Meu copo vazio...


Eu queria agora alguém que desmentisse minhas opiniões pessimistas, derrubasse meus conceitos danosos acerca de mim, alguém que me fizesse sentir mais segura, e tirasse essa amargura que insiste em queimar o meu peito...


Mas os segundos do relógio vão passando e não surge nada que aplaque meu pensamento, não há ninguém que encha de vida meu copo meio vazio...

E só afundo, seco, entristeço, esvazio ainda mais o copo...

Um comentário:

  1. Não dá pra apenas esperar, é preciso agir também.

    Mesmo que seu copo fique ao relento a espera que a chuva e o orvalho o encham sempre haverá um dia de sol que fará com que seu conteúdo evapore.

    Beijos de framboesa.

    ResponderExcluir

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Witches Hat
Tecnologia do Blogger.