Cinzas de uma afeição...


Você vai se desesperar com minha ausência, chorar com meu silêncio
sofrer com meu desprezo...
E quando a saudade gritar em seu peito, ouça no vento, o lamento das lágrimas que derramei, as gotas quentes que caíram incessantes, em minha face gelada.


Não me terás por perto, pra te ouvir, te amparar, te acalentar...
Em meu lugar, apenas as cinzas, de uma afeição que se queimou...

Um comentário:

  1. - "Quando se perde alguém que se ama, ou quando se ama alguém perdido em meio aos seus próprios sentimentos, ou ainda simplismente se ama alguém que não te ama, que não 'não se ama'; você está amando algo soturno, algo abstrato de mais pra poder se sentir profundamente...Mas quando essa pessoa que tanto você pensa se acha,
    vê que se perde ou que um dia te perdeu, ela torna-se real, torna-se concreta, e você pode sentir a dor que ela descobriu sofrer por você" (Martha Mello, eu XD)

    Pra você Lely'

    ResponderExcluir

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Witches Hat
Tecnologia do Blogger.