Resenha do mês [Outubro] - A volta do parafuso

| 12 janeiro 2014 | |
Bom, estou super mega hiper atrasada pra postar essa resenha, mas a questão foi que eu emprestei o livro pra um amigo e de lá pra cá não tive tempo de ir buscar na casa dele, porque eu gosto de fazer as resenhas com o livro em mãos, pra [re]ler alguns trechos, vezemquando selecionar algumas quotes e coisas do tipo, mas vai demorar pra que eu tenha ele em mãos novamente, e pra não acumular mais resenhas do mês, resolvi escrever assim mesmo, 'às escuras'.


A volta do parafuso é uma obra escrita por Henry James. Ganhei esse livro no Amiga Secreta do Dose Literária [Mara Vanessa foi minha AS querida] e assim que chegou, terminei uma leitura pra começar a lê-lo. E terminei de ler duas horas depois... O enredo fala sobre uma governanta que cuida de duas crianças órfãs em uma mansão afastada de Londres, onde aparecem os antigos empregados da casa, já mortos, que tomavam conta da educação das crianças antes de morrerem... Quem já assistiu o filme Os Outros, com Nicole Kidman, vai ficar familiarizado com o enredo, que foi baseado na história desse livro. Achei a leitura fantástica. Além desse filme, existem mais dois que são baseados na obra de James, Os inocentes e Os que chegam com a noite.

A história é de terror, mas tem uma carga de tensão psicológica que beira a paranóia. Vi algumas opiniões bem distintas sobre o livro, algumas pessoas acham que a sexualidade pode ser um fator importante pra explicar a trama do livro. Outros acreditam que é um livro que fala sobre fantasmas, e apenas eles. Na minha interpretação, achei possíveis ambas as 'teses', mas prefiro encarar o livro como uma obra de suspense e terror fantasmagórico, sem anular a questão psicológica sexual, claro. O teor sexual é forte, pois aborda questões acerca do afloramento da sexualidade em crianças, violência sexual infantil e outras temáticas pesadas, mas que se mostram subentendidas na história. É bem possível que o autor quisesse passar realmente essa impressão 'freudiana' do assunto, e tenha se utilizado de elementos de terror para dar ênfase a um assunto tão complexo na época. 

A governanta Giddens é contratada por um homem rico para tomar conta de seu casal de sobrinhos, duas crianças órfãs que ele não quer ter contato. Ele paga tudo o que for necessário para a educação dos dois, mas como é um homem ocupado, solteiro e de negócios, não sente afeto para dar a seus sobrinhos, por isso a decisão de contratar alguém que faça o papel de 'mãe' de Flora e Miles. A senhorita Giddens vai morar na mansão em que as crianças se encontram e apesar da beleza do local, algo se revela ameaçador e aterrorizante aos seus olhos...

Seriam espíritos dos antigos empregados da casa que surgem para fazer algum mal para Flora e Miles? Ou seria a mente perturbada por desejos sexuais reprimidos da governanta que a levam a um estado de loucura e asfixia psicológica? No decorrer da leitura, nos deparamos com descrições detalhadas de cenário, e nos imaginamos dentro da história [ao menos foi assim comigo]. Eu adoro descrições, detalhes minuciosos, e quando se trata de histórias de horror, fico ainda mais receptiva a esse tipo de narração. O livro não peca nesse sentido. 

A história é um misto de possessão, loucura e lirismo mórbido. É praticamente impossível abandonar a leitura assim que você começa o primeiro capítulo. Recomendo ler numa noite de chuva, tempestuosa, à meia-luz... 

Mais uma vez perdão pela demora em postar a resenha desse livro, e espero que tenham gostado. Deixem suas opiniões acerca da obra, seja o livro ou algum[ns] dos filmes...
Até a próxima... 

9 Comentários:

Italo S Says:
12 janeiro, 2014

Olá, como vai?
Menina, não sabia que era tão assim esse livro o-o
pensei que fosse um livro de terror, muito bom, mas não tinha tanta noção do que se tratava.
Comprei esse livro pro Victor, um dia, no sebo, mas a edição é uma capa dura, vermelha, e tals hihi
depois lerei hihi

http://incriativos.blogspot.com.br/

Maria Valéria Says:
12 janeiro, 2014

leia mesmo, é muito bom. Creio que tu vais gostar =]
bjs

Kris Monneska Says:
12 janeiro, 2014

UAU!
Não conhecia esse livre, sinceramente não tinha nem ouvido falar dele. Mas pela resenha fiquei realmente interessada, adoro esse tipo de leitura que te prende no livro de tal forma que se alguém do mundo real fala com você, você toma um susto. Rsrsrs isso sempre acontece comigo.
Adorei o filme Os Outros, então com certeza o livro deve ser excepcional.
Obrigada Valéria.
Conversas de Alcova

Kéziah Raiol Says:
12 janeiro, 2014

Deus do céu o.o
Eu juro que quando li o nome "A volta do parafuso" eu pensei que fosse um livro infantil hahahaha' Mas menina, me surpreendeu. Que história é essa? Essa carga psicológica deve ser fantástica. A premissa é interessantíssima D: e diga-se de passagem muito doentia.Parece ser aqueles livros que nos fazer raciocinar bem, né? Estou baixando o pdf dele agora mesmo e vou passar na frente das outras leituras. A tua resenha me deixou extremamente maluca para ler.

Beijos,
paixaoliteraria.com

António Jesus Batalha Says:
12 janeiro, 2014

Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
Sou António Batalha.

Tamara Costa Says:
12 janeiro, 2014

Val, acredita que preferi o filme ao livros?
Pois foi...achei a narrativa um pouco entediante e a personagem principal mais ainda...mas é um bom livro, vale a pena. Mas o filme me surpreendeu mais.

Aline Dias Says:
12 janeiro, 2014

Olá não conhecia este livro, pelo que vc disse é um livro bem pesado!Ótima resenha ;)
Bjs

http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

Inês Gabriela A. Says:
13 janeiro, 2014

Uau, o livro não faz muito meu estilo, por isso não leria.

memorias-de-leitura.blogspot.com

Michelli Santos Prado Says:
17 janeiro, 2014

Oi Maria...Tudo bem??
Não conhecia o livro, e nem os filmes que você citou. Mas com certeza a historia me deixou mega curiosa e sua resenha não deixou nenhuma dica do que acontece depois...Confesso que não sou muito acostumada a ler livros deste gênero (terror), mas fiquei bastante animada de saber mais sobre todo este mistério e para saber o que acontece com as crianças e a governanta!!
Beijos =)

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...