miles away

| 14 setembro 2010 | |


Embora milhas distante, estamos sob as mesmas estrelas. O véu da noite nos cobre com sua beleza misteriosa.
Telepaticamente nossas mentes se fundem, como nossos corpos o fizeram há algumas horas... A lua nos sorri, um sorriso bobo, quase indolente.
E o vento sopra em meu rosto, acariciando minhas faces trêmulas, ainda do desejo que você me deixou, impregnado em meu ser.


E minha confusão aumenta...

Pensas em mim, neste momento, no instante em que meu corpo e minha cabeça estão preenchidos de você?
Olho para a linda noite vista de uma janela, e no meu íntimo ouço uma resposta.

E então sorrio...

0 Comentários:

Postar um comentário

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Witches Hat
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...