Ecos.

O vazio e o nada se encontram. E o pensamento dói.
Perdida em pensamentos, uma alma aflita imersa num turbilhão de dúvidas.

Um eco estrondoso no silêncio da madrugada, emanado de um ser que chora, que lamenta.
No íntimo, um eco de angústia...


Vazio...

Nenhum comentário:

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Witches Hat
Tecnologia do Blogger.