... Desejo de tocar e não tocar...

Na solidão da noite, sinto tua presença.
Na tristeza da noite, imploro por você aqui comigo.
As madrugadas testemunham minhas lágrimas, minha dor.
Minha culpa, minha tão somente culpa...
meu desejo de tocar e não tocar.

Meu desespero, que nunca me deixa, minha tristeza que nunca me abandona...
Tormento de meu ser despedaçado, agora, mais que nunca..

http://starsha.com/
HOTTT & SEXXXY

Nenhum comentário:

De Bukowski a Dostoievski. Ana Cristina César a Lilian Farias. Deleite-se com a poesia de Florbela Espanca e o erotismo de Anaïs Nin...
Aforismos, devaneios, quotes dispersos e impressões literárias...um baú de antiguidades e pós-modernismo. O obscuro, complexo, distópico, inverso... O horror, o amor, a loucura e o veneno de uma alma em busca de liberdade...

Seja bem-indo-e-vindo[a]!

Witches Hat
Tecnologia do Blogger.