De coração para Coração

| 16 dezembro 2013 | |
E esses dias tive uma tarde prazerosa com Karina, mais conhecida como Serena, do blog Leitor Cabuloso. Recebi das mãos dela os livros lançados recentemente pela Editora Novo Conceito para resenhar para o blog dela, e logicamente, para o meu também. O primeiro que resolvi ler tem apenas 207 páginas, e se chama De Coração para Coração, da autora Lurlene McDaniel


A história fala sobre duas garotas muito amigas que dividem seus momentos [bons e ruins] uma com a outra. A forte amizade se vê um pouco abalada quando Elowyn se apaixona por Wyatt e Kassey se sente um pouco 'escanteada'. Mas o pior ainda estava por vir. Uma fatalidade acontece e Kassey vê sua amiga num quarto de hospital, sobrevivendo por meio de aparelhos. Os pais de Elowyn precisam tomar uma decisão inevitável: desligar os aparelhos que mantêm a filha viva... Nesse ínterim, Kassey descobre que Elowyn tinha optado por ser doadora de órgãos, assim que tirou sua carteira de motorista. E por ironia do destino, ela veio a sofrer o acidente que lhe ceifou a vida no carro que ganhou dos pais, aos 16 anos... 

Paralelamente, conhecemos Arabeth, uma adolescente sem amigos que vive com a mãe e aguarda há muitos anos um telefonema que pode salvar sua vida... Arabeth tem seu destino ligado ao de Elowyn e de Kassey e um elo muito forte acaba unindo as garotas... 

A leitura é sem preâmbulos, tem uma narrativa alternada entre Kassey e Arabeth, é breve e direto. Creio que por esse motivo, não temos como nos envolver de forma mais profunda com os personagens [ao menos no meu caso]. Ao longo dos curtos capítulos, conhecemos a vida dessas três garotas e seus problemas com a família, amores e dores. Mas em minha humilde opinião, a autora poderia ter aprofundado mais a história e com algumas páginas a mais, eu poderia sentir realmente uma emoção absurda pela situação em que essas três jovens se encontram. Mas de forma alguma é um livro ruim. No geral, é uma boa leitura, só não me passou sentimentos mais profundos pela sua 'brevidade'. 

Alguns fatos interessantes sobre a temática de transplante de órgãos nos são apresentadas, como a teoria de que a pessoa que recebe um órgão acaba recebendo 'no pacote' memórias e sensações do doador. Arabeth e Elowyn tem personalidades bem distintas, e depois do transplante, é como se Arabeth tivesse mudado seu comportamento de forma inconsciente em alguns pontos. 

Kassey é a base de toda a história. É através dela que conhecemos sua amiga Elowyn, é ela quem nos mostra o melhor de Arabeth, é com ela que descobrimos como Wyatt realmente é. Além de sua relação com a família da amiga e do conflito que vive com seu pai. Os paralelos da história não ofuscam o plano principal da obra...
Em suma, é um livro para quem procura uma leitura agradável, despretensiosa e que cumpre bem seu papel de nos fazer refletir sobre a brevidade da vida, e de como podemos dar valor às coias simples e pequenas, que a qualquer momento podem desaparecer para sempre, num piscar de olhos, num 'pulsar de coração'...


7 Comentários:

Mariana Guimarães Says:
17 dezembro, 2013

Nossa, pela sua resenha esse parece ser um livro forte e emocionante e aproveitando o que você falou sobre a autora não ter se aprofundado, na minha opinião esse é o problema com a maioria dos livros com capítulos curtos, por um lado a leitura flui rapidamente, por outro não há muito espaço para uma boa construção dos personagens. Beijos

http://amostradelivros.blogspot.com.br/

Italo S Says:
17 dezembro, 2013

Valéria, como está?
há um tempo li um post em um blog sobre este livro, fiquei interessado, achei que seria -e deve ser- uma leitura leve.
Mas, confesso, acho essa capa muito linda, muito legal.

http://incriativos.blogspot.com.br/

Aline Gonçalves Says:
18 dezembro, 2013

Nossa, não sabia que a história do livro era essa. Parece ser bem tocante e deve colocar o leitor para refletir sobre a vida.
Me interessei, pois a leitura parece ser bem rápida e despretensiosa.
;)
http://livrosyviagens.blogspot.com/

Amiga da Leitora - Thais Says:
18 dezembro, 2013

Puts, pena que não deu para se envolver tanto com os personagens. Quando eu soube deste livro já imaginei que iria me tocar profundamente, mas fiquei meio decepcionada com essa sua informação em relação ao envolvimento. Mesmo assim estou ansiosa para lê-lo!

xoxo
http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

Neyla Suzart Says:
21 dezembro, 2013

Oi Maria Valéria :)
Li esse livro essa semana e achei ele uma graça. *-* Uma leitura ágil e com uma história bem fofa, adorei! Realmente, não houve muito envolvimento da minha parte com os personagens. Gostei deles, mas nada que me fizesse torcer, apaixonar.
Beijos
http://www.coisasdemeninas.blog.br/

Vanessa Chanice Says:
21 dezembro, 2013

Nossa, você não mencionou na resenha, mas pela historia eu fiquei com a impressão de que deve ser um livro muuuito triste, não? De fazer a gente morrer de chorar? Me interessei bastante pela história, mas não to no clima de livros tristes agora.
Beijos!
www.centraldaleiturablog.blogspot.com

Yasmin Duarte Says:
22 dezembro, 2013

Nossa me impressionei com a estória, parecia não ser algo nessa linha, faz o leitor refletir, gostei.
http://pantera-selvagem.blogspot.com.br

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

╬† Literatura no Mundo ╬†

╬† Autores ╬†

agatha christie Alan Dean Foster Alan Moore Álvares de Azevedo Ana Cristina César Anaïs Nin Anna Akhmatova Anne Rice Anne Sexton Antônio Xerxenesky Arthur Rimbaud Bob Dylan Bram Stoker Cacaso Caio f. Abreu Cecília Meireles Charles Baudelaire charles bukowski Charles Dickens chuck palahniuk Clarice Lispector clive barker Cruz e Sousa dalton trevisan David Seltzer Dik Browne Don Winslow edgar allan poe Eduardo Galeano Emily Brontë Ernest Hemingway Eurípedes F. Scott Fitzgerald Ferreira Gullar Florbela Espanca Franz Kafka Garth Ennis George R. R. Martin Gilberto Freyre Guido Crepax H. G. Wells H. P. Lovecraft Haruki Murakami Henry James Herman Hesse Herman Melville Hilda Hilst honoré de balzac Horacio Quiroga Hunter S. Thompson Ignácio de Loyola Brandão isaac asimov Ivan Turgueniev J. R. R. Tolkien Jack Kerouac Jack London Jay Anson João Ubaldo Ribeiro Joe Sacco Jon Krakauer Jorge Luis Borges José Mauro de Vasconcelos Julio Verne Konstantinos Kaváfis L. Frank Baum Laura Esquivel Leon Tolstói Lord Byron Luciana Hidalgo Luiz Ruffato Lygia Fagundes Telles manoel de barros Marcelo Rubens Paiva Mario Benedetti Mark Twain Marquês de Sade Martha Medeiros Mary Shelley Michel Laub Miguel de Cervantes Milo Manara Moacyr Scliar Neil Gaiman Nelson Rodrigues Nicolai Gógol Oscar Wilde Pablo Neruda Patti Smith Paulo Leminski Pedro Juán Gutierrez Rachel de Queiroz Rainer Maria Rilke Ray Bradbury Robert Bloch Robert Kirkman robert louis stevenson Roberto Beltrão Rubem Alves Sándor Márai Sófocles Stephen King Stieg Larsson Susan E. Hinton Sylvia Plath Torquato Neto Victor Hugo Virginia Woolf William S. Burroughs Ziraldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...