Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...





"Deixai toda esperança, ó vós que entrais!" Inferno. A divina Comédia [Dante Alighieri]

Páginas

4

Torpor Notícias... [Ed. Ocelote e nova Parceria]

Meus queridos leitores, demorei a postar estes dias, pois ando bem atarefada com esse final de bimestre. Como vocês podem imaginar, é nesse período que nós, 'sofressores', surtamos a ponto de usar uma camisa de força [provas, trabalhos, correções, cadernetas e afins]. Mas cá estou eu, com um post de notícias boas e importantes para todos vocês que acompanham o blog.


Primeiro quero falar sobre o lançamento de Amaríssimo em Campinas - SP. Segundo o editor Lúcio Gonçalves, a sessão de autógrafos foi um sucesso. O evento ocorreu no dia 13 de novembro, às 19:00 horas no Café e Arte em Campinas - SP. Foram distribuídos lindos marcadores do livro e quem ganhar a promoção que está ativa aqui no blog, vai receber em casa um deles também. Eu já recebi em primeira mão os meus. 

"Ah, mas eu perdi o lançamento e talz blá blá blá..." 
Não tem problema. Se você é de SP, não perca o próximo evento neste sábado, 30 de novembro de 2013. A segunda sessão de autógrafos será na cidade de Salto. O local do evento é na Livraria Nobel, à partir das 10:00 horas e no mesmo dia, Clarice Paes também estará na Praça XV Filmes, a Locadora do Nei, às 16:00h. São duas chances no mesmo dia. Se você não puder conferir o lançamento pela manhã, pode ir a tarde. O livro está disponível para vendas no Mercado Livre, por apenas R$18,90, frete incluso [confira o banner na lateral aqui do blog] e no local dos eventos. Se você já tem seu exemplar, não hesite em ir pegar seu autógrafo e trocar um papo bacana com a autora. 



A notícia do lançamento em Salto - SP, saiu no jornal Estância.

E por último, mas não menos importante, a Editora Ocelote enviou essa semana uma remessa de seus exemplares publicados para Angola. Além dos livros com o selo Ocelote, foram também edições do escritor agenciado André Palhardi. E aguardem que logo terá uma resenha do livro E a onda levou... que Lúcio me enviou de cortesia. Já adianto que é uma leitura reflexiva e prática... 


livros da Editora Ocelote

Exemplares do autor André Palhardi

Agora, uma notícia maravilhosa para o Torpor Niilista: venho comunicar através deste post uma nova Parceria para o blog, com o talentoso autor Matheus Ferraz. Para mim, será um enorme prazer poder compartilhar com vocês as notícias acerca de seu trabalho. Vocês já tiveram a oportunidade de conferir a resenha de Teorema de Mabel, livro que ganhei numa promoção de sua página no Facebook. Teorema de Mabel é o livro de estréia do autor, e você pode adquirir seu exemplar  no Clube de Autores, e agora também na versão Pocket. Então, aguardem novidades a respeito de suas divulgações e novos trabalhos. Em breve, em breve... Quero agradecer a Matheus pela confiança em mim, e em meu blog, e que dessa parceria possam surgir muitas coisas boas para ambos. Além de parceira, sou uma grande admiradora sua. 

Matheus Ferraz, novo parceiro do Torpor Niilista...


Para encerrar o post, quero falar sobre o Top Comentarista que está rolando aqui desde o final de Setembro. Não há necessidade de preencher formulários, o livro será surpresa e basta apenas você ser seguidor do blog e comentar nos posts. Vão acompanhando a caixinha de TC na barra lateral e em dezembro, no dia 18/13/13 [que não havia especificado antes, perdão], eu anunciarei o[a] vencedor[a]. Apenas em caso de empate no número de comentários, é que farei um sorteio pelo Random.org. Enviarei o prêmio dentro de 20 dias. Qualquer dúvida a respeito do TC, envie um e-mail na caixa de Contato. Podem ser realizados comentários nos posts antigos também. Todos os posts são válidos. 
E logo logo farei uma promoção na page do Facebook. Acompanhem e fiquem por dentro das novidades... 

Por hoje é só, pessoal. 
Beijinhos entorpecedores... ;)


9

Dose Tripla de Selinho - The Versatile Blogguer Award



A fofa da Ana Lima, do blog Coisas de Ana, me indicou um selinho lindo [que eu já tinha ganho um tempo atrás], mas vou responder novamente. E esses dias recebi mais duas indicações de selo Versatile Blogguer Award: do blog Portão Azul. e do blog  Café com Leituras! Muito obrigada à Ana Samu e Neriana Rocha. 


Eu preciso dizer 7 coisas que eu gosto e depois indicar 15 blogs que tenham menos de 200 seguidores. Como recebi 3 selos do mesmo, direi 21 coisas, ok?

Coisas que gosto:

  • Tatuagem
  • Cabelo colorido
  • Gatos
  • Livros
  • Minha família
  • Chocolate
  • Surpresa de Uva
  • Ouvir Música
  • Ver filmes
  • Amy Lee
  • Quadrinhos
  • Emily, the Strange
  • Minho [meu amor]
  • Bolsas 
  • estampa de oncinha
  • mar
  • estações de trem vazias
  • açaí na tijela
  • goth culture
  • mostarda
  • quadrinhos

Os blogs escolhidos:


Não perca a chance de concorrer a um exemplar de Amaríssimo aqui no blog.
Clica aqui, segue as [poucas] regrinhas e BOA SORTE!!!
13

Bienal do Livro PE 2013 [Parte II]


Olá, queridos leitores do blog. Estava a um tempinho devendo o post sobre o último dia da Bienal do Livro PE, mas eis aqui o bendito post. 

Isy e eu

No último dia, 13 de outubro de 2013, fui com meu amor Minho e com um casal de amigos, Isy e Felipe [mais o irmão de Felipe que conheci durante a viagem]. Chegando lá, não demoramos muito como do outro dia, e como eu estava com menos dinheiro dessa vez, acabei trazendo pouca coisa, mas pude encontrar alguns livros bem baratos. Me irritei com algumas coisas, mas pude encontrar algumas pessoas por lá, achei mangás a preços bacanas e Minho e eu acabamos comprando alguns. Eu já tinha falado a respeito da organização no post do primeiro dia, quem quiser confira aqui... 

Aquisições do último dia de Feira...

Livros:
O código de Hamurábi -  R$ 5,00
O silêncio branco e outros contos - Jack London R$ 5,00
Guerra das baratas - Arquivo X volume 10 - Les Martin R$ 5,00
Uma fênix em Praga - Suely Buriasco R$ 5,00
Pesadelo Refrigerado - Henry Miller R$ 10,00
Prodígios da Natureza volume 1 R$ 3,00
Prodígios da Natureza Volume 2 R$ 3,00
Lugares Misteriosos Volume 2  R$ 3,00
México - Samuel Sérgio Salinas - R$5,00

Quadrinhos: 
Vagabond #2 - R$ 2,00 e
alguns mangás de Blade of the Immortal pra Minho, também por R$ 2,00 cada... 


Minho e eu [sim, eu tinha me irritado com ele, por isso a cara de azeda]

Logo na entrada, quando já tínhamos nos preparado para ir embora, resolvi tirar umas photos junto do banner da Bienal. Poderia ter tirado durante o dia, na hora que chegamos, mas acabei esquecendo. Apesar de não termos passado o dia inteiro lá, pude procurar à vontade nos estandes e tinha muita promoção. O problema é que a maioria dos títulos que eu queria estavam a preços abusivos e os poucos que comprei, nem estavam em minha lista, exceto o mangá. Mas foram boas aquisições, já li quase todos... 


Então, pessoal. Espero que tenham curtido o post. Beijinhos entorpecedores...


Já está participando da Promoção 6 anos de Blog
Clique e Participe. Boa sorte!!! 
9

Selinho [Boa opção de Leitura]

O queridão Ítalo Sousa do blog  Incriativos me indicou um selo [Boa opção de Leitura] que eu nunca tinha visto até ver o post deles falando a respeito. Muito obrigada por me indicar, Ítalo. O selinho consiste em agradecer a quem te indicou e seguir o blog, mencionar 10 fatos sobre você e indicar os blogs mais legais que você acompanha, sem limite de indicações. 
Bom, depois de ter agradecido o Incriativos, eis 10 fatos sobre minha pessoa:


                                 

Faço coleção de coleções [de bottons e livros até receitas culinárias e papéis de carta].
Adoro esmaltes e maquiagem [apesar de não saber fazer unhas e nem uma make legal e criativa].
Passei a usar óculos com 27 anos.
Tenho piercing e tattoo mas morro de medo de agulhas.
Odeio dormir na claridade e falar assim que acordo.
Sou formada em História, mas atualmente dou aulas de Cidadania e Artes.
Quando pequena, tocava flauta doce [mas creio ter perdido a prática de uns tempos pra cá sem tocar].
Um dos meus gêneros de filme preferidos é Western.
Sou louca por Leonardo Dicaprio.
Minha primeira tattoo foi em homenagem a um suicida que nunca conheci


Blogs que indico:




Bom, então é isso. Espero que tenham curtido a indicação. E sigam o blog Incriativos que é muito bacana. 


Já está participando da Promoção 6 anos de Blog
Clique e Participe. Boa sorte!!! 
9

Livros comprados em Outubro/2013

tem revistas e mangás na pilha... desconsiderem... rsrs


Bom, me perdoem o atraso mas finalmente o post saiu. Eu tinha falado no post anterior que não tinha comprado muita coisa por causa da Bienal, e eis que em Outubro eu só comprei livros no evento. Mesmo depois eu não comprei mais nada, em vista do que gastei nos dois dias que eu fui. Não lembro a ordem de comprados, mas creio que não faça diferença. Então, vamos à lista:

A janela de Overton - Glenn Beck [3 estrelas]
O pequeno Príncipe - Antoine de Saint Exúpery [5 estrelas]
Rebeldes Literários da República - Eliana de Freitas Dutra [não li ainda]
A origem das espécies volume I - Charles Darwin [não li ainda]
Zadig ou o destino - Voltaire [5 estrelas]
A princesa da Babilônia - Voltaire [5 estrelas]
Viajante solitário - Jack Kerouac [4 estrelas]
Fragmentos - Caio F. Abreu [5 estrelas]
A aventura de um cliente ilustre - Arthur Conan Doyle [4 estrelas]
As grandes batalhas da História Volume 1 - Larousse [não li ainda]
As grandes batalhas da História Volume 2 - Larousse [não li ainda]
As grandes invenções da Humanidade Volume 2 - Larousse [não li ainda]
Peanuts: 120 tirinhas - Charles M. Schulz [5 estrelas]

Esses foram os livros comprados no primeiro dia de Bienal. No segundo dia [ainda vou postar a respeito] comprei menos livros, porque fui com pouco dinheiro. Eis a lista:


México - Samuel Sérgio Salinas [3 estrelas]
O código de Hamurábi - [3 estrelas]
O silêncio branco e outros contos - Jack London [4 estrelas]
Guerra das baratas - Arquivo X volume 10 - Les Martin [4 estrelas]
Uma fênix em Praga - Suely Buriasco [4 estrelas]
Pesadelo Refrigerado - Henry Miller [não li ainda]
Prodígios da Natureza volume 1 [não li ainda]
Prodígios da Natureza Volume 2 [não li ainda]
Lugares Misteriosos Volume 2 [não li ainda]

tem um mangá perdido entre os livros...

Ao todo, foram 22 títulos [se contar com Peanuts, que considero como HQ], e como podem perceber, já li e [re]li a maioria deles... 
Mais detalhes sobre o segundo dia da Bienal, em breve...

Apesar de ter amado alguns desses títulos [alguns eu vou resenhar, de qualquer forma], minha escolha para a Resenha do Mês foi um livro que ganhei de presente no Amiga Secreta do Dose Literária, A volta do Parafuso. Fiquem de olho nos próximos posts... 


Já está participando da Promoção 6 anos de Blog
Clique e Participe. Boa sorte!!! 




14

6 anos de existência... E para comemorar tem Promoção...


Meu blog não é recente, como muitos imaginam... A primeira vez que postei algo aqui foi em 13 de novembro de 2007, ou seja, são seis anos de existência... Embora no começo eu não tenha divulgado como deveria, algumas poucas pessoas passavam por aqui a fim de ler meus devaneios e torpores... 
A partir do ano passado, decidi escrever também [além de meus contos e aforismos] minhas impressões de leituras e compartilhá-las com mais pessoas, então criei a página no facebook e passei a ganhar mais seguidores, aos poucos, de forma gradual, e dessa forma, quero agradecer o carinho de todos que reservam um tempinho de seu dia para visitar meu cantinho.

E para comemorar essa data tão especial para mim e para meus queridos leitores, estou lançando a primeira promoção do blog. Em parceria com a Editora Ocelote, estarei sorteando o livro Amaríssimo [leia resenha dele aqui] , que disponibilizou um exemplar do livro para o blog. Além do livro, você vai ganhar 13 marcadores diversos [um deles autografado] e uns mimos surpresas. 

A promoção começa hoje, dia 13 de novembro e vai até o dia 13 de dezembro [que por sinal, é dia do meu aniversário]

Vamos às regras:

Seguir o blog pelo Google Friend Connect
Curtir a página no facebook 
Seguir o meu twitter
Fazer um comentário nesse post com nome de seguidor e e-mail.
Comentar no post da Resenha [comentários válidos, nada de amei, adorei, quero ler e coisas do tipo]
Ter endereço de entrega no Brasil. 

Para participar é simples.
O número do seu comentário neste post será seu número para sorteio, que será feito pelo random.org no dia 13 de dezembro de 2013, às 20:00h [horário aqui de Pernambuco]. Quando eu sortear o número, verificarei de quem foi o comentário e vou conferir se as regras acima foram seguidas. Caso afirmativo, eu anuncio o[a] ganhador[a]. Se a pessoa deixar de cumprir uma das regrinhas, eu refaço o sorteio. 
Dúvidas? Utilize o formulário de contato aqui na barra lateral esquerda.
Não deixem de participar e boa sorte!!! 

Livro Amaríssimo e marcadores...


16

O amargo e delicioso Amaríssimo...

Como eu havia comunicado nesse post aqui, eu consegui parceria com a Editora Ocelote e o editor Lúcio Gonçalves ficou de me enviar um exemplar de Amaríssimo, um dos lançamentos da editora, e há alguns dias eu recebi de cortesia o meu exemplar e cá estou eu para compartilhar minhas impressões de leitura com vocês, leitores do Torpor Niilista

A verdade é que só pela capa, já fiquei com vontade de devorar o livro. E quando comecei a ler simplesmente não conseguia mais parar. 

Livro de estréia da autora Clarice Paes, se trata de uma coletânea de contos sobre o amor [pode parecer clichê, mas a leitura é surpreendente]. Clarice escreve com a alma. Em cada linha eu me via perdida em devaneios e tentando me colocar no lugar de seus vários personagens, que viveram amores amargos, confusos e alguns até felizes. Cada conto é único, e a forma como Clarice escreve é sem preâmbulos, sem espaço para o lugar-comum e deixa o leitor preso até a última página. São 13 contos, alguns bem curtinhos, em que você experimenta a sensação que a imagem da capa te dá: de saborear um amor com gosto de chocolate, que te dá deleite e por vezes, deixa um gosto amargo na boca, como aqueles casos de amor impossíveis, destrutivos e de finais [in]felizes... Eu gostei de todos no geral, mas alguns em especial me cativaram demais. Um deles se chama Febre

"Sentiu o cheiro dele - quase já não pensava, apenas sentia, em plenitude e transparência. Ficara hipnotizada pelo sorriso dele. Alguma coisa acendia quando ele sorria." 

Clarice usa as palavras de forma poética, seus contos são recheados de devaneios e monólogos melancólicos,  entremeados de aventuras e [des]ilusões amorosas. São contos profundos, apaixonantes, que hipnotizam o leitor. A diagramação do livro é linda, a editora teve um cuidado estético maravilhoso desde a capa até os títulos dos contos. Do Prólogo ao Epílogo, você vai mergulhar num período de contemplação e identificação com as histórias e seus protagonistas, sentir-se absorto e perdido em delírios amorosos e provar as delícias de um livro único, com uma carga de torpor palpitante...
Os contos que mais gostei foram Febre, Olhos de Água doce, Lirismos para um amor qualquer, Ela, (Conversas) e A pianista ou Yesterday.

Leitura mais que recomendada. Indispensável para qualquer Acervo...



7

Paixão da minha adolescência: Leonardo Dicaprio

algumas coisas da minha coleção...

Bom, algumas pessoas não sabem, mas eu tive um grande amor na minha adolescência, daqueles amores platônicos que a pessoa nem imagina que você existe. Pois é... Leonardo Dicaprio é minha paixão platônica desde 1997, quando muitos de vocês que leem meu blog sequer tinham nascido, ou eram muito pequenos [sim, eu sou um pouco velha u.u]

Confesso que comecei a acompanhar sua carreira por causa de Titanic, mas foi a partir de seu filme mais popular que eu descobri o talento dele como ator, ao ponto de ter as paredes do meu quarto forradas de cima a baixo com pôsteres dele, de colecionar revistas e tudo o que saia na banca de revistas e jornais. Comecei a procurar outros filmes dele, e como naquela época eu não tinha videocassete, alugava os filmes nas locadoras e assistia na casa de vizinhos, e quando não podia assistir, alugava a fita só pra ficar agarrada com ela por 24 horas, antes de devolver pra locadora [sim, fui dessas]. 

Quando comecei a acessar a internet, tudo ficou mais fácil. Pude baixar os filmes que ainda não tinha assistido [mas já tinha visto a maioria], [re]vi os que mais gostava [praticamente todos] e passei a acompanhar melhor as notícias sobre meu ídolo perfeito. Embora até hoje eu não tenha conseguido completar a filmografia dele, de seus 29 filmes faltam apenas 4 para eu assistir. Se você souber onde posso assistir online legendado os filmes As cento e uma noitesConversa de Bar [Don's Plum], J. Edgar e O grande Gatsby, por favor me mandem os links. Além desses, ele atuou numa série nos anos 80 chamada Growing Pains, e é muito difícil de encontrar para download. Dos filmes que ele não atuou mas produziu, ainda não vi O assassinato de um presidente, mas os demais eu também já assisti. 

Além de adorar seu trabalho [excelente] como ator, em que ele encarna personagens, em sua maioria, complexos e polêmicos, além de ser ótimo com biografias, admiro bastante seu trabalho como ativista em prol do Meio Ambiente. Leonardo vive doando dinheiro para projetos que visem proteger animais em extinção, ongs que trabalham pela preservação da natureza, entre outros projetos. É um homem admirável, encantador, inteligente e talentoso. Além de lindo, lógico. Como não amar alguém assim?

Então, o post de hoje é dedicado a esse homem irresistível, que povoa meu coração desde meus 12 anos de idade, e que sempre terá minha profunda admiração por seu ótimo trabalho. E hoje, completando 39 anos, só posso desejar meus sinceros sentimentos por tudo o que ele é, por tudo o que ele faz de bom. Desejo sempre sucesso, muitos anos de vida e que venham mais e mais filmes com seu rosto lindo e sua atuação espetacular.

Feliz Aniversário, Leo. ♥
10

Correios [Envios e recebidos] - 6

E minha Caixa de Correio de Outubro veio cheia de novidades, e quero mais uma vez compartilhá-la com vocês, queridos leitores do Torpor Niilista. Então, sem mais delongas, eis o que chegou pra mim...

A primeira coisa que recebi foi um livro de uma amiga da faculdade, Isabelle Sara, que me enviou de presente Morangos Mofados, de Caio f. Abreu [muito obrigada, queridona]. Veio numa embalagem linda e com uma cartinha super fofa... Claro que eu já tinha lido a obra uns anos atrás, mas em pdf. Tive o deleite de [re]ler sendo minha própria edição... 

livro e um marcador de O oceano no fim do caminho, de Neil Gaiman...
Houve um evento literário em minha cidade e eu não pude ir porque estava trabalhando. Quando larguei da escola, fui correndo até o local da ! Feira Literária de Paudalho e já estavam desmontando tudo, mas minhas alunas que estavam ajudando a mãe na organização, me deram 4 livros que haviam sobrado. Houve distribuição gratuita dos livros, fiquei muito 'encaralhada' [perdoem o palavrão] de ter perdido, mas não liberaram os alunos na escola para que eu pudesse ir... Mas de qualquer forma, consegui uns livros. Os títulos foram 

Pontes e Idéias, de Claudia Poncioni
Abreu e Lima - General de Bolivar, de Vamireh Chacon
Um diplomata e político do império, de Fernando da Cruz Gôuvea e
Musa sertaneja/Meu lugarejo/Flores do Pajeú/Poemas inéditos, de João Batista de Siqueira, todos da Editora CEPE. São livros na minha área, História, e um de literatura pernambucana. Em breve lerei todos...



Alguns dias depois, tive a grata surpresa de descobrir quem havia me tirado na Amiga Secreta do blog Dose Literária. [Em breve farei post mais detalhado a respeito]. Recebi meu presente em duas partes: um com as lembrancinhas [que eu amei] e dois dias depois chegou o outro pacote, com o livro A volta do parafuso, de Henry James. Fiquei muito feliz. Estava louca pra ler esse título... Quem me tirou foi a querida Mara Vanessa, do Piauí. 


Na mesma semana que recebi os pacotes da Amiga Secreta, recebi os livros de cortesia que Eni tinha me enviado a quase um mês [e ambas pensávamos que os Correios tinham extraviado, devido a demora da entrega]. Foram dois livros: Os adoráveis e Corações Feridos, ambos da Ed. Novo Conceito. Já foram lidos e resenhados. Os adoráveis vai ser o prêmio do Concurso Cultural de Novembro do Dose Literária. 


Não recebi pelo Correio mas ganhei na festa das Crianças da escola em que eu trabalho, e achei a lembrancinha tão fofa que resolvi postar aqui também. Uma maleta pequena [porta-trecos] com estampa de tigre/oncinha... 


Mais um livro que chegou pra mim foi uma cortesia do Sebo Morandi. O livro O Turista Acidental, de Anne Tyler. Confesso que nunca ouvi falar dessa autora, mas me surpreendi ao ler a sinopse. Pelo jeito, será uma leitura agradável. Meus agradecimentos a Márcio pelo envio do livro. Aproveitem e curtam sua página no facebook. Ele tem ótimas promoções [inclusive relâmpagos] e confiram também seu catálogo na Estante Virtual com ótimos preços e livros variados. As avaliações são só elogios, pelo cuidado que ele tem com seus títulos e também pelo carinho aos clientes.



E então, gostaram do que eu recebi? 
Até a Caixa de Correio Novembro.


4

Os 'entediáveis'...


Quando vi a sinopse desse lançamento da Ed. Novo Conceito, aliada a esses cabelos coloridos da capa, confesso que minha curiosidade ficou aguçada. A premissa me pareceu interessante e Eni enviou o livro para que eu lesse. Mas, [in]felizmente a leitura [que apesar de tudo foi feita em duas noites apenas] NÃO me agradou. Talvez pela personagem, que eu acreditei ser uma coisa, e se revelou outra completamente diferente do que eu supunha, ou se eu esperava que a história fosse mais 'adulta' e ela é tipicamente para adolescentes, mas a verdade seja dita e eu não gostei, de modo geral. Não é que a escrita da autora seja ruim; para o público-alvo ela se sai bem. Mas a história não me prendeu a atenção como eu gostaria, o casal protagonista não tinha uma química que me agradasse, e só no final do livro percebi uma leve mudança em Jeanne, que me salvou a leitura. Mas não foi o suficiente para que eu apreciasse o livro.

A história é a seguinte: Jeanne é uma blogueira popular, que se veste de forma extravagante e não tem muitas amizades na escola. Seus "amigos" são milhares de seguidores nas redes sociais, onde ela passa a maior parte de seu dia conectada. Ela mora sozinha, tem um namorado [que logo a troca por outra, namorada de Michael, com que Jeanne acaba se envolvendo]. Eles tem personalidades muito distintas, e apesar disso, depois que se beijam, não conseguem mais se desgrudar. Mas eles escondem o 'relacionamento' de outras pessoas. 

Particularmente eu achei Jeanne muito senhora de si, ela tem um péssimo relacionamento com seus pais, a quem vê com pouca freqüência, seu jeito descolado seria uma espécie de máscara que ela adota para ser notável. Mas em certa parte da história, quando ela tenta ser 'normal' acaba não agradando ninguém, porque as pessoas preferem seu jeito excêntrico de ser. A história corre sobre essa linha: os posts no Adorkable, seu blog popular que fala sobre seu estilo de vida, seus tweets, e a troca deles com Michael [embora à princípio ela não saiba que é ele que envia links de bichinhos engraçados para animá-la quando ela está irritada ou triste] e suas relações com o mundo ao redor, de como as pessoas a vêem. Ela é louca por um brechó, faz combinações de looks que ninguém em sã consciência usaria e vive [des]colorindo os cabelos.

Os personagens secundários também não me cativaram, exceto o casal gay que mora no apartamento ao lado do de Jeanne, que seriam como os pais dela e cuidam para que ela não fique sem se alimentar e que arrume a bagunça total que é seu apartamento. As relações com a família entremeiam a narrativa, e os capítulos são alternados por Jeanne e Michael, cada um contando sua visão e experiências a respeito do outro. A leitura é fácil, são menos de 400 páginas, e eu li em dois dias, mesmo não tendo me empolgado [caso eu tivesse gostado, teria lido numa noite apenas.]. 

Para quem gosta desse mundo popular, de sempre estar conectado, como se não houvesse vida além daquela oferecida pelo twitter, facebook e blog, o livro é um prato cheio. As cenas mais quentes do casal protagonista fogem do convencional, mas não pendem para o vulgar. Soa até engraçado em alguns momentos, pelo diálogo entre os dois. Jeanne vai percebendo aos poucos que a sua popularidade nem sempre pode tirá-la da solidão, e é preciso a época de natal bater à porta para que ela perceba isso de forma cruel...

Em geral, não foi uma leitura que me agradasse, mas isso não significa que vai acontecer o mesmo com vocês. Então, leiam e tirem suas próprias conclusões. O que pode não ser legal pra mim pode ser maravilhoso pra vocês, e vice-e-versa... Se quiserem a oportunidade para ter sua edição, fiquem de olho aqui no Dose porque esse livro será o prêmio do Concurso Cultural de Novembro.







Sarra Manning é jornalista, além de escritora. Trabalha como articulista em várias revistas e seus livros são em maioria para o público jovem, mas alguns títulos são para o público adulto também. Vive em Londres, e tem por companhia um Bull Terrier.






Os Adoráveis
Autora: Sarra Manning
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Edição 1.
384 páginas
FicçãoRomance.
Preço sugerido: R$ 34,90


3

Gêmeas: uma linda, outra deformada. Unidas pelo mesmo segredo... Corações Feridos


Acabei a leitura desse livro e ainda estou sob um efeito de desconforto, e confesso que tive muita raiva em alguns momentos, a ponto de ter que pausar a leitura, para tomar fôlego e continuar os capítulos. E não é porque o livro seja ruim, é justamente por ser densa e bem construída que a história me prendeu, de forma como se eu quisesse entrar no livro e espancar o pastor Roderick
Esse personagem é de longe, um dos mais detestáveis que já tive o [des]prazer de conhecer na literatura. Minha indignação foi tamanha que a toda hora eu soltava uma exclamação e fazia muitas caretas de desgosto [meu namorado observando tudo]. 

Corações Feridos, da autora Louisa Reid e publicado pela Editora Novo Conceito, trata da história de duas irmãs gêmeas, que sofrem os horrores dentro de casa, aos cuidados de uma mãe submissa e louca, e um sórdido pai [Roderick] e fanático religioso. Para o mundo lá fora, ele é um exemplo de homem perfeito, de caráter inabalável, quase um messias da paróquia, em que os fiéis confiam cegamente e devotam seus dízimos para a caridade organizada pela igreja. 

Mas a aparência de bom homem que ele tanto demonstra está longe do que ele é na realidade, quando não tem ninguém olhando. Ele é tirano, tudo que as meninas fazem é pecado, e ele inflige severos castigos quando suas ordens não são obedecidas. Por medo dos espancamentos que elas sofrem, nunca se revoltam contra o pai, e não encontram na mãe alguém em quem possam confiar ou pedir ajuda. A mãe, Maria, é tão louca quanto o pai, e se não as castiga fisicamente como ele o faz, acata suas decisões e destrata ao máximo as gêmeas. 

Hephzibah é a irmã bonita, mas voluntariosa e caprichosa. Almeja sair de casa e vê sua chance quando conhece Craig, um garoto da escola, que logo engata um romance proibido com ela. Elas nunca saiam de casa, estudavam em regime domiciliar e por um acaso do destino, os pais resolveram matricular as duas na escola do bairro, embora contrariados com essa decisão. Hephzi necessita ser como as garotas normais de sua idade, 16 anos, mas teme passar vergonha pela sua inocência em certos assuntos, teme que as pessoas conheçam sua vida com seus pais. E além de tudo tem Rebecca, a irmã deformada, que ela sente vergonha de mostrar aos outros e na vida escolar, é como uma espécie de fardo que ela gostaria de se ver livre. Hephzibah oscila entre momentos de pena da irmã, e a vê também como empecilho para sua fuga do cotidiano. 

Rebecca, além de introspectiva, é mais calma e cuidadosa. Ela morre de medo do pai, é a mais surrada das duas filhas e tem que conviver com os olhares tortos das pessoas por conta de sua aparência. Ela sofre da Síndrome de Treacher Collins, que consiste na má formação dos ossos do crânio, durante a gestação. Reb tem que conviver com a síndrome, com o estigma que seus pais lhe impuseram [eles diziam que ela era marcada pelo mal, ou coisas do tipo] e com os maus-tratos ao longo de 17 anos. 

As irmãs não podiam frequentar a casa de outras pessoas, não podiam ter roupas novas, era proibido ler, menstruar era sinônimo de castigo dos céus, e se ousassem contar para alguém as inúmeras privações que sofriam, teriam que arcar com as conseqüências, de forma violenta...
Hephzibar tentou escapar da opressão do pai fanático, mas acabou pagando com a vida por sua 'afronta'. Rebecca é a única que pode falar ao mundo lá fora o que realmente aconteceu com sua irmã. Sua morte não foi mero acidente. Sozinha, tendo que enfrentar a vida sem a irmã, que ela tanto protegia e 'cobria', Reb precisa escapar, ou vai terminar como Hephzi... Ela precisará enfrentar seus medos, juntar forças e pedir ajuda. Mas ela não tem ninguém para ajudá-la... A única que poderia tirá-la daquela situação é sua avó, a quem o pastor odiava e que, de certa forma, contribuiu para sua morte, algum tempo antes de Hephzibah morrer...

A narrativa se dá por capítulos alternados de uma e outra. Reb narra os acontecimentos após a morte da irmã. Hephzibah narra os acontecimentos de seu cotidiano com a família e de como planejava escapar daquela vida, além de seu relacionamento com Craig, suas experiências com amigas e na escola. Ambas falam de sua relação de irmãs, de uma proteger a outra, das brigas e incompreensões de personalidade. Apesar de gêmeas, elas eram diferentes fisicamente [devido à síndrome de Rebecca] e também pela forma de lidar com os problemas e confusões da cabeça de meninas com sua idade. 

Achei a leitura densa, pesada por conta das muitas situações que me indignaram, e nos faz conhecer um pouco da síndrome de Rebecca [que até então eu nunca tinha ouvido falar]. Sem contar a questão fanática-religiosa dos pais das meninas, que podem acontecer ao nosso redor e sequer percebemos. Me fez questionar: será que tantas famílias perfeitas que vemos por aí realmente são assim longe dos holofotes da 'socialização'? Dentro das paredes de uma casa, de uma aparente família perfeita e ética aos olhos de Deus, podem ocorrer horrores como os vividos pelas protagonistas do livro e ninguém percebe o fato... Não apenas pelo caráter religioso da situação, mas ressalto tal tema aqui por se tratar da abordagem do livro. 

Em suma, é um livro que toca bastante, choca e nos põe em reflexão... Vale a pena dispender algumas horas de nosso dia para apreciar a obra da autora. 





Louisa Reid é formada em Inglês pela Hertford College, em Oxford. É escritora e professora em Cambridge. É casada e tem duas filhas. 






Corações Feridos
Autora: Louisa Reid
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Edição 1
256 páginas
Ficção, Drama.
Preço sugerido: R$ 29,90
2

Especial Halloween - Games





Para encerrar os posts sobre o Halloween eu escolhi falar um pouco sobre Games com temática de horror, já que falei sobre livros e filmes. Mas listarei pouca coisa dessa vez [não será um post longo como os anteriores, espero....] Não poderia deixar de falar sobre o meu jogo preferido. Aquele que eu posso dizer com todas as letras que é meu Número Um quando se trata de jogos. 

Harry Mason

Silent Hill [Série]
Um dos jogos mais famosos da Konami, Silent Hill foi criado no final dos anos 90, e quem pertence a geração Playstation 1 conhece essa maravilha de Game. O primeiro jogo é sobre Harry Mason, um cara que está viajando de férias com sua filha,e ao passar próximo a cidade de Silent Hill [Colina Silenciosa] se envolve em um acidente na estrada. Ao acordar, percebe que sua pequena criança está desaparecida. Ele começa a procurar por ela e adentra na aparente calmaria da cidade até se deparar com criaturas bizarras e medonhas. Ele precisa encontrar Cheryl antes que algo muito ruim aconteça com ela... Ao longo do jogo, ele encontra esporadicamente alguns personagens misteriosos e enigmáticos e de acordo com as conversas, mais do enredo é revelado...

O jogo é no mínimo bizarro. Tem uma trilha sonora de arrepiar, e apesar de ser 'quadradão' e estar longe da qualidade gráfica de sua seqüências, eu posso afirmar com todas as letras que é o mais assustador da franquia. O enredo é cheio de surpresas e ao longo da história, os personagens vão se encaixando. Além dele, existem os demais jogos da série: Silent Hill 2, Silent Hill 3, Silent Hill IV: The Room, Silent Hill Origins, Silent Hill Homecoming, Silent Hill Shattered Memories e Silent Hill Downpour. Mas preferi me ater apenas ao primeiro, pois foi o que joguei mais vezes [e zerei também]. O que posso falar no geral, é que os eventos de quase todos os jogos mesclam-se uns com os outros. Aquele recorte de jornal esquecido numa lixeira falando de alguma notícia sobre mortes e afins pode ser a respeito de algum personagem que aparece vivo [ou morto] em algum dos outros jogos. Esses pequenos detalhes da trama dão um toque a mais de veracidade a franquia, e eu bem que gostaria que os criadores lançassem um livro com todas as curiosidades bem amarradinhas, a fim de explicar como um todo a série... 

Maria

Existem dois filmes baseados no jogo, mas eu só vi o primeiro. Apesar de algumas discrepâncias e mudanças 'radicais' em alguns pontos, achei uma adaptação assustadora, e em virtude da quantidade de filmes ruins baseados em games, Silent Hill até que 'saiu no lucro'... Os jogos seguintes saíram para plataforma Playstation 2, com qualidade gráfica bem melhor que o primeiro, com personagens igualmente inusitados e criaturas ainda mais medonhas e horripilantes. Quem não conhece o famoso Pyramid Head do Silent Hill 2 - Restless Dreams? Ou a sensual Maria

O terceiro jogo segue na mesma premissa assustadora e traz uma parente de Harry Mason, do primeiro jogo. Esse eu não tive a oportunidade de jogar ainda, mas vi muitos screenshots, detonados e afins em revistas de videogames e pude perceber que ele dá muito medo. Algumas pessoas que jogaram me disseram que ele assusta tanto quanto o primeiro. 

Heather Mason


Silent Hill IV: The Room é bem diferente dos anteriores, a começar pela mudança de cenário. Henry Townshend se encontra numa cidade vizinha a Silent Hill, e acaba indo parar lá por meio de um buraco na parede do banheiro em seu apartamento. Que motivos o levaram a cidade ninguém sabe ao certo, mas é curioso jogar para descobrir... Eu achei esse jogo mais difícil em termos de jogabilidade [não sou um ás dos games, ok?], o cenário é mais claro e existem fantasmas perseguindo Henry durante o jogo [e posteriormente esses fantasmas invadem seu apartamento]. 
Os demais jogos da franquia logo serão jogados por mim, e eu espero encontrar neles o terror psicológico que os anteriores me passaram... 










Outra série de jogos muito famosa e inesquecível é Resident Evil. É uma franquia que revolucionou o mercado de Games trazendo o até então inexplorado estilo Survival Horror, com zumbis loucos por carne, infectados por causa de um vírus criado por uma grande corporação da indústria de medicamentos, a Umbrella Corporation. A série foi lançada para o console Dreamcast, Game Cube e PC, além da plataforma Playstation. É uma franquia da Capcom, e no Japão é conhecida como BioHazard. São famosos os personagens Jill Valentine e Chris Redfield, membros dos STARS, um grupo especial da polícia de Raccoon City, cidade onde se ambienta o jogo. 

Resident Evil 

Esses dois personagens, junto com os demais membros da equipe STARS recebem um chamado para investigar uma antiga mansão nos arredores de Raccoon City e quando lá chegam, são atacados por cães esquisitos. Eles se refugiam e acabam se separando no interior da misteriosa mansão e é aí que o jogo começa. A história é recheada de intrigas, você não pode confiar em todo mundo, muitas pessoas morrem e se transformam em zumbis apavorantes e você precisa se salvar, além de descobrir o que está acontecendo. 

Leon e Claire

Resident Evil 2 traz como protagonistas Claire Redfield [irmã de Chris] e Leon Kennedy, um policial novato. Resident Evil e traz o par do primeiro jogo, além de um mercenário chamado Carlos Oliveira [brasileiro] que pode ser controlado em alguns trechos do jogo. O vilão mais 'querido' da franquia surge no terceiro game: Nemesis [que faz um grande estrago entre os STARS], mas aparece em alguns trechos de outros jogos da série. É um jogo que requer agilidade e traz enigmas a serem desvendados para você poder passar de fase. As criaturas são bem-feitas, bizarras e muito ágeis, com exceção dos zumbis [Mas não se deixe rodear deles que você leva um game over...] 

Nemesis não curtiu Jill...

Infelizmente no quesito FILMES, diferente de Silent Hill, a franquia de jogos não foi feliz... As adaptações feitas para o cinema são de dar nojo nos fãs da série. [Sério, se você gostou dos filmes, é heresia você se autointitular fã dos jogos]. O primeiro filme ainda agrada um pouco, porque é como se fosse uma história paralela aos acontecimentos do jogo, mas a partir do segundo filme, tudo descamba para o extremo mal-gosto, falta de bom senso do diretor e desespero dos fãs da série, ao verem seu game preferido tão modificado da idéia [GENIAL] original [que poderia ser bem adaptada, mas preferiram dar força a um personagem que sequer existe no jogo]... Sem contar os erros de continuação, efeitos especiais toscos e nada coerentes com a franquia. 
Se quiserem ver filmes mais fiéis a trama, veja as versões em animação. 

Jill Valentine Resident Evil 3
Jill e Chris Redfield


Bom, espero que tenham curtido o post. Eu poderia falar de outros jogos que eu amo e que deveriam estar aqui mas o post ficaria extenso demais, então deixarei para uma próxima oportunidade... Se você ainda não jogou nenhum dos games que citei aqui, não perca mais tempo. Existem versões em emuladores para se jogar no PC, ou se você tiver um Playstation em casa fica ainda mais fácil... São jogos arrepiantes, com enredos interessantes e sombrios, e além do mais, é diversão [com pitadas de terror] garantida na certa.
Até a próxima, queridos leitores... 

Albert Wesker...

5

Especial Halloween - Terror na Tela [Parte II]


Dando continuidade aos posts de Halloween [deveria ter postado antes, mas tive uns contratempos], eis a parte II da minha lista de filmes de terror preferidos...

Hellraiser 
Não apenas o primeiro filme, mas a série completa vale a pena ser assistida. Os cenobitas são uns demônios liderados por Pinhead, que são invocados quando a pessoa abre uma caixa de enigmas... Dores indizíveis aguardam aquele que abre as portas do inferno... 


Vampiro da noite
Um clássico do Estúdio Hammer, está nessa lista nem tanto por apavorar, mas pelo requinte do filme em si. Estrelado por Peter Cushing como Van Hellsing e Christopher Lee encarnando o conde Dracula, é um dos filmes mais bem cuidados -  tecnicamente falando - que eu já assisti. A ambientação é sombria, com toques de suspense incríveis...   


À meia-noite levarei sua alma
Não poderia deixar de incluir um clássico do cinema nacional, do diretor José Mojica Marins, o popular Zé do Caixão. Arrepiante, com um roteiro bem original, o personagem de terror mais querido do Brasil estréia essa película nos anos 60 e dá uma nova emoção ao cinema brasileiro. Uma das coisas que mais me assustou nesse filme foi a 'risada da velha'. [não deixem de assistir, é muito bom].



Psico
Como fã de Hitchcock, não poderia deixar fora da lista esse clássico do diretor, bem conhecido devido a cena do chuveiro e da expressão "mate esta vagabunda, Norman'. Um velho hotel de beira de estrada, com um 'gerente' muito estranho e enigmático. Uma mulher sozinha fugindo de um crime... Assista e confira o que dá essa história... 


Os olhos sem rosto
Não é propriamente um filme de terror. Na verdade é uma Nouvelle Vague dos anos 60. Mas resolvi incluir aqui por causa da atmosfera sombria retratada em todo o filme. Um médico e sua ajudante/amante raptam garotas para lhes roubar a face, e numa operação cirúrgica, tentam transplantar para o rosto desfigurado da filha do médico, que sofreu um acidente em que perdeu a beleza. A insanidade e desespero do médico para devolver o rosto à filha traz conseqüências nefastas para o casal. Mas qual o destino da moça desfigurada de olhar triste?


A profecia
Trilogia bizarra, com mortes violentas e uma trama de arrepiar os cabelos. Uma criança amaldiçoada, a própria besta... os pais desesperados tentam impedir o mal crescendo no mundo... quem tentar impedi-lo, pagará com a vida por tal ato... O olhar do menininho bota medo em muito marmanjo...


A casa dos pássaros mortos
Mais um dos filmes lançados recentemente [2004] que me deixaram arrepiada de medo. Uma casa abandonada, um bando de foragidos, procurados pelo xerife por um assalto seguido de morte, numa época ambientada em 18 e alguma coisa... Nessa casa, eles se escondem para não irem para a cadeia, mas não encontram algo muito agradável por lá... Ninguém sabe a quem pertence o imóvel, e coisas bizarras vão perturbar a mente dos bandidos. Um por um,  começam a morrer...



O iluminado 
Uma obra-prima do cinema, baseado no livro homônimo de Stephen King, e uma das adaptações que mais gostei de ver, O iluminado dispensa apresentações. O Hotel Overlook esconde segredos terríveis entre suas paredes, o mal que assola o lugar acaba possuindo a sanidade de Jack e ele não consegue controlar sua personalidade cada vez mais irritadiça e violenta. Sua mulher e filho precisam se proteger do mal em que Jack está se transformando...


Gritos mortais
Com uma fotografia excelente, um roteiro impecável, esse filme faz você olhar com outros olhos os bonecos de ventriloquismo. Existe uma lenda sobre uma mulher chamada Mary Shaw, que foi morta na cidade onde vivia e foi enterrada com seu teatro de bonecos bizarros, acusada de ter matado um menino. Anos depois, um casal, em que a esposa perdeu a vida pós ter recebido um desses bonecos em casa tem alguma ligação com essa lenda. O marido parte em busca de respostas e se depara com o horror de uma maldição... Só digo uma coisa com relação a esse filme...  Não grite...


Espíritos 
Como alguns sabem, eu tenho pavor de histórias de fantasmas e assombrações. Eu tinha dito no outro post que esse assunto me dá medo, mas ao mesmo tempo me fascina... Superado esse estranho paradoxo, eu me deparo com um filme de terror asiático [eles são os melhores com fantasmas] que me deixa amedrontada toda vez que eu assisto. E me deixou paranóica com meu álbum de fotografias. Espíritos é sobre um fantasma que anda assombrando um fotógrafo, que tem uma ligação escusa no passado com essa garota morta. Ele e sua namorada acabam atropelando alguém numa estrada e a partir dai os problemas começam. O que esse fantasma quer? Que aviso ela está tentando dar? Em algumas cenas, eu até gritei de tanto medo. Recomendo assistir a sós, num dia de chuva, com as luzes completamente apagadas... 


A bruxa de Blair 
Podem rir, mas por um bom tempo eu achei que essa história fosse verídica. [Na verdade até hoje penso isso] A bruxa de Blair é um clássico dos anos 90, sobre 3 jovens que se embrenharam numa floresta assombrada para fazer um documentário e nunca mais foram vistos. Após um tempo, encontraram as fitas que eles tinham gravado antes de sumirem do mapa... O que houve com eles? Assista para descobrir...



Friday 13 
Meu querido Jason Vorhees é o mais incrível personagem assassino de filmes de terror. Apesar da série ter sequências absurdas e incoerentes, figura como um dos filmes que mais assisti durante minha infância. A sexta-feira 13 propriamente dita, as mortes, o jeitão brutal sem conversa alguma de Jason me fascinam. É simplesmente matar, matar e matar. Com o que estiver a mão. Simples e bruto.


Abominável criatura 
Por último, mas não menos importante... Abominável Criatura, baseado na obra de Lovecraft, é um daqueles filmes de terror que, se você viu quando era criança, decerto se cobria com o lençol a cada aparição da criatura medonha com pés de bode que gritava de forma ensurdecedora enquanto estava presa num sótão de uma casa velha e abandonada. É um filme sensacional e povoou minha mente infantil por anos. Até hoje lembro de como ela me dava medo... É uma criatura bizarra e horripilante, que me fez ter muitos pesadelos... 




Bom, espero que tenham curtido o post. Amanhã eu encerro o Especial Halloween com games de terror... 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...