Top 3 [que virou 4] - Casais homossexuais da literatura estrangeira

| 07 dezembro 2014 | |
Fazia tempo que eu não trazia um Top 3 aqui no blog, e resolvi trazer para vocês não apenas 3, mas 4 obras literárias que abordam um assunto que me interessa bastante e que sempre está causando furor na humanidade [e nem deveria, pois é algo absolutamente normal]: Relacionamento de pessoas do mesmo sexo. Seria estranho se na literatura não houvesse espaço para essa forma de amor, não é mesmo? Então, separei alguns dos livros/hq's que mais me emocionaram e quero citar um que tenho na estante mas ainda não foi lido [heresia minha], mas será pois vai sair o filme com uma atriz que amo demais, então quero ler antes do filme sair... 

Sem mais delongas, vamos aos títulos...


O segredo de Brokeback Mountain, escrito por Annie Proulx fala sobre o romance tórrido e proibido de dois jovens cowboys, que ao longo de vinte anos se encontram nas montanhas onde se conheceram e deram inicio a esse amor selvagem e desenfreado. Mesmo com todo o preconceito vigente da época em que foi ambientado, e tendo famílias constituídas para disfarçar a relação entre eles, Jack e Ennis nos emocionam pela carga dolorida de suas existências, e quem quiser saber de mais detalhes sobre o livro, pode ler a resenha que fiz. O livro tem uma adaptação para o cinema e é um dos filmes mais lindos que já tive o prazer de ver... 



Outro título que li no período da faculdade foi Maurice, de E. M. Forster. Conta a história de Maurice que dá nome ao título, um estudante inglês do início do século XX, que se apaixona por Clive, um colega da universidade. Depois que Clive o abandona, por medo de serem descobertos e tendo inclusive casado para fugir dos comentários maldosos das pessoas próximas, e se enquadrar nas conveniências sociais, Maurice acaba se envolvendo com Scudder, guarda-costas do próprio Clive. É um livro que desafia a sociedade vitoriana, numa época em que os homens que praticavam sodomia eram presos [vide Oscar Wilde], e que seria impossível viver abertamente esse amor. Existe um filme baseado no livro, que retrata de forma fiel a obra literária... E pretendo fazer uma resenha para vocês aqui no blog sobre a história...



Azul é a cor mais quente é um quadrinho escrito por Julie Maroh e trata da descoberta da sexualidade de uma garota chamada Clementine, que se apaixona por Emma, uma garota um pouco mais velha que possui lindas madeixas azuis. Ambientada na França, a história ganhou uma versão recentemente para o cinema, intitulada Azul é a cor mais quente, mudando o nome da protagonista para Adele. É uma história emocionante e o romance vivido pelas garotas traz uma carga de tragédia que deixa o leitor com lágrimas nos olhos. O filme difere em vários pontos da obra mas não deixa de ter sua beleza e perfeição...Para mais detalhes sobre a história, leia minha resenha aqui.  


Para finalizar esse Top 3/4*risos* queria citar a obra Carol, de Patricia Highsmtih, sobre o romance de Therese Belivet e Carol Aird, que logo será alvo de críticas das pessoas que convivem com ambas as mulheres. É uma história que fala de obsessão e libertação sexual, sendo um dos livros mais importantes da literatura inglesa do século XX. Aborda o amor entre mulheres de maneira  suave e natural, com cargas de suspense que é típico de Patricia Highsmith. Publicado em 1952, foi divulgado recentemente que haverá a adaptação dele para o cinema, trazendo Cate Blanchet e a maravilhosa Rooney Mara [que interpretou Lisbeth Salander em Os homens que não amavam as mulheres] como o casal de protagonistas... Me sinto uma herege por ainda não ter lido esse livro, e antes do filme sair, pretendo fazer isso... [ironia que o tenho na estante... u.u]



Em suma, espero que tenham gostado e me deixem nos comentários se vocês já leram/assistiram alguns desses títulos, se tem curiosidade, se o tema desperta interesse em vocês, enfim... Até o próximo post, beijos... 




5 Comentários:

Alice Aguiar Says:
07 dezembro, 2014

adoro azul é a cor mais quente <3

Seguindo o Coelho Branco

Amores e Livros Says:
07 dezembro, 2014

Da sua lista só li Azul é a cor mais quente e amei!!!!
"Brookeback" vi o filme somente e confesso não saber que era livro...

Garoto encontra Garoto do Levithan é meio ficção em alguns momentos (como lideres de torcida que são motoqueiras) mas é um livro YA lindo :)

Beijinhos,
Lica

Kris Oliveira Says:
08 dezembro, 2014

Eu não li ainda muitos livros com temática homossexuais, não por preconceito, mas por falta de oportunidade mesmo.
Espero poder ler vários em breve! Acho que eu já te conheço um pouquinho tinha certeza de que OSBBM iria encabeçar essa lista.
Beijooo Val <3

Mariana Oliveira Says:
08 dezembro, 2014

De todos eu já ouvi falar de azul é a cor mais quente, haha. Pelo que vi nos seus comentários não é só eu né, haha. E ainda não assisti e nem li. Não é meu gênero mesmo, nada contra.

Beijos | www.prettythings.com.br

Caroline Porto Says:
08 dezembro, 2014

Conheço o primeiro livro desta lista, sendo que já vi o filme umas zilhões de vezes kkkk agora, com certeza Azul é a cor mais quente é um filme super bem feito mesmo, muita gente gostou e comigo não podia ser diferente. Beijos!

Mutações Faíscantes da Porto

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...