Oscila, peito!


"Eu oscilo entre choro e entre dor
entre sorrisos, entre rezas
mas quem me dera,
oscilar o coração, faltando com a razão
e tirar essa certeza que te amo,
do fundo do peito..."

2 comentários:

  1. Oi querida.
    Muito lindo seu blog, todo estiloso...isso sem falar das palavras que vc escreve, os poemas, os pensamentos. Tudo muito profundo e que faz sentir o que na hora vc estava sentindo.
    adoro vc.
    kisses honey.

    ResponderExcluir
  2. Esses pemas são seus ? ... São maravilhosos, muito bem feitos!Parabéns, aqui está lindo!
    Bjão!

    ResponderExcluir

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Witches Hat
Tecnologia do Blogger.