A tristeza habita em meus olhos...

Marcada por este sentimento de abandono
me encontro perdida
Sufocada com a paredes do destino
me esmagando e me fazendo condenada

A tristeza que habita em meu peito, se mostra em minhas lágrimas
que descem, incessantes, impiedosas
em meu rosto cansado de sofrer
chegando ao coração,
de onde brotaram, retornando...
para nele morrer...

http://starsha.com/
HOTTT & SEXXXY

2 comentários:

  1. Linda poesia :)
    me lembra Álvares de Azevedo, ahh como eu amo Álvares *-*

    ResponderExcluir
  2. Ah agora sim dá pra comentar! xD

    eu adorei muito o seu blog,
    tah perfeito! ^^

    Beijooos ;*

    ResponderExcluir

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Witches Hat
Tecnologia do Blogger.