversas outras coisas que duraram uns 3 meses, ou seja, 3 meses comigo falando todo santo dia a mesma coisa pra ela. Não é incômodo falar sabe, mas é triste você pensar que isso é uma doença e pior, sem cura. Espero que isso nunca aconteça na minha família. Quanto ao livro, fiquei bem curiosa.. apesar de não gostar de drama. Super beijo Val!!

Mutações Faíscantes da Porto

Maura C. Parvatis Says:
07 fevereiro, 2015

Val, adorei a resenha!
Fiquei interessada em ler o livro - vou anotar o título e procurar entre nas biblioteca, se ler digo o que achei :)

Beijos!

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...